G1 > Rondônia

    VÍDEOS: JRO 2ª edição de quinta-feira, 25 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRO 2ª edição de quinta-feira, 25 de abril de 2019


    Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes. Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia...


    Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes. Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes.
    Funai faz operação contra invasão de terra indígena e grilagem em RO; 2 pessoas são presas

    Funai faz operação contra invasão de terra indígena e grilagem em RO; 2 pessoas são presas


    Ação se concentra nos município de Monte Negro e Campo Novo. Coordenador da operação diz que famílias são enganadas para comprar lotes de forma ilegal. Operação contra invasões na Uru-Eu-Wau-Wau começou na última quinta-feira (24)....


    Ação se concentra nos município de Monte Negro e Campo Novo. Coordenador da operação diz que famílias são enganadas para comprar lotes de forma ilegal. Operação contra invasões na Uru-Eu-Wau-Wau começou na última quinta-feira (24). Funai/Divulgação Desde a última quinta-feira (24), equipes da Fundação Nacional do Índio (Funai) trabalham, em conjunto com vários parceiros, para combater invasões na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau, em Rondônia. Duas pessoas foram presas em flagrante e encaminhadas à Polícia Federal. Nessa fase, a ação se concentra nos município de Monte Negro e Campo Novo. Conforme o chefe do serviço de gestão ambiental e territorial da Funai e que coordena a operação em campo, Hercules Silva Schiave, as invasões e as demarcações de terra seguem aumentando. As lideranças estariam enganando famílias com a falsa promessa de terra para vender lotes. "Muitos fugiram. Ao perceberem a presença da gente, eles se retraem no meio da mata, o que dificulta a captura", detalhou Hercules. As invasões ocorrem em pelo menos nove pontos da terra indígena. Os próprios invasores teriam informado que mais de mil pessoas estão ocupando a área de proteção, onde vivem sete povos indígenas – três deles isolados. Operação na reserva Uru Eu Wau Wau De acordo com a apuração da Funai, as pessoas na posição de liderança dessas invasões estão ligadas a associações rurais, com objetivo de dar um "ar" de legalidade. Os suspeitos ainda estariam enganando famílias mais humildes que residem não apenas em cidades que ficam nas proximidades da reserva, bem como em estados vizinhos, como o Mato Grosso, oferecendo áreas pertencentes à União como se fossem legais e por um preço abaixo do ofertado no mercado. Ação se concentra, no momento, nos municípios de Monte Negro e Campo Novo. Funai/Divulgação "Eles vendem lotes a R$ 1 mil e a pessoa paga uma taxa de R$ 100 por mês para eles. O que mais preocupa a gente é que essas associações colocam como um meio prioritário para as pessoas derrubarem certos hectares. Nisso, as devastações estão grandes", complementou Hercules Silva Schiave. A Funai pontua ainda que os invasores aproveitam uma demarcação feita pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na década de 1970, antes da área ser homologada como terra indígena para iludir os compradores dos lotes ilegais. "Tem uma organização criminosa do outro lado vendendo terra indígena, desmatando, tirando madeira da terra indígena, mas por lá há nós. Nós temos Funai, Sesdec, Ibama, Polícia Federal e ICMBio, trabalhando junto para tentar combater. E nós vamos combater. Estamos combatendo", concluiu o chefe do serviço de gestão ambiental da Funai. Funai conta com o apoio de outras instituições e órgãos, como equipes do ICMBio. Funai/Divulgação Última invasão A última invasão registrada na Uru-Eu-Wau-Wau foi no início deste mês. Na ocasião, pelo menos mil invasores tentaram tomar a aldeia, segundo a Associação de Defesa Etnoambiental. As famílias indígenas que vivem na terra relataram que são ameaças por parte dos madeireiros e grileiros, que seguiam montando acampamentos e dividindo lotes de terras. Cabanas de madeira foram achadas por órgãos competentes. Divulgação/Kanindé Equipes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), junto com o ICMBio e a Polícia Militar encontraram, após um sobrevoo, cabanas de madeira onde os grileiros viviam dentro da terra. Os invasores chegaram a incluir uma placa de uma associação demarcando a área. Por que preservar a Terra Indígena? A terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau tem 1.867.000 hectares de tamanho, o que equivale a 12 vezes o território da cidade de São Paulo ou 85% da extensão territorial do estado de Sergipe. A unidade de conservação, a maior terra indígena dentro de Rondônia, é rica em biodiversidade e abriga nascentes de importantes rios que cortam o estado. Segundo ambientalistas, a produção de energia através de hidrelétricas poderia ser comprometida, tendo em vista, que o Parque Nacional de Pacaas Novos abriga, por exemplo, a nascente do rio Jamari que abastece a Usina Hidrelétrica de Samuel, em Porto Velho. Além disso, os ambientalistas acreditam que, caso a invasão se intensifique dentro da região, a agricultura e o próprio agronegócio, motor econômico do estado, poderiam sofrer sérias consequências com a possível falta de água. Outro impacto seria a desestabilização climática na região, importante fator para o cultivo de algumas culturas específicas. Por fim, a própria vida dos indígenas que habitam a região demarcada estaria em risco. Isso porque cerca de dez aldeias, vários povos nômades, além de três povos isolados habitam a região. A sobrevivência desses indígenas é dependente da agricultura, caça e extrativismo restringidos a eles.
    Homem é preso durante operação contra garimpo ilegal no rio Madeira, em Porto Velho

    Homem é preso durante operação contra garimpo ilegal no rio Madeira, em Porto Velho


    Ação, chamada de Tiradentes, ocorreu na madrugada desta quinta-feira (25). Outras duas pessoas seguem foragidas. Homem conduzia draga sem licença ambiental, segundo a polícia. PM Ambiental/Divulgação Um homem foi preso pela Polícia Militar...


    Ação, chamada de Tiradentes, ocorreu na madrugada desta quinta-feira (25). Outras duas pessoas seguem foragidas. Homem conduzia draga sem licença ambiental, segundo a polícia. PM Ambiental/Divulgação Um homem foi preso pela Polícia Militar Ambiental na madrugada desta quinta-feira (25) durante uma operação para combater o garimpo ilegal, em Porto Velho. A ação, chamada de Tiradentes, ocorreu em uma área de proteção ambiental próxima da ponte sobre o Rio Madeira. Outras duas pessoas seguem foragidas. Segundo a polícia ambiental, durante o patrulhamento fluvial, as equipes se depararam com dragas de grande porte "em pleno funcionamento". No momento da abordagem, o comandante da ação pediu que o suspeito parasse, mas a ordem não foi obedecida. Durante a fuga, o suspeito ainda chegou a jogar a draga na diagonal para cima da guarnição. Mesmo assim, a polícia conseguiu abordar o homem. Em meio a revista, os policiais encontrados documentos de duas pessoas, que fugiram. A fuga foi confirmada pelo suspeito. Questionado sobre se tem licença ambiental para operar a draga em uma unidade de conservação, o suspeito respondeu que não tinha. Após a abordagem, o homem foi preso e encaminhado à Polícia Federal (PF) de Porto Velho. Objetos como rádio comunicador, duas balanças de precisão, celulares, um caderno de anotações e documentações foram apreendidos e também levados à PF. Celulares, balanças, documentos e dinheiro foram apreendidos. PM Ambiental/Divulgação
    Assista ao Jornal de Rondônia 1ª Edição

    Assista ao Jornal de Rondônia 1ª Edição


    Telejornal será apresentado a partir das 11h Assista ao Jornal de Rondônia 1ª Edição Telejornal será apresentado a partir das 11h O G1 transmite ao vivo, diariamente, os telejornais Jornal de Rondônia 1ª edição, às 11h, e Jornal de...


    Telejornal será apresentado a partir das 11h Assista ao Jornal de Rondônia 1ª Edição Telejornal será apresentado a partir das 11h O G1 transmite ao vivo, diariamente, os telejornais Jornal de Rondônia 1ª edição, às 11h, e Jornal de Rondônia 2ª edição a partir de 18h.
    Menino de 3 meses é encontrado morto no Lar do Bebê em RO

    Menino de 3 meses é encontrado morto no Lar do Bebê em RO


    Caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (25), em Porto Velho. Semasf informou ainda não saber a causa da morte. Corpo do bebê foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Porto Velho. Toni Francis/G1/Arquivo Um bebê, de quase três...


    Caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (25), em Porto Velho. Semasf informou ainda não saber a causa da morte. Corpo do bebê foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Porto Velho. Toni Francis/G1/Arquivo Um bebê, de quase três meses de vida, faleceu na madrugada desta quinta-feira (25), na casa de acolhimento para crianças Lar do Bebê, em Porto Velho. A Polícia Militar (PM) registrou o caso como morte acidental. De acordo com o boletim de ocorrência, uma guarnição da PM foi chamada para dar apoio a uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Na unidade de acolhimento, um dos médicos informou a morte do menino à polícia. Em depoimento, uma das cuidadoras da unidade disse à polícia que a vítima havia tomado mamadeira por volta das 21h e, em seguida, estimulada a arrotar. Na sequência, a mulher disse ter colocado o menino em um bebê-conforto e passou a dar atenção para as outras crianças que são cuidadas na unidade. Ao todo, tinham 11 crianças e duas cuidadoras, ainda segundo depoimento dela no registro policial. A testemunha contou também que chegou a trocar a frauda da criança que faleceu nesse meio tempo. Depois, teria a colocado em um berço. Ainda em relato à polícia, perto das 2h desta quinta, a mulher terminou que cuidar das crianças e ficou observando as outras dormindo. Porém, assim que chegou perto da vítima, percebeu que o bebê não estava mais respirando. A cuidadora acionou o Samu e a PM e a morte da criança foi confirmada. A perícia técnica foi chamada para dar inícios aos trabalhos de investigação e o corpo do bebê seguiu ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade. A secretária-adjunta da Secretaria de Assistência Social e da Família (Semasf), Ana Maria Negreiros, informou ao G1 ainda não saber a causa da morte, mas aguarda o término de um laudo que deve esclarecer o fato. Ainda conforme a secretária, a cuidadora "fez todos os trâmites diários". A pasta emitiu uma nota lamentando o ocorrido e esclareceu que o falecimento do bebê "foi uma fatalidade e que a família está recebendo todo o acompanhamento psicossocial" (veja abaixo na íntegra). O texto pontua ainda que os profissionais que trabalham no Lar do Bebê "possuem comprometimento e experiência nos cuidados com atendimento". Veja abaixo a nota da Semasf sobre a morte do bebê: NOTA DE ESCLARECIMENTO A Prefeitura Municipal de Porto Velho, por meio da Secretaria de Assistência Social e da Família – Semasf, vem a público ESCLARECER sobre o óbito de um bebê ocorrido na Unidade de Acolhimento de Crianças. Salientamos que o fato ocorrido foi uma fatalidade e que a família está recebendo todo o acompanhamento psicossocial; que os profissionais que atuam na Unidade possuem comprometimento e experiência nos cuidados com atendimento das crianças e adolescentes. Além disso, para fortalecer o apoio nas unidades de atendimento foram convocados 15 cuidadores sociais, também está em trâmite o processo de reforma do antigo Lar do Bebê. Ademais fora instituído o serviço em família acolhedora. A Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família, tomará todas as providências administrativas necessárias para o caso. Porto Velho, 25 de abril de 2019 Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família - SEMASF

    Escola estadual está sem aulas há mais de 15 dias em Porto Velho devido furto da fiação elétrica


    Escola John Kennedy está sem aulas desde de 8 de abril, quando a fiação foi furtada. Segundo a direção da escola, o local foi furtado oito vezes só em 2019. Escola John Kennedy está sem aula há 15 dias Os alunos da escola estadual John Kennedy...

    Escola John Kennedy está sem aulas desde de 8 de abril, quando a fiação foi furtada. Segundo a direção da escola, o local foi furtado oito vezes só em 2019. Escola John Kennedy está sem aula há 15 dias Os alunos da escola estadual John Kennedy em Porto Velho estão sem aulas há mais de duas semanas devido o furto de toda a fiação elétrica. Segundo a direção da escola, o local já foi furtado oito vezes só este ano. A fiação foi furtada no dia 8 de abril. Diversos boletins de ocorrência foram registrados, mas nenhuma das ações tomadas coibiu a ação dos bandidos, que desta vez levaram até o painel de energia. "A nossa escola, desde de quando tiraram os guardas, em 2013, ela sempre vem passando por furtos. Já levaram vários objetos nossos, e agora o último foi a parte elétrica da escola", lamenta o diretor Valter Belarmino. O clima de insegurança afeta principalmente os alunos, como o Pedro Enrique, que cursa o 2º ano do ensino médio, e foi até a escola para solicitar a transferência. "É triste porque os alunos que são prejudicados. A gente sofre depois com pouca educação, repondo aula no sábado. É complicado. Eu vou ter que sair da escola por causa disso", comenta o estudante. Segundo o diretor da escola, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) já foi comunicada e um edital foi publicado para que uma empresa faça a instalação elétrica. Ainda de acordo com o diretor, o ano letivo não deve ser prejudicado. 


    'Vingadores: Ultimato' estreia nas salas de cinema de Cacoal, RO

    'Vingadores: Ultimato' estreia nas salas de cinema de Cacoal, RO


    Sessões são das 15h às 22h30, no Cacoal Shopping. Programação deve permanecer até a próxima quinta-feira (2). Vingadores: Ultimato Divulgação O filme "Vingadores: Ultimato" é a estreia desta quinta-feira (25) nas telas de cinema de Cacoal...


    Sessões são das 15h às 22h30, no Cacoal Shopping. Programação deve permanecer até a próxima quinta-feira (2). Vingadores: Ultimato Divulgação O filme "Vingadores: Ultimato" é a estreia desta quinta-feira (25) nas telas de cinema de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. As sessões são das 15h às 22h30, no Cacoal Shopping. A programação deve permanecer até a próxima quinta-feira (25). "After", "Shazan!" e "Superação – O milagre da fé" seguem em cartaz. Assista ao Trailer de "Vingadores: Ultimato" Vingadores: Ultimato O filme é a final da saga Vingadores e promete emocionar o público com a conclusão de 10 anos de trabalho da Marvel. A trama começa logo após Guerra Infinita, e agora os personagens precisam lidar com a dor e a perda de amigos e familiares. Veja a programação do cinema de Cacoal: Veja os preços das sessões em Cacoal. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    Acusado de matar adolescente em 'teste de fidelidade' tem novo julgamento em RO

    Acusado de matar adolescente em 'teste de fidelidade' tem novo julgamento em RO


    Tribunal de Justiça anulou decisão do júri popular que absolveu Ismael José da Silva do crime de homicídio. Ele é acusado de matar a namorada Jéssica Moreira Hernandes. Ismael José da Silva teve a absolvição por homicídio anulada. Alex...


    Tribunal de Justiça anulou decisão do júri popular que absolveu Ismael José da Silva do crime de homicídio. Ele é acusado de matar a namorada Jéssica Moreira Hernandes. Ismael José da Silva teve a absolvição por homicídio anulada. Alex Silva/Rede Amazônica A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) anulou a decisão do júri popular que absolveu Ismael José da Silva do crime de homicídio qualificado. A apelação foi julgada na última quarta-feira (24). Ismael é acusado de matar a então namorada, Jéssica Moreira Hernandes, de 17 anos, em um suposto teste de fidelidade, em Cerejeiras (RO). Ismael passará por um novo julgamento, mas ainda não tem data marcada. Segundo as investigações, Ismael praticou o crime acompanhado do primo dele, Diego de Sá Parente. Eles foram julgados em agosto do ano passado. Ismael foi absolvido do homicídio e considerado culpado por ocultação de cadáver. Já Diego foi condenado pelos dois crimes. Jovem confessa traição em 'jogo da fidelidade' e é esfaqueada pelo namorado Após o julgamento, o Ministério Público de Rondônia (MP-RO) e as defesas dos réus entraram com recurso contra as penas. No júri popular, Ismael foi condenado a um ano de reclusão, em regime aberto. Já Diego foi sentenciado à pena de 19 anos de reclusão, em regime fechado e ao pagamento de 10 dias-multa. Na apelação, o MP-RO argumentou que a decisão que absolveu Ismael do crime de homicídio "foi manifestamente contrária à prova dos autos" e pediu anulação da decisão. O órgão ainda solicitou que a pena de Diego fosse reformada, atribuindo 1/4 da pena para cada uma das agravantes reconhecidas. A defesa de Ismael também entrou com recurso, pedindo um novo julgamento em relação ao crime de ocultação de cadáver. Os advogados sustentaram que não há provas da participação de Ismael nesse crime. No recurso de Diego, a defesa também pediu a anulação do julgamento, fixação da pena-base no mínimo legal e a aplicação da atenuante da confissão. Na avaliação dos recursos, o relator Valdeci Castellar Citon concluiu que os jurados decidiram de forma contraditória em relação a Ismael e determinou que ele seja julgado novamente pelos dois crimes; homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Diego de Sá (de camisa social branca) e Ismael José da Silva (de camisa social azul) foram condenados. Eliete Marques/G1 "Ora, se em um momento os jurados entendem que Ismael não praticou o homicídio de sua namorada, não é crível que tenha praticado a ocultação do cadáver sem que tivesse ao menos participação na morte dela, nem que seja meramente no planejamento, porquanto a motivação evidenciada para a ocultação de cadáver e reconhecida pelo júri seria a mesma que teria ensejado o homicídio", ressaltou. No caso de Diego, o Tribunal de Justiça concedeu a atenuante da confissão qualificada. Dessa forma, a pena passou para 18 anos de reclusão e 10 dias-multa. Ele continua preso na Casa de Detenção de Cerejeiras. O advogado Fernando Milani e Silva disse ao G1 que ainda vai avaliar a decisão para decidir se tentará novo recurso. Já a advogada Shara Eugênio de Souza, que defende Ismael, acredita que o cliente será absolvido no novo julgamento, pois não há provas da participação dele nos crimes. “Foi a própria defesa de Ismael que pediu um novo julgamento para esclarecer a condenação por ocultação de cadáver, pois os jurados agiram em desconformidade com as provas dos autos. Mais uma vez será provada a inocência dele”, destacou. Teste de fidelidade A adolescente Jéssica Moreira Hernandes, então de 17 anos, foi encontrada morta no dia 24 de abril de 2017. Ela ficou desaparecida por quatro dias, após sair de casa de bicicleta. À Polícia Civil, Diego alegou que o primo, Ismael, era um namorado extremamente ciumento e estava desconfiado da infidelidade de Jéssica. Por conta disso, o chamou para fazerem um teste de fidelidade com a garota. Jéssica Moreira Hernandes tinha 17 anos quando foi morta. Facebook/ Reprodução Depois de organizarem o plano, Diego atraiu Jéssica para o local do crime sobre a argumentação de que possuía provas de uma suposta traição de Ismael. Durante o suposto teste, Jéssica teria confirmado que havia traído o namorado. Com isso, Ismael que ouvia escondido, teria esfaqueado a namorada. Na versão de Diego, Ismael matou e escondeu o corpo da garota. Ele somente ajudou a embalar o corpo, limpar o sangue da casa e se livrar da bicicleta e de roupas sujas de sangue, pois havia sido ameaçado. Já Ismael afirmou que trabalhava no momento do crime e que não existiu o teste de fidelidade. Veja mais notícias da região no G1 Vilhena e Cone Sul.
    Grupo teatral da PB apresenta espetáculo gratuito nesta quinta, 28, em Ariquemes, RO

    Grupo teatral da PB apresenta espetáculo gratuito nesta quinta, 28, em Ariquemes, RO


    Espetáculo 'Alegria de Náufragos' será apresentado no Centro Cultural Lídio Sohn, a partir das 19h30. Ariquemes é a penúltima parada do grupo Ser Tão, com a turnê 'Rotas pelo Norte'. Espetáculo 'Alegria de Náufragos: Rotas pelo Norte' chega...


    Espetáculo 'Alegria de Náufragos' será apresentado no Centro Cultural Lídio Sohn, a partir das 19h30. Ariquemes é a penúltima parada do grupo Ser Tão, com a turnê 'Rotas pelo Norte'. Espetáculo 'Alegria de Náufragos: Rotas pelo Norte' chega a Ariquemes Eunilo Rocha/Divulgação Uma opção cultural para a noite desta quinta-feira (25) em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, é assistir a apresentação gratuita da peça "Alegria de Náufragos", do grupo paraibano de teatro "Ser Tão". O espetáculo será apresentado no Centro Cultural Lídio Sohn, na região central do município, a partir das 19h30. O texto da peça conta com doses de acidez e humor para narrar as crises existenciais do personagem Nicolai. A ideia é inspirada no conto "Uma história enfadonha – das memórias de um homem idoso", do escritor russo Anton Tchekhov. Durante a manhã desta quinta, como ocorre em todas as paradas, o grupo promoveu uma oficina cultural chamada "Improvisar é Preciso - Construindo a cena com o Ser Tão", com os artistas locais para passar um pouco da experiência vivida nos palcos. “É um momento que a gente procura entender e conhecer os grupos locais, principalmente para deixar um pouco da nossa semente, dividir um pouco do nosso trabalho, mostrar como é a nossa rotina e como a gente monta os espetáculos”, comentou o ator Thardelly Lima. A apresentação garante a acessibilidade em duas plataformas durante as apresentações, através da audiodescrição, por meio da distribuição de 20 fones de ouvido, permitindo a inclusão de pessoas com deficiência visual, e da presença em cena de uma intérprete de Libras, garantindo a integração de pessoas com deficiência auditiva. O espetáculo faz parte da turnê Rotas pelo Norte, em que o grupo se preparou para passar por quatro estados da região: Amapá, Amazonas, Acre e Rondônia. Prestes a encerrar a turnê, Ariquemes é a penúltima das nove cidades a receberem o espetáculo, que se encerrará em Ji-Paraná (RO), no próximo dia 27 de abril. Sinopse Alegria de Náufragos traz em seu centro o emérito professor Nicolai Stepianovitch de Tal, que se depara ao final da sua existência, com uma inevitável análise de si mesmo. Apesar de seu currículo impecável, de ter constituído família e de ser um “homem feliz”, ele gradativamente é submetido a um doloroso processo de falência interior e começa a adquirir clareza sobre o lado patético da sociedade e de suas instituições. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    ‘Vingadores – Ultimato’ entra em cartaz com cinco sessões diárias em Ariquemes, RO

    ‘Vingadores – Ultimato’ entra em cartaz com cinco sessões diárias em Ariquemes, RO


    Conclusão da saga de 22 filmes da Marvel nos cinemas mostra a luta dos heróis contra o titã Thanos. 'De Pernas pro Ar 3', 'Shazam!' e 'Superação: O Milagre da Fé' seguem em exibição. Cena de 'Vingadores: Ultimato' Divulgação/Marvel Enfim,...


    Conclusão da saga de 22 filmes da Marvel nos cinemas mostra a luta dos heróis contra o titã Thanos. 'De Pernas pro Ar 3', 'Shazam!' e 'Superação: O Milagre da Fé' seguem em exibição. Cena de 'Vingadores: Ultimato' Divulgação/Marvel Enfim, chegou o tão aguardado momento do ano, onde os fãs celebrarão uma jornada construída em uma década pela Marvel, no cinema de Ariquemes (RO), com a estreia de “Vingadores – Ultimato”. A conclusão da saga de ação será exibida em cinco sessões diárias no cinema local, com versões em 2D, 3D e legendada. Confira os horários das sessões das sessões para não chegar atrasado na poltrona. Os filmes “De Pernas pro Ar 3”, “Shazam!” e “Superação: O Milagre da Fé” continuam em exibição nas salas do cinema. 'Vingadores – Ultimato' Assista ao Trailer de "Vingadores: Ultimato" O filme dos super-heróis se passa após o titã Thanos eliminar metade das criaturas vivas em um estalar dos dedos. Os Vingadores precisam lidar com a dor da perda de amigos e seus entes queridos. Com Tony Stark (Robert Downey Jr.) vagando perdido no espaço sem água nem comida, Steve Rogers (Chris Evans) e Natasha Romanov (Scarlett Johansson) precisam liderar a resistência contra o titã louco. Veja a programação no Cine Laser em Ariquemes Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Organizadores esperam receber mais de 40 mil visitantes na 3ª Expovale em Ariquemes, RO

    Organizadores esperam receber mais de 40 mil visitantes na 3ª Expovale em Ariquemes, RO


    Feita multissetorial será realizada entre os dias 2 a 5 de maio, no canteiro central da Avenida Capitão Sílvio. Mais de R$ 20 milhões em negócios devem ser movimentados no evento. Preparativos Expovale 2019 Rede Amazônica/Reprodução Faltando...


    Feita multissetorial será realizada entre os dias 2 a 5 de maio, no canteiro central da Avenida Capitão Sílvio. Mais de R$ 20 milhões em negócios devem ser movimentados no evento. Preparativos Expovale 2019 Rede Amazônica/Reprodução Faltando uma semana para o início da terceira edição da Exposição da Piscicultura, Agroindústria e Agronegócio (Expovale), os preparativos de toda estrutura e as tendas que alocarão os mais de 200 expositores seguem a todo vapor no canteiro central da Avenida Capitão Sílvio, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. De acordo com a Associação Comercial e Industrial (Acia) do município, a expectativa é de que mais de 40 mil pessoas visitem o evento entre os dias 2 a 5 de maio. Com foco na piscicultura, a exposição tende a enaltecer a criação de peixes nativos em cativeiro, que é um dos destaques na economia da região. Ariquemes é líder estadual na produção de peixes nativos em cativeiro, segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mas além de promover diversas palestas e técnicas de criação aos piscicultores, o evento também proporciona atrações aos visitantes, como a compra de produtos das agroindústrias, artesanatos, vestuários, veículos, insumos e implementos agrícolas. Com o objetivo de fomentar a economia local, a Acia espera que a feira multissetorial movimente mais de R$ 20 milhões, sendo R$ 5 milhões a mais do que na edição de 2018. “Temos o foco na piscicultura, mas a feira tem como objetivo movimentar a economia do Vale do Jamari. É uma oportunidade singular para os expositores, consumidores e também para promover negócios para aqueles que nos visitam durante esses quatro dias”, frisou o presidente da Acia, Francisco Hidalgo Farina. Durante os quatro dias, os visitantes ainda terão serviços de emissão de documentos, banco de empregos, praça de alimentação, apresentações culturais e musicais. No último dia, um churrasco de três mil bandas de tambaqui, o peixe característico da região, poderá ficar marcado como recorde nacional. Segundo a organização, um representante do ‘RankBrasil’, organização autorizada para registrar recordes no país, estará presente para acompanhar a atividade e possivelmente homologar o feito. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Emissão de Carteira de Identidade está suspensa em Pimenta Bueno, RO

    Emissão de Carteira de Identidade está suspensa em Pimenta Bueno, RO


    Equipamentos utilizados para as coletas de dados apresentaram problemas. Previsão é que a manutenção seja concluída nos próximos 10 dias. Emissão de RG está suspensa Magda Oliveira/G1 Há mais de 15 dias a população de Pimenta Bueno (RO),...


    Equipamentos utilizados para as coletas de dados apresentaram problemas. Previsão é que a manutenção seja concluída nos próximos 10 dias. Emissão de RG está suspensa Magda Oliveira/G1 Há mais de 15 dias a população de Pimenta Bueno (RO), município a 518 quilômetros de Porto Velho, não está podendo contar com o serviço de emissão de Carteira de Identidade, ou solicitação de segunda via do documento, isso porque os equipamentos utilizados para as coletas de dados apresentaram problemas e precisaram ser enviados para a manutenção. A câmera, o leitor biométrico e o computador foram enviados para Porto Velho na terça-feira (23). A previsão é que a manutenção seja concluída nos próximos 10 dias, enquanto isso o serviço segue suspenso. De acordo com a responsável pelo posto de identificação de Pimenta Bueno, Susiane Biazati, em média 20 processos para emissão de RG são feitos por dia. Devido aos problemas nos equipamentos, agora o atendimento está sendo apenas para a entrega de documentos que já estão prontos. O posto de identificação funciona no prédio da Prefeitura de Pimenta Bueno. O horário de funcionamento é das 7h30 as 13h. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    Bazar para ajudar Casa da Criança é realizado em Rolim de Moura, RO

    Bazar para ajudar Casa da Criança é realizado em Rolim de Moura, RO


    Evento acontece na sexta-feira (26), a partir das 15h. Peças serão vendidas de R$ 1 a R$ 5. Evento será realizado em Rolim de Moura em prol da Casa da Criança Magda Oliveira/G1 Um bazar beneficente será promovido em Rolim de Moura (RO),...


    Evento acontece na sexta-feira (26), a partir das 15h. Peças serão vendidas de R$ 1 a R$ 5. Evento será realizado em Rolim de Moura em prol da Casa da Criança Magda Oliveira/G1 Um bazar beneficente será promovido em Rolim de Moura (RO), município a 402 quilômetros de Porto Velho, em prol da manutenção da Casa da Criança. O evento acontece na sexta-feira (26), a partir das 15h, na praça do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) das Artes. As peças serão vendidas de R$ 1 a R$ 5. De acordo com a responsável pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Carla Schock, o evento é beneficente. Todas os produtos do bazar foram adquiridos por meio de doações e serão vendidos por preços simbólicos. “Nós já tínhamos recebido por doações algumas roupas, mas quando decidimos fazer o bazar ganhamos muito mais. Não temos uma ideia de quanto arrecadaremos com o bazar, pois a ideia é ajudar quem não tem condições de comprar, e por outro lado, ajudar a Casa da Criança com o que conseguirmos arrecadar”, destacou Schock. A secretária afirmou ainda que durante o evento, as pessoas que não tiverem dinheiro para comprar as peças, poderão levar como forma de doação. As pessoas que forem até o bazar poderão comprar roupas, calçados, bolsas, bijuterias, tapetes e até eletrodomésticos. Casa da Criança A Casa da Criança é um espaço destinado ao acolhimento temporário ou permanente de crianças e adolescentes de 0 a 18 anos. São vítimas de negligência familiar, maus tratos, abandono, abusos sexuais, entre outros casos de vulnerabilidade social existentes no município. A Casa da Criança tem capacidade para 20 acolhidos. A manutenção do espaço é de responsabilidade da prefeitura. O bazar acontece no dia 26 de abril, a partir das 15h, na praça do CEU das Artes, localizada no Bairro Beira Rio. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    Cachorro pit bull ataca os próprios donos no quintal de casa em Vilhena, RO

    Cachorro pit bull ataca os próprios donos no quintal de casa em Vilhena, RO


    Mulher sofreu ferimentos graves no braço e continua internada no Hospital Regional. Animal foi morto pela Polícia Militar. Almando sofreu ferimentos na mão ao tentar socorrer esposa em Vilhena, RO Eliete Marques/G1 Um cachorro da raça pit bull...


    Mulher sofreu ferimentos graves no braço e continua internada no Hospital Regional. Animal foi morto pela Polícia Militar. Almando sofreu ferimentos na mão ao tentar socorrer esposa em Vilhena, RO Eliete Marques/G1 Um cachorro da raça pit bull atacou os donos, no quintal da casa da família, no Bairro Cohab, em Vilhena (RO), na região do Cone Sul. O caso foi registrado na noite de quarta-feira (24). Após a agressão do animal, o casal ficou preso dentro de casa, até a chegada da Polícia Militar (PM). O cão foi morto pelos militares. A mulher sofreu ferimentos graves no braço e continua internada no Hospital Regional. O homem teve lesões em uma mão, mas já recebeu alta. O ajudante de construção, Almando Hegner, de 50 anos, explicou ao G1 que a família cuidava do cachorro desde filhote. O cachorro ficava preso durante o dia e solto à noite. “Ela foi soltar ele [cão] à noite, como fazia todos os dias, quando ele agarrou o braço dela. Ela gritou e eu fui forçar a boca do cachorro, para tirar o braço dela, e ele pegou minha mão”, relata. Após o ataque, o casal correu para dentro de casa e acionou o Corpo de Bombeiros e PM. Conforme a polícia, ao chegar à residência, o animal avançou contra os militares e foi preciso abater o cachorro. Ataque aconteceu no quintal da família, em Vilhena, RO Eliete Marques/G1 “O cachorro tem entre cinco e seis anos. Minha esposa pegou ele filhotinho, dava mamadeira para ele. Ele chegou a morder eu e ela há um tempo atrás. Procurei o Ministério Público e eles falaram para eu procurar a Vigilância Sanitária, mas ela não deixou. Ela gostava muito do cachorro”, lembra Almando. O casal mora com quatro filhos menores de idades, que nunca sofreram agressões do cachorro, segundo Almando. O ajudante de construção disse que o cachorro é uma mistura das raças pit bull e fila. A mulher sofreu dilaceração profunda no braço esquerdo, e seu estado de saúde é estável. Ainda não há previsão de alta. O marido recebeu pontos na mão e foi liberado. Veja mais notícias no G1 Vilhena e Cone Sul
    Quatro pessoas são presas em Cacoal, RO, durante operação da Polícia Militar

    Quatro pessoas são presas em Cacoal, RO, durante operação da Polícia Militar


    Suspeitos estão sendo acusados pelos crimes de tráfico de entorpecentes, associação criminosa e crime contra a fauna. Cães do canil de Cacoal foram utilizados durante a operação. Cães foram utilizados nas buscas PM Cacoal/Divulgação Dois...


    Suspeitos estão sendo acusados pelos crimes de tráfico de entorpecentes, associação criminosa e crime contra a fauna. Cães do canil de Cacoal foram utilizados durante a operação. Cães foram utilizados nas buscas PM Cacoal/Divulgação Dois homens e duas mulheres, com idades entre 21 e 28 anos, foram presos na quarta-feira (24), durante uma operação desenvolvida pela Polícia Militar (PM) de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. Os suspeitos estão sendo acusados pelos crimes de tráfico de entorpecentes, associação criminosa e crime contra a fauna. Cães do canil do município foram utilizados durante a operação. Durante os trabalhos, os policiais receberam informações sobre o grupo e endereços usados por eles. Diante disso, conseguiram um mandado judicial de busca e apreensão contra quatro residências. Nos locais foram encontrados drogas, cerca de R$ 2 mil, três pássaros da espécie Curió, relógios, aparelhos celulares, televisões, computadores e espingarda de pressão. Foram apreendidos drogas, dinheiro, eletrônicos e armas PM Cacoal/Divulgação Além disso, uma motocicleta sem placa de identificação e com o número de chassi raspado também foi apreendida. Os policiais recolheram aproximadamente 100 gramas de maconha e uma pequena porção de cocaína. Para que as drogas fossem encontradas, os policiais contaram com o trabalho dos cães do canil. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    'Vingadores - Ultimato' estreia em Porto Velho; veja trailer

    'Vingadores - Ultimato' estreia em Porto Velho; veja trailer


    Ultimato apresenta a grande conclusão da história contada ao longo de 22 filmes da Marvel. 'Vingadores: Ultimato' estreia em Porto Velho Divulgação/Marvel O impactante 'Vingadores Ultimato' chega em Porto Velho esta semana. A conclusão da saga...


    Ultimato apresenta a grande conclusão da história contada ao longo de 22 filmes da Marvel. 'Vingadores: Ultimato' estreia em Porto Velho Divulgação/Marvel O impactante 'Vingadores Ultimato' chega em Porto Velho esta semana. A conclusão da saga promete emocionar o público e celebrar a jornada construída durante os 10 anos da Marvel nos cinemas. 'Vingadores: Ultimato' Trailer de 'Vingadores: Ultimato' O filme começa logo após Guerra Infinita, quando Thanos eliminou metade das pessoas do universo em um estalar de dedos. Desolados, os Vingadores têm que lidar com o luto, a saudade e as sensações de impotência e fracasso. Clique aqui e confira a crítica Programe sua experiência: Cine Veneza Cine Araújo
    Veja as vagas do Sine para esta quinta-feira, 25, em Vilhena, RO

    Veja as vagas do Sine para esta quinta-feira, 25, em Vilhena, RO


    Há vagas para esteticista, cozinheira e soldador. Interessados devem procurar o Sine até as 13h30 com documentos pessoais. Há vaga para mecânico no Sine de Vilhena Governo de Pernambuco/Divulgação O Sistema Nacional de Emprego (Sine), em Vilhena...


    Há vagas para esteticista, cozinheira e soldador. Interessados devem procurar o Sine até as 13h30 com documentos pessoais. Há vaga para mecânico no Sine de Vilhena Governo de Pernambuco/Divulgação O Sistema Nacional de Emprego (Sine), em Vilhena (RO), oferece diversas oportunidades de emprego nesta quinta-feira (25). Entre elas, há vagas para esteticista, cozinheira e soldador. O atendimento do Sine acontece das 7h30 às 13h30 (horário local). Os interessados devem procurar o Sine Vilhena, localizado na Avenida Celso Mazutti, nº 5467, portando Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. Confira as vagas disponíveis para esta quinta-feira (25): Alinhador Balanceador Borracheiro Cozinheira Churrasqueiro Doméstica Eletricista Esteticista Fisioterapeuta Garçom Instalador elétrico Mecânico Operador de caixa Operador de caldeira Operador de esteira Operador de perfuratriz Professor de dança Secretária Serviços gerais Soldador Tapeceiro Técnico em enfermagem Vendedor Veja mais notícias da região no G1 Vilhena e Cone Sul.
    Sine de Ji-Paraná oferta 21 vagas de emprego nesta quinta-feira, 25

    Sine de Ji-Paraná oferta 21 vagas de emprego nesta quinta-feira, 25


    Há vagas para mecânico, soldador e empregada doméstica. Interessados devem comparecer ao posto de atendimento do Sine em Ji-Paraná, localizado no Shopping Cidadão. Há vagas para garçons no Sine de Ji-Paraná Divulgação O Sistema Nacional de...


    Há vagas para mecânico, soldador e empregada doméstica. Interessados devem comparecer ao posto de atendimento do Sine em Ji-Paraná, localizado no Shopping Cidadão. Há vagas para garçons no Sine de Ji-Paraná Divulgação O Sistema Nacional de Emprego (Sine) disponibilizou 21 oportunidades de emprego nesta quinta-feira (25), em Ji-Paraná (RO), município na Região Central do estado. Há vagas para mecânico, soldador e empregada doméstica. Interessados devem comparecer ao posto de atendimento do Sine em Ji-Paraná, localizado no Shopping Cidadão, na Vila Jotão. O atendimento é das 8h às 13h (horário local). O candidato deve levar Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), documento de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), Comprovante de Residência, histórico ou Certificado Escolar e Certificados de Cursos. Confira as vagas ofertadas pelo Sine nesta quinta-feira (25): Ajudante de manutenção em ar condicionado 1 Bobinador 1 Cozinheira 1 Eletricista 1 Empregada doméstica 3 Engenheiro de alimentos 1 Frentista 1 Garçom 1 Magarefe 1 Mecânico de Veículos 2 Motorista 1 Romaneador 1 Soldador 1 Supervisor comercial 1 Técnico em manutenção de ar condicionado 1 Trabalhador rural 1 Vendedor interno 2
    Confira as vagas de emprego disponíveis nesta quinta, 25, no Sine de Ariquemes, RO

    Confira as vagas de emprego disponíveis nesta quinta, 25, no Sine de Ariquemes, RO


    Há vagas para assistente operacional, desossador, marceneiro, mecânico de moto e outros. Candidatos devem se deslocar ao sine com documentos pessoais e currículo. Sine de Ariquemes disponibiliza 54 oportunidades de emprego nesta quinta, 25. Aline...


    Há vagas para assistente operacional, desossador, marceneiro, mecânico de moto e outros. Candidatos devem se deslocar ao sine com documentos pessoais e currículo. Sine de Ariquemes disponibiliza 54 oportunidades de emprego nesta quinta, 25. Aline Lopes/ G1 O Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Ariquemes (RO), na região do Vale do Jamari, oferece 54 vagas de emprego nesta quinta-feira (25). Há oportunidades para assistente operacional, desossador, marceneiro, mecânico de moto, montador de para-brisas, motorista de caminhão pipa, vendedor externo e outros. O Sine fica aberto das 7h30 às 13h30 (horário local). Os candidatos devem procurar a agência, que passou a atender na Avenida Tancredo Neves, 3960, Setor Institucional, no prédio do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). Os interessados devem apresentar a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), currículo preenchido e uma foto 3x4. Confira as vagas disponíveis do Sine nesta quinta (25): Ajudante geral (PNE - deficiente) 1 Ajudante de serviços gerais 4 Auxiliar de topografia 1 Almoxarife 1 Assistente operacional 1 Auxiliar operacional 2 Carpinteiro 1 Desossador 2 Desmanchador de tripas 1 Eletricista 1 Faqueiro 2 Magarefe 4 Marceneiro 1 Mecânico de moto 1 Montador de para-brisas 1 Motorista de caminhão 4 Motorista de caminhão comboio 1 Motorista de caminhão guindauto (munck) 1 Motorista de caminhão pipa 1 Operador de máquinas pesadas 5 Operador de máquina 4 Refilador 7 Técnico de metalúrgico 1 Técnico de segurança do trabalho 1 Torneiro mecânico 1 Vendedor 1 Vendedor (para Buritis) 1 Vendedor (PNE - deficiente) 1 Vendedor externo 1 Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Sine oferece 28 vagas de emprego nesta quinta-feira, 25, em Cacoal, RO

    Sine oferece 28 vagas de emprego nesta quinta-feira, 25, em Cacoal, RO


    Há oportunidades arte finalista e eletricista de baixa e alta tensão. Órgão funciona das 7h30 às 13h30. Entre as oportunidades, há vaga para borracheiro. Marlon Tavoni/EPTV O Sistema Nacional de Emprego (Sine) disponibiliza 28 vagas de emprego...


    Há oportunidades arte finalista e eletricista de baixa e alta tensão. Órgão funciona das 7h30 às 13h30. Entre as oportunidades, há vaga para borracheiro. Marlon Tavoni/EPTV O Sistema Nacional de Emprego (Sine) disponibiliza 28 vagas de emprego nesta quinta-feira (25) para Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. Há oportunidades para arte finalista e eletricista de baixa e alta tensão. Os interessados devem comparecer ao Sine, localizado na Avenida Guaporé, nº 2839, Centro, portando Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. O horário de atendimento do órgão é das 7h30 às 13h30 (horário local). Veja abaixo os cargos oferecidos nesta quinta-feira (25): Arte finalista (masculino, experiência, ensino médio completo) 2 Atendente balconista (experiência na área de informática, masculina, CNH A/B) 1 Auxiliar de confecção (feminino, acima de 18 anos) 1 Auxiliar de eletricista alta e baixa tensão (curso de eletricista) 1 Auxiliar de limpeza industrial (experiência, masculino de 25 a 40 anos) 1 Borracheiro (experiência) 1 Cobrança interna (experiência, feminino, de 20 a 30 anos) 1 Costureira industrial (feminino, experiência) 1 Eletricista de baixa e alta tensão (acima de 2 anos de experiência, inscrição no NR10 e NR35) 3 Lavador de carreta (CNH A/E ou A/D, curso NR 35) 1 Mecânico de carro (experiência) 1 Mecânico de moto (experiência) 1 Mecânico profissional (masculino e com experiência) 1 Motorista de munk (curso de eletricista, CNH A/C) 1 Operador de caixa (experiência, de 25 a 30 anos, casada ou sem filhos, médio completo) 1 Operador de caldeira (masculina, experiência, ter curso) 1 Serviços gerais 3 Técnico em saúde bucal (feminino, curso, 18 a 30 anos) 1 Vendedor externo (experiência, unissex, médio completo, informática básico, CNH e ter moto) 1 Vendedor porta à porta (experiência,unissex, acima de 25 anos) 4 Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    Jovem de 19 anos é preso por tráfico de drogas em Jaru, RO

    Jovem de 19 anos é preso por tráfico de drogas em Jaru, RO


    Caso ocorreu na madrugada desta quarta-feira (14). Ao todo, a polícia apreendeu 16 porções de maconha. Caso foi registrado na Unisp de Jaru. Rinaldo Moreira/G1 Um jovem, de 19 anos, foi preso por tráfico de drogas na madrugada desta quarta-feira...


    Caso ocorreu na madrugada desta quarta-feira (14). Ao todo, a polícia apreendeu 16 porções de maconha. Caso foi registrado na Unisp de Jaru. Rinaldo Moreira/G1 Um jovem, de 19 anos, foi preso por tráfico de drogas na madrugada desta quarta-feira (24) no Setor 5 em Jaru (RO), município a 290 quilômetros de Porto Velho. Segundo a Polícia Militar (PM) local, ele assumiu ser o dono de 16 porções de maconha, que foram encontradas pela corporação e apreendidas. Segundo o boletim de ocorrência, uma guarnição da PM fazia patrulhamento de rotina na região onde tudo aconteceu, quando se deparou com três suspeitos na frente de uma casa em atitude suspeita. Com isso, a equipe policial resolveu abordá-los. A PM encontrou com um suspeito, de 22 anos, uma substância que aparentava ser maconha. Outras duas substâncias da mesma droga estavam com outro jovem, de 19 anos. A polícia ainda conseguiu localizar mais 12 porções de entorpecente dentro de uma sacola perto de onde eles estavam. O último suspeito, de 24 anos, não tinha nada de ilícito com ele. Questionado sobre o caso, o suspeito de 22 anos informou que é dependente químico e pediu a um amigo para levá-lo ao local e comprar o entorpecente. Com a autorização da mãe, a PM fez buscas dentro da casa onde o jovem de 19 anos mora. No interior da residência, a guarnição achou outras porções. O rapaz assumiu que eram dele. Após a abordagem, os três foram encaminhados à Unidade Integrada de Segurança Púbica (Unisp) da cidade, assim como a droga, objetos e dinheiro apreendidos. O rapaz de 19 anos assumiu que as porções eram dele e permaneceu preso. O caso foi registrado como tráfico e posse de drogas. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari.
    Sarau Literário reúne teatro, música e exposição fotográfica em Vilhena, RO

    Sarau Literário reúne teatro, música e exposição fotográfica em Vilhena, RO


    Evento acontece nesta quinta-feira (25) na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato. Entrada será gratuita. Sarau vai acontecer durante todo o dia de quinta-feira (25) em Vilhena. Semcom/Divulgação A segunda edição do Sarau Literário reúne teatro,...


    Evento acontece nesta quinta-feira (25) na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato. Entrada será gratuita. Sarau vai acontecer durante todo o dia de quinta-feira (25) em Vilhena. Semcom/Divulgação A segunda edição do Sarau Literário reúne teatro, música ao vivo, pintura facial, oficinas, exposição fotográfica, entre outras atividades. O evento, que acontece nesta quinta-feira (25), é organizado pela Fundação Cultural de Vilhena (FCV) em parceria com servidores e alunos da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir). O sarau será realizado na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato, localizada na Praça Nossa Senhora Aparecida, no Centro da cidade. Segundo a FCV, haverá atividades durante os três períodos do dia. A entrada será gratuita. Veja a programação: MANHÃ Oficinas de: Origami Expressão corporal Interpretação de texto literário Hand lettering Instrumentos musicais Pintura facial TARDE Dinâmica com jogos Exposição fotográfica Oficina de técnicas de ampliação de desenho Apresentação teatral NOITE Apresentação teatral Música ao vivo Veja mais notícias da região no G1 Vilhena e Cone Sul.
    VÍDEOS: JRO 2ª edição de quarta-feira, 24 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRO 2ª edição de quarta-feira, 24 de abril de 2019


    Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes. Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia...


    Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes. Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes.
    Julgamento de recursos da Operação Dominó termina com condenação de 17 réus em RO

    Julgamento de recursos da Operação Dominó termina com condenação de 17 réus em RO


    Desembargadores acataram de forma parcial os recursos para acusados nos crimes de peculato e formação de quadrilha. Dois ex-deputados foram totalmente absolvidos das acusações. Justiça julgou recursos de 23 acusados de envolvimento em esquema...


    Desembargadores acataram de forma parcial os recursos para acusados nos crimes de peculato e formação de quadrilha. Dois ex-deputados foram totalmente absolvidos das acusações. Justiça julgou recursos de 23 acusados de envolvimento em esquema que desviou mais de R$11 milhões da ALE-RO. Toni Francis/G1/Arquivo Terminou, na tarde desta quarta-feira (24), o julgamento dos recursos de 23 acusados de envolvimento no esquema criminoso que desviou mais R$ 11 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO). Ao fim das defesas orais feitas pelos advogados dos réus, o relator do processo, desembargador Roosevelt Queiroz Costa, deu o veredicto. Roosevelt decidiu pelo provimento completo aos recursos de dois réus e provimento parcial a outros 17, que cumprirão as penas inicialmente em regime semiaberto. A sessão teve início no Plenário do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), em Porto Velho, às 8h30. Ao todo, 15 advogados entraram com recursos para rever as penas impostas em 2016. No entanto, apenas oito advogados realizaram as defesas orais perante o Plenário. Cada um tinha 15 minutos para sustentar a defesa de seus respectivos clientes. Todos os advogados pediram a reformulação das sentenças e/ou absolvição dos réus, que foram condenados em 2016 na Operação Dominó, que investigou um esquema de "folha paralela" dos salários de comissionados da ALE-RO no período de junho de 2006 a junho de 2007. Durante o julgamento, um dos advogados contestou as provas apresentadas pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO) e chegou a afirmar que as investigações não tiveram profundidade para sustentar a denúncia. Em contrapartida, o relator do caso disse que a maioria dos ilícitos apresentaram clara exposição do fato criminoso em claras circunstâncias. Julgamento de recursos de envolvidos na operação Dominó Outra advogada afirmou que entre os ex-deputados condenados, inclusive o seu cliente, havia oposição ao chefe do esquema e presidente da ALE-RO na época, Carlão de Oliveira. Para ela, portanto, não participaram da prática de peculato, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Nesse caso, o desembargador entendeu que os deputados estaduais na legislatura de fevereiro de 2003 a janeiro de 2007, se valeram do acesso que Carlão de Oliveira tinha aos recursos financeiros do poder legislativo e que, de comum acordo, desviaram por um período de um ano o valor total de R$11.371.646,83. Outras linhas de defesa alegaram que seus clientes desconheciam o esquema e não tinha consciência do problema. Mas, para Roosevelt, as investigações apontam a descrição detalhada dos elementos de materialidade e autorias de crimes. Após as sustentações orais e as considerações dos desembargadores, a sessão foi retomada com a leitura dos votos e com a decisão final sobre os recursos. Resultados Ficou decidido que 13 réus seriam absolvidos da acusação de lavagem de dinheiro, após os desembargadores entenderem que o fato não constituiu infração penal. São eles: Marcos Alves Paes, Luiz da Silva Feitosa, Maurício Maurício Filho, Rubens Olímpio Magalhães, José Joaquim dos Santos, João Batista dos Santos, Francisco Izidro dos Santos, Ronilton Rodrigues Reis, Francisco Leudo Buriti, Daniel Neri de Oliveira, Haroldo Franklin de Carvalho Augusto dos Santos, Deusdete Antônio Alves e Amarildo de Almeida. Os réus e ex-deputados Nereu José Klosinski e Everton Leoni foram absolvidos das acusações de peculato e formação de quadrilha. Já os outros 17 acusados tiveram seus recursos atendidos de forma parcial e cumprirão a condenação inicialmente em regime semiaberto. A exceção é para o ex-presidente da ALE-RO, Carlão de Oliveira, apontado como o chefe do esquema criminoso. Veja abaixo o resultado dos demais réus: Evanildo Abreu de Melo e Moisés José Ribeiro de Oliveira: redução de pena para 7 anos, 9 meses e 10 dias pelo crime de peculato. Regime inicial semiaberto para ambos. José Carlos de Oliveira (Carlão de Oliveira): redução de pena para 8 anos, 10 meses e 20 dias pelo crime de peculato. Regime inicial fechado. Amarildo de Almeida: redução de pena para 5 anos de reclusão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Regime inicial semiaberto. Deusdete Antônio Alves: redução de pena para 4 anos e 6 meses pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Regime inicial semiaberto. Ellen Ruth Cantanhede Salles Rosa: redução de pena para 6 anos e 8 meses de reclusão pelo crime de peculato. Regime inicial semiaberto. Francisco Izidoro dos Santos (Chico Doido) e Daniel Neri de Oliveira: redução de pena para 5 anos pelo crime de peculato. Regime inicial semiaberto a ambos. Haroldo Franklin de Carvalho Augusto dos Santos: redução de pena para 6 anos e 8 meses pelo crime de peculato. Regime inicial semiaberto. Renato Euclides de Carvalho Velloso Vianna: redução de pena para 5 anos e 10 meses pelos crimes de peculato. Regime inicial semiaberto. Carlos Henrique Bueno da Silva e Edézio Antônio Martelli: redução de pena para 5 anos pelos crimes de peculato e formação de quadrilha. Regime inicial semiaberto. Alberto Ivair Rogoski Horny (Beto do Trento): redução de pena para 4 anos e 6 meses pelos crimes de peculato e formação de quadrilha. Regime inicial semiaberto. Ronilton Rodrigues Reis (Ronilton Capixaba) e Francisco Leudo Buriti de Souza: redução de pena para 5 anos de reclusão pelos crimes de peculato e lavagem. Regime inicial semiaberto. João Batista dos Santos (João da Muleta): redução de pena para 6 anos e 8 meses pelo crime de peculato. Regime inicial semiaberto. Terezinha Esterlita Grandi Marsaro: redução de pena 2 anos e 6 meses pelos crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, após realizar delação premiada. Regime inicial aberto. A Justiça ainda determinou a expedição dos mandados de prisão dos réus condenados e afirmou que os recursos nesta instância já foram esgotados. O que dizem as defesas O G1 tentou contato com todas as defesas dos réus. Apenas cinco advogados de seis acusados conversaram com a reportagem. Alguns não atenderam as ligações e outros não foram localizados até a publicação desta matéria. Sobre Deusdete Antônio Alves e Francisco Leudo Buriti, o advogado informou que eles tiveram a pena de peculato reduzida, respectivamente, para 4 anos e seis meses e 5 anos. Ambos terão de cumprir as penas em regime semiaberto. Para a defesa, o resultado foi satisfatório ao crime de lavagem de dinheiro. Já sobre peculato, disse que ainda é cedo para comentar algo, mas acredita que possa ter alguma melhoria a se fazer daqui para frente, já que a condenação foi reduzida pela metade. No caso de Renato Euclides de Carvalho Velloso Vianna, que segue condenado pelo crime de peculato, o advogado informou que não achou o resultado satisfatório e que vai analisar a possibilidade de entrar com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. Questionado sobre o crime de formação de quadrilha, a defesa de Renato contou que o Tribunal de Justiça "declarou extinta a punibilidade por conta da prescrição". Já o advogado de Carlão de Oliveira informou que não irá se manifestar sobre o caso. O advogado de Nereu José Klosinski informou que o ex-deputado foi inocentado de todas as acusações e, com isso, disse que o resultado do recurso foi bastante favorável. Ressaltou ainda que ele "nunca fez parte da folha paralela". A defesa de Carlos Henrique Bueno da Silva, que teve redução de pena para 5 anos pelos crimes de peculato e formação de quadrilha, informou que vai avaliar o acórdão assim que sair na íntegra e que pretende recorrer da decisão. "Meu cliente entende que é inocente e que não cometeu crime algum. Vamos avaliar os motivos e entrar com recurso, pois não concordou com a pena. Há possibilidade de recorremos no STF, mas tudo ainda será avaliado", ressaltou o advogado de Carlos Henrique.

    Três empresários são presos em operação suspeitos de tentativa de fraude a licitação em Costa Marques, RO


    Três empresários do município de Costa Marques foram presos pela Polícia Civil investigados por fraude. Prefeitura do município ainda não se manifestou sobre o assunto. Três empresários foram presos pela polícia na manhã de segunda-feira (22),...

    Três empresários do município de Costa Marques foram presos pela Polícia Civil investigados por fraude. Prefeitura do município ainda não se manifestou sobre o assunto. Três empresários foram presos pela polícia na manhã de segunda-feira (22), suspeitos de tentativa de fraude a licitações em Costa Marques (RO), município distante aproximadamente 710 quilômetros de Porto Velho. As informações foram divulgadas pela polícia na manhã desta quarta-feira (24). De acordo com o delegado Reinaldo Reis, três empresários do município foram presos durante a operação e vários documentos foram apreendidos na sede da Prefeitura. “Apreendemos também celulares dos acusados e flagranteamos três empresários suspeitos de combinarem valores para fraudar o caráter competitivo da licitação. Um dos empresários já havia sido preso anteriormente por crime contra a administração municipal”, destacou o delegado. A combinação entre os licitantes era para beneficiar os suspeitos de contratos que chegavam ao valor total de R$ 2,3 milhões. Os detidos foram autuados pelo crime de fraudar o caráter competitivo da licitação e estabelecido fiança no valor de R$ 10 mil para dois dos empresários e 15 mil para empresário reincidente no fato. Os empresários pagaram fiança e deixaram o presídio na manhã desta terça-feira (24). Por telefone, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Costa Marques disse que ainda está semana irá se pronunciar sobre o assunto.
    Caminhão roubado no Acre é recuperado após ser rastreado pela PRF em Guajará-Mirim, RO

    Caminhão roubado no Acre é recuperado após ser rastreado pela PRF em Guajará-Mirim, RO


    Suspeitos contrataram o dono do veículo para fazer um frete e em seguida anunciaram o assalto. Um suspeito foi preso. Caminhão foi encontrado em Guajará-Mirim. Leile Ribeiro/Rede Amazônica Um caminhão, que foi roubado em Rio Branco (AC), foi...


    Suspeitos contrataram o dono do veículo para fazer um frete e em seguida anunciaram o assalto. Um suspeito foi preso. Caminhão foi encontrado em Guajará-Mirim. Leile Ribeiro/Rede Amazônica Um caminhão, que foi roubado em Rio Branco (AC), foi recuperado na BR 425, na zona urbana de Guajará-Mirim (RO), município a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho. A recuperação ocorreu na noite da última terça-feira (23). Um suspeito foi preso. Segundo o motorista do veículo, um casal o contratou para fazer um frete. Em seguida, ele foi ao local em que havia combinado de encontrar o contratante. Os suspeitos pagaram o valor do trabalho e entraram no veículo. Depois, eles foram a uma casa para buscar um homem que ajudaria a carregar a suposta mudança e, mais a frente, buscariam um quarto suspeito. Após os três homens e uma mulher ocuparem o veiculo, o assalto foi anunciado. O motorista foi amarrado e deixado em um matagal. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima conseguiu se desamarrar e procurou pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) que, por meio de rastreamento, localizou o veículo próximo a Guajará-Mirim. A PRF acionou a Polícia Militar (PM) e repassou as características do caminhão. Os policiais identificaram o veículo na BR 425, no bairro Planalto, e fizeram a abordagem. Um homem, de 24 anos, que estava dirigindo o caminhão, disse que veio ao município fazer um frete no valor de R$ 3 mil. Mas não sabia dizer o que seria transportado e nem quem era o contratante. O rapaz recebeu voz de prisão e foi levado à Delegacia de Polícia Civil. Após prestar depoimento, ele foi levado ao presidio. A vítima foi a Guajará-Mirim para ter o veículo restituído. Veja mais notícias da região no G1 Guajará-Mirim e Região.
    Cerca de 12% do público-alvo é imunizado contra a gripe em Cacoal, RO

    Cerca de 12% do público-alvo é imunizado contra a gripe em Cacoal, RO


    Crianças e idosos foram os que mais se vacinaram até o momento. Campanha de vacinação segue até o dia 31 de maio. Campanha de vacinação contra a gripe se estende até o dia 31 de maio. Secretaria Estadual da Saúde/Arquivo/Divulgação Até o...


    Crianças e idosos foram os que mais se vacinaram até o momento. Campanha de vacinação segue até o dia 31 de maio. Campanha de vacinação contra a gripe se estende até o dia 31 de maio. Secretaria Estadual da Saúde/Arquivo/Divulgação Até o momento, cerca de 12% do público-alvo de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho, já foi imunizado contra a gripe. A campanha de vacinação começou no último dia 10 de abril e se estende até o dia 31 de maio. Crianças e idosos são os grupos que mais se vacinaram. O cantor Joseph Cuyabano sabe da importância da vacinação e acompanhou a filha até o posto para imunizar o neto. Apesar do choro, João Gabriel, de 2 anos, saiu do posto imunizado contra três tipos de vírus mais graves da gripe. "A gente fica com dó, mas sabemos da importância. É um bem para a saúde dele", destacou o avô do menino. O aposentado José dos Reis Rapoza também já se imunizou contra a gripe. Segundo ele, com a vacinação ele se sente mais seguro. "Me protege muito. Eu me vacino e passo o ano todo sem ter gripe. Antes todo mês estava gripado, sabemos que a gripe é um vírus que passa de um para o outro, mas eu não pego de jeito nenhum", garantiu o idoso. A meta da Secretaria Municipal de Saúde de Cacoal é imunizar 22 mil pessoas. Até o momento, 2.640 foram vacinadas. Por enquanto, professores e profissionais de saúde são os grupos com o menor percentual de imunização. A enfermeira Atainá Tenório Volkweis explicou a importância em tomar a vacina o quanto antes, já que ela leva, em média, 15 dias para ter eficácia. "A vacina contra a gripe vai apenas conferir a imunidade contra essas doenças, mas depois que se tem a imunidade, ela pode estar ajudando nos outros tipos de gripe mais leves", disse. A dose protege com os vírus H1N1, H3N2 e vírus B, todos causadores da gripe. Além dos postos de saúde, a vacina está disponível no ambulatório especializado, de segunda-feira a sábado. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    Bombeiros seguem buscas por pescador que desapareceu em rio de Machadinho D'Oeste, RO

    Bombeiros seguem buscas por pescador que desapareceu em rio de Machadinho D'Oeste, RO


    Vítima de 54 anos e outros dois amigos pescavam no rio Machado, próximo à Cachoeira 2 de Novembro, quando barco virou, no sábado (20). Buscas podem ser encerradas na sexta (26). Vítima e outros amigos pescavam próximo à Cachoeira 2 de...


    Vítima de 54 anos e outros dois amigos pescavam no rio Machado, próximo à Cachoeira 2 de Novembro, quando barco virou, no sábado (20). Buscas podem ser encerradas na sexta (26). Vítima e outros amigos pescavam próximo à Cachoeira 2 de Novembro, quando barco virou Youtube/Reprodução O Corpo de Bombeiros realizam buscas por um homem de 54 anos, que desapareceu no último dia 20, enquanto pescava próximo a Cachoeira 2 de Novembro, no Rio Machado, em Machadinho D’Oeste (RO), município a 295 quilômetros de Porto Velho. De acordo com os bombeiros, a vítima e outros dois amigos estavam em um barco, quando a embarcação virou e ele não foi mais visto pelos colegas. “A vítima veio a cair na região de cachoeira, onde as águas têm correntezas muito rápidas e ele não conseguiu se salvar”, detalhou o comandante dos bombeiros de Ariquemes, capitão Odoni Lopes. Segundo o comandante, os bombeiros foram acionados no domingo (21), mas por conta do difícil acesso até o local, eles só conseguiram iniciar as buscas na segunda-feira (22). Equipes de mergulhadores de Ariquemes e Machadinho realizam os trabalhos na localidade. Porém, caso o corpo da vítima não seja encontrado até a próxima sexta-feira (26), os bombeiros devem encerrar as buscas, que é quando termina o período de sete dias protocolares das buscas fluviais. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Justiça marca audiência de instrução de acusado de atacar médico com soda cáustica em RO

    Justiça marca audiência de instrução de acusado de atacar médico com soda cáustica em RO


    Oziel Araújo Fernandes, de 41 anos, será ouvido no dia 20 de maio. A vítima, Gladson Siqueira, de 49 anos, recebeu alta no fim do mês passado; crime ocorreu em Porto Velho. Médico estava chegando para plantão no Cemetron quando foi abordado...


    Oziel Araújo Fernandes, de 41 anos, será ouvido no dia 20 de maio. A vítima, Gladson Siqueira, de 49 anos, recebeu alta no fim do mês passado; crime ocorreu em Porto Velho. Médico estava chegando para plantão no Cemetron quando foi abordado pelo suspeito. Pedro Bentes/ G1 O juiz Ênio Salvador Vaz, da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho, marcou para o dia 20 de maio a audiência de instrução do agente penitenciário Oziel Araújo Fernandes, de 41 anos. Ele é acusado de ter atacado o médico infectologista Gladson Siqueira, de 49 anos, com soda cáustica no dia 6 de março. Segundo a assessoria da Secretaria de Saúde do estado (Sesau), a vítima teve alta do Hospital de Base no fim de março. O inquérito da Polícia Civil foi finalizado no dia 18 de março e concluiu que o agente penitenciário era suspeito de tentar matar Gladson de forma premeditada. Ele, então, foi indiciado por tentativa de homicídio triplamente qualificado. A defesa do agente chegou a pedir que a Justiça convertesse a prisão preventiva dele por "outras medidas cautelares diversas da prisão". O pedido foi negado e Oziel segue preso. Médico Gladson Siqueira foi atacado com soda cáustica no dia 6 de março. Reprodução/Rede Amazônica Na decisão sobre a audiência, Ênio Salvador diz que o advogado de Oziel afirmou que as testemunhas do caso só foram ouvidas após o término do inquérito policial e, com isso, solicitou que elas sejam ouvidas novamente. Soda cáustica: veja riscos de usar o produto químico jogado contra médico Porém, o juiz negou o pedido justificando não ter a comprovação de que as pessoas de fato prestaram depoimento após a polícia concluir as investigações. Além disso, avaliou que não foi preciso verificar com a Secretaria de Justiça de Rondônia (Sejus) se Oziel responde ou não a um processo administrativo disciplinar (PAD). O G1 procurou pelo atual advogado de Oziel. Ele informou que não irá se manifestar sobre o caso. A reportagem também acionou a Sejus para saber se o órgão chegou a abrir um processo administrativo contra o agente penitenciário. Em resposta encaminhada nesta quinta-feira (25), disse que Oziel está "custodiado no Centro de Ressocialização Vale do Guaporé, em Porto Velho", e que a corregedoria do órgão "está em processo de apuração do caso". Vítima em casa A assessoria da Sesau informou que Gladson Siqueira teve alta no fim de março. Ele estava internado no Hospital de Base de Porto Velho. Informou também que o médico infectologista perdeu a visão de um olho e luta para não perder a do outro. Médico seguia internado no Hospital de Base Ary Pinheiro, em Porto Velho Toni Francis/G1/Arquivo Na época do crime, a unidade de saúde onde o médico estava em observação médica informou à polícia que a soda cáustica atingiu as vias aéreas da vítima por ingestão. Com isso, Gladson precisou passar por uma traqueostomia, procedimento que facilita a entrada de oxigênio no corpo. Conclusão das investigações Oziel foi indiciado por tentativa de homicídio triplamente qualificado pela Polícia Civil. Segundo a Delegacia de Homicídios, o inquérito sobre o caso foi finalizado 10 dias após a data do crime e enviado ao MP. A corporação concluiu que o agente penitenciário, então suspeito do crime, tentou matar Gladson de forma premeditada. "Ele diluiu um pouco mais de 500 gramas de soda cáustica em uma garrafa pet de 1,5 litro de água. Testemunhas afirmam que o viram com luvas e jaquetas, possivelmente, para dificultar a identificação dele, antes da chegada da vítima. Ele estava se resguardando do que iria fazer. Não satisfeito em ter desfigurado a vítima, ele ainda trocou tiros com o médico", explicou a delegada à frente do caso na época, Leisaloma Rezem. Caso foi investigado na Delegacia de Homicídios de Porto Velho. Pedro Bentes/G1 As investigações também apontaram que não houve a intenção por parte do suspeito de se apresentar à delegacia. Conforme a polícia, a mulher do suspeito sugeriu que ambos fugissem. Ela, no entanto, acabou interceptada por policiais no trajeto e foi ouvida pela polícia no mesmo dia do caso. A polícia concluiu ainda que Gladson não estava assediando a mulher do agente, diferente do que ele informou que seria a motivação ao crime. Relembre o caso Na manhã do dia 6 de março, Gladson Siqueira foi atacado com soda cáustica dissolvida em água, no estacionamento do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), em Porto Velho. Ele chegava para o plantão no momento do ataque. Segundo a perícia técnica, houve troca de tiros no local. Oziel chegou a ficar ferido no ombro direito. Conforme uma testemunha, o agente penitenciário chegou em uma moto, parou ao lado do carro do médico, iniciou uma conversa e jogou a soda cáustica na vítima. Garrafa onde estava a soda cáustica dissolvida em água usada pelo suspeito para atacar o médico. Pedro Bentes/ G1 O médico, então, reagiu com sua arma de fogo e Oziel revidou, dando início a uma troca de tiros. Testemunhas relatam que ouviram de cinco a seis disparos. A polícia informou que Gladson é militar da reserva do Exército. O médico foi encaminhado ao Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro com queimaduras no rosto. No período da tarde do mesmo dia, Oziel se apresentou na Delegacia de Homicídios da cidade e confessou o crime. Porém, antes de ser preso, foi levado a um hospital particular da cidade para exames por conta do tiro que levou no ombro direito. A mulher de Oziel também foi ouvida na delegacia e disse que não sabia que o marido iria cometer o crime. A motocicleta utilizada pelo suspeito na hora do crime foi apreendida, assim como o telefone celular da esposa dele, materiais médicos, toalhas e malas com medicamentos. No dia seguinte ao crime, estudantes de uma faculdade particular fizeram uma homenagem ao médico, onde ele leciona como professor de medicina. Eles se reuniram na área externa da faculdade e oraram por Gladson. Alunos se mobilizaram em prol do médico Gladson Siqueira, em Porto Velho Reprodução/ Redes Sociais Nas redes sociais, a faculdade publicou uma nota de repúdio contra o atentado sofrido pelo professor. A instituição diz se solidarizar com a família e amigos do médico e reforça seu compromisso com a luta contra todo e qualquer tipo de violência. Internautas comentaram lamentando a agressão, se solidarizando com a família da vítima e desejando melhoras ao médico.

    Prefeitura convoca 34 aprovados em concursos públicos para a saúde e planejamento em Ariquemes, RO


    Ao todo foram chamados 25 médicos clínicos gerais, oito técnicos em enfermagem e um agente de serviços gerais. Convocados devem se apresentar no RH da prefeitura em até 30 dias. A prefeitura de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, divulgou nesta...

    Ao todo foram chamados 25 médicos clínicos gerais, oito técnicos em enfermagem e um agente de serviços gerais. Convocados devem se apresentar no RH da prefeitura em até 30 dias. A prefeitura de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, divulgou nesta quarta-feira (24) dois editais de convocação para 34 candidatos aprovados nos concursos públicos do município nas áreas da saúde e planejamento, realizados em novembro de 2015 e em abril de 2016. Conforme os editais, foram convocados 25 médicos clínicos gerais e oito técnicos em enfermagem para atuarem na Secretaria Municipal de Saúde (Semsau). Além de um agente de serviços gerais para atuar na Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempog). A remuneração dos convocados variam de R$ 694,08 a R$ 6.687,48 em jornadas de trabalho de 40 horas semanais. A lista com os nomes dos convocados e os editais de convocação com os documentos necessários para a homologação do contrato podem ser acessados no site da prefeitura. Os profissionais devem se apresentar durante o horário de expediente na Diretoria de Gestão de Recursos Humanos, na sede da prefeitura, na avenida Tancredo Neves, 2166, Setor Institucional. Os nomes chamados deverão se apresentar em um prazo de 30 dias a partir da publicação dos editais. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Cliente descobre que garota de programa é travesti e caso vai parar na delegacia em Vilhena, RO

    Cliente descobre que garota de programa é travesti e caso vai parar na delegacia em Vilhena, RO


    Um homem contratou serviços sexuais por R$ 100. Ao descobrir que a garota era travesti, ele quis o dinheiro de volta, e a Polícia Militar foi chamada. Caso foi registrado na Unisp de Vilhena Aline Lopes/G1 Um caso envolvendo um programa sexual parou...


    Um homem contratou serviços sexuais por R$ 100. Ao descobrir que a garota era travesti, ele quis o dinheiro de volta, e a Polícia Militar foi chamada. Caso foi registrado na Unisp de Vilhena Aline Lopes/G1 Um caso envolvendo um programa sexual parou na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena (RO), na região do Cone Sul, na madrugada desta quarta-feira (24). Um homem, de 35 anos, contratou serviços sexuais de uma garota de programa por R$ 100. Ao descobrir que ela era travesti, o cliente pediu o valor de volta, e a Polícia Militar (PM) foi chamada. De acordo com o registro da Polícia Militar (PM), uma viatura foi abordada pela garota de programa, de 19 anos. A princípio, ela disse ter sido vítima de uma tentativa de roubo e passou as características do veículo do suspeito. Durante as buscas, os militares viram o carro. Antes mesmo da abordagem, o motorista pediu para que a viatura parasse. O condutor contou aos policias que havia combinado um programa sexual, por achar que a profissional fosse mulher. Ao chegar em casa, o cliente pagou o serviço, mas descobriu que a garota era travesti. Com isso, houve uma discussão, pois o cliente queria o dinheiro de volta. Os envolvidos foram levados para a delegacia, ouvidos e liberados. A Polícia Civil informou que não houve crime, contudo, para resolver a questão do dinheiro, eles devem procurar o fórum.
    Unidade Básica de Saúde Nova Esperança passa a atender em novo endereço em Cacoal, RO

    Unidade Básica de Saúde Nova Esperança passa a atender em novo endereço em Cacoal, RO


    Atendimentos da unidade foram transferidos para a UBS Morada do Bosque. Prédio da UBS Nova Esperança está passando por uma reforma. Prédio da UBS Nova Esperança em Cacoal, RO, está passando por uma reforma. Rede Amazônica/ Reprodução A...


    Atendimentos da unidade foram transferidos para a UBS Morada do Bosque. Prédio da UBS Nova Esperança está passando por uma reforma. Prédio da UBS Nova Esperança em Cacoal, RO, está passando por uma reforma. Rede Amazônica/ Reprodução A Unidade Básica de Saúde (UBS) Nova Esperança de Cacoal (RO) município a 480 quilômetros de Porto Velho, que funcionava em um prédio localizado no bairro Novo Horizonte, está passando por uma reforma. Por isso, desde a segunda-feira (22) os atendimentos da unidade foram transferidos para a UBS Morada do Bosque, que funciona em um bairro que leva o mesmo. De acordo com a coordenadora de atenção básica Erika Cristina de Lima, a reforma vai contemplar a parte antiga do prédio, onde eram feitas as consultas e aplicadas as vacinas. Os recursos utilizados para a obra são da própria Prefeitura de Cacoal. “Desde 2017 estávamos tentando essa reforma, devido a problemas na estrutura do prédio. Essa reforma será básica. Será trocado o piso, a parte elétrica e o prédio passará por pintura. A mão de obra é do próprio município e os recursos para a compra dos materiais foram empenhados pela Secretaria Municipal de Saúde”, explicou a coordenadora de atenção básica Erika Cristina de Lima. Atendimentos da unidade foram transferidos para a UBS Morada do Bosque, em Cacoal Rede Amazônica/ Reprodução Segundo a gerente da UBS Nova Esperança, Maria Aparecida de Mendes, a unidade atende quatro bairros de Cacoal e mais 14 linhas rurais. Até que a reforma fique pronta os atendimentos serão feitos na UBS Morada do Bosque. “A unidade está funcionando da mesma forma, das 7h as 17h e os agendamentos também continuam diariamente”, afirmou a gerente. A previsão da Secretaria de Saúde é que a reforma seja concluída nos próximos 60 dias. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata
    Polícia Civil deflagra operação contra o tráfico de drogas e associação ao tráfico em Buritis, RO

    Polícia Civil deflagra operação contra o tráfico de drogas e associação ao tráfico em Buritis, RO


    Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, sete de prisão preventiva e duas internações provisórias. Segundo Polícia, investigados têm vínculo com facções criminosas. Ao todo, 15 mandados judiciais foram cumpridos na Operação Bad...


    Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, sete de prisão preventiva e duas internações provisórias. Segundo Polícia, investigados têm vínculo com facções criminosas. Ao todo, 15 mandados judiciais foram cumpridos na Operação Bad Oil Rede Amazônica/Reprodução A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (24) a Operação “Bad Oil”, para combater os crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico em Buritis (RO), cidade a 329 quilômetros de Porto Velho. A ação contou com o apoio da Polícia Civil de Ariquemes (RO), Polícia Militar (PM) e dois cães farejadores do canil da PM de Ji-Paraná (RO). De acordo com a Polícia, os alvos da operação possuem vínculo com facções criminosas. Desde o início da manhã, os policiais cumprem 15 mandados judiciais, sendo seis mandados de busca e apreensão domiciliar, sete mandados de prisão preventiva e dois mandados de internação provisória para adolescentes em conflito com a lei. Dois mandados de prisão foram cumpridos no presídio do município. Segundo as investigações, os infratores se referiam aos entorpecentes como óleo, razão que levou a denominar a operação em “Bad Oil”, que na tradução significa óleo ruim. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Sine de Ji-Paraná oferta 10 vagas de emprego nesta quarta feira, 24

    Sine de Ji-Paraná oferta 10 vagas de emprego nesta quarta feira, 24


    Há vagas para cozinheira, frentista e vendedor interno. Sine em Ji-Paraná, está localizado no Shopping Cidadão, na Vila Jotão. Atendimento é das 8h às 13h (horário local). Há vaga para frentista no Sine de Ji-Paraná Alan Chaves/G1 O Sistema...


    Há vagas para cozinheira, frentista e vendedor interno. Sine em Ji-Paraná, está localizado no Shopping Cidadão, na Vila Jotão. Atendimento é das 8h às 13h (horário local). Há vaga para frentista no Sine de Ji-Paraná Alan Chaves/G1 O Sistema Nacional de Emprego (Sine) disponibilizou 10 oportunidades de emprego nesta quarta-feira (24), em Ji-Paraná (RO), município na Região Central do estado. Há vagas para cozinheira, frentista e vendedor interno. Interessados devem comparecer ao posto de atendimento do Sine em Ji-Paraná, localizado no Shopping Cidadão, na Vila Jotão. O atendimento é das 8h às 13h (horário local). O candidato deve levar Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), documento de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), Comprovante de Residência, histórico ou Certificado Escolar e Certificados de Cursos. Confira as vagas ofertadas pelo Sine nesta quarta-feira (24): Auxiliar administrativo 2 Cozinheira 2 Empregada doméstica 1 Frentista 1 Motorista 1 Trabalhador rural 1 Vendedor interno 2
    Detentos monitorados por tornozeleiras são recolhidos durante operação em Jaru, RO

    Detentos monitorados por tornozeleiras são recolhidos durante operação em Jaru, RO


    Investigações começaram há cerca de um mês. Vinte suspeitos foram recolhidos por agentes penitenciários e do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais. Operação envolveu agentes penitenciários e do Gape em Jaru Sejus/Divulgação Uma...


    Investigações começaram há cerca de um mês. Vinte suspeitos foram recolhidos por agentes penitenciários e do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais. Operação envolveu agentes penitenciários e do Gape em Jaru Sejus/Divulgação Uma operação foi realizada pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) na terça-feira (23) no presídio de Jaru (RO), distante aproximadamente 290 quilômetros de Porto Velho, com o objetivo de recolher presos monitorados por tornozeleira eletrônica que descumpriram as normas estabelecidas pela Justiça. Participaram da operação 20 agentes do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape), além de agentes penitenciários. Durante o dia foram recolhidos 20 apenados. De acordo com o gerente regional da Sejus, Jaru tem 100 detentos no regime de monitoramento eletrônico. Alguns estavam sendo investigados há aproximadamente 30 dias por descumprimento das normas estabelecidas pela Justiça. Somado com os presos em flagrantes durante a ação policial e na operação realizada na terça-feira, foram recolhidos ao presídio semiaberto 20 presos, que cumprirão suas penas em regime fechado até uma nova determinação da Justiça. Uma varredura foi realizada tanto no presídio de Jaru, como no de Ouro Preto do Oeste (RO), com objetivo de verificar possíveis fragilidades na estrutura da unidade, mas nada de ilícito foi encontrado. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari.
    Ifro oferece vaga para professor substituto de história em Cacoal, RO

    Ifro oferece vaga para professor substituto de história em Cacoal, RO


    Contrato do classificado será de 40 horas semanais com salário de até R$ 5,7 mil. Inscrições são gratuitas e podem ser feitas até sexta-feira (26). Vaga para professor substituto de História Divulgação O Instituto Federal de Educação,...


    Contrato do classificado será de 40 horas semanais com salário de até R$ 5,7 mil. Inscrições são gratuitas e podem ser feitas até sexta-feira (26). Vaga para professor substituto de História Divulgação O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro) de Cacoal (RO) município a 480 quilômetros de Porto Velho, publicou na terça-feira (23) o edital para o processo seletivo simplificado para a contratação de um professor substituto na área de história. O contrato do classificado será de 40 horas semanais com salário de até R$ 5,7 mil, que pode ser acrescido de auxílio-transporte, auxílio pré-escolar e auxílio-alimentação. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até sexta-feira (26). A vaga é destinada para profissionais que possuem graduação em história. Após a homologação da inscrição o candidato passa para a segunda fase do processo. Nessa etapa os inscritos farão uma prova de desempenho didático. A avaliação será aplicada no dia 2 de maio. As inscrições devem ser feitas na Coordenação de Gestão de Pessoas (CGP) no Ifro de Cacoal, das 8h às 11h30 e das 12h30 às 16h. O Ifro de Cacoal está localizado na Rodovia BR-364, Km 228, Lote 2 A, Zona Rural. O edital para o processo seletivo está disponível aqui. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata