G1 > Roraima

    Número de casos de dengue em Roraima cresceu 6.866% em 2019, aponta Ministério da Saúde

    Número de casos de dengue em Roraima cresceu 6.866% em 2019, aponta Ministério da Saúde


    Além da dengue, outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti também registraram aumento expressivo em 2019. Aedes aegypti é o mosquito transmissor da dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus Pixabay/Divulgação Dados do...


    Além da dengue, outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti também registraram aumento expressivo em 2019. Aedes aegypti é o mosquito transmissor da dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus Pixabay/Divulgação Dados do Ministério da Saúde apontam que o número de casos de dengue no estado de Roraima teve aumento de 6.866% no primeiro trimestre deste ano, quando comparado a 2018. Procurado, o governo de Roraima não se manifestou sobre os dados. Até o dia 30 de março, o estado notificou 209 casos da doença. No mesmo período do ano passado, foram apenas três. Além da dengue, também foi identificado aumento em outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Foram registrados 36 casos de Chikungunya no estado, com uma incidência de 6,2 casos/100 mil habitantes. Em 2018, foram 6. Os dados também apontam que Roraima teve um total de 10 casos de Zika, com uma incidência de 1,7 casos/100 mil habitantes. No ano passado foram 2 casos prováveis. “O Ministério da Saúde alerta que o sistema de vigilância de estados e municípios devem reforçar os cuidados para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, Zika e Chikungunya. O engajamento da população é imprescindível nesse combate”, alerta o Ministério em nota. Sintomas Entre os sintomas causados pelas doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti estão febre, acompanhada por dor atrás dos olhos e na barriga, náuseas, coceira, dor de cabeça, manchas vermelhas na pele ou dores nas articulações. O Ministério da Saúde afirma que dengue, Zika e Chikungunya têm sintomas parecidos. Por isso, reforça a importância de procurar uma unidade de saúde assim que for identificado os primeiros sinais. Prevenção O Ministério da Saúde pede o apoio da população para combater o desenvolvimento de focos do mosquito transmissor da dengue, Zika e Chikungunya e, consequentemente, evitar sua proliferação. Para isso, basta substituir a água dos pratos de vasos de plantas por areia, deixar a caixa d'água tampada e remover do ambiente todo material que possa acumular água (garrafas pet, latas e pneus). Além disso, deve-se manter piscinas e áreas de hidromassagem cobertas e manutenção periódica, limpar ralos e canaletas externas e deixar lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas para evitar a formação de poças d’água. O Ministério da Saúde também cobra atenção com plantas que podem acumular água, como bromélia e babosa. O ciclo de reprodução do Aedes aegypti, do ovo à forma adulta, pode levar de 5 a 10 dias.
    Feirinha de artes na UFRR abre vagas para expositores

    Feirinha de artes na UFRR abre vagas para expositores


    Inscrições seguem até a próxima segunda (22), no site do evento. Feirinha de Artes Caju ocorre no dia 3 de maio. Programação terá a participação de bandas locais Divulgação/CAAU Estão abertas as inscrições para expositores na 2ª...


    Inscrições seguem até a próxima segunda (22), no site do evento. Feirinha de Artes Caju ocorre no dia 3 de maio. Programação terá a participação de bandas locais Divulgação/CAAU Estão abertas as inscrições para expositores na 2ª Feirinha de Artes Caju. O evento será no próximo dia 3 na Universidade Federal de Roraima (UFRR), em Boa Vista. Podem participar artesãos, artistas plásticos, e pequenos empresários dos ramos de alimentação, confecções, decoração e paisagismo. Os interessados podem se inscrever até a próxima segunda-feira (22) através da página oficial do evento. A taxa custa R$10. A feirinha é organizada pelo Centro Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo da UFRR e será das 17h às 22h no bloco 7 do campus Paricarana, bairro Aeroporto. O evento é gratuito e aberto a toda a comunidade. A programação reúne ainda apresentação de bandas locais. Serviço O QUE: 2ª Feirinha de Artes Caju ONDE: Bloco 7 da UFRR QUANDO: 3 de maio, das 17h às 22h QUANTO: entrada franca INFORMAÇÕES: Centro Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo
    VÍDEOS: BDA de quinta, 18 de abril de 2019

    VÍDEOS: BDA de quinta, 18 de abril de 2019


    Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia - Roraima. Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia -...


    Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia - Roraima. Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia - Roraima.
    Mais de 2,5 mil se inscrevem para seletivo de professor em escolas indígenas de RR

    Mais de 2,5 mil se inscrevem para seletivo de professor em escolas indígenas de RR


    Seletivo abriu 1.463 vagas com salários de até 2,7 mil. Ano letivo 2019 ainda não começou para estudantes indígenas. A divulgação da relação de inscritos está prevista para o dia 22 de abril e o prazo para recursos das inscrições dia 23 de...


    Seletivo abriu 1.463 vagas com salários de até 2,7 mil. Ano letivo 2019 ainda não começou para estudantes indígenas. A divulgação da relação de inscritos está prevista para o dia 22 de abril e o prazo para recursos das inscrições dia 23 de abril. Divulgação/Seed Mais de 2,5 mil pessoas se candidataram ao seletivo para professor em escolas indígenas, informou Secretaria de Educação (Seed) de Roraima nesta quarta (17). Segundo a Seed, foram 2.548 inscrições para 1.463 vagas ofertadas. O cargo de professor de 1° ao 5° ano recebeu 1.057 inscrições, 802 foram para docente de 6° ao 9° ano e 689 para professor de Língua Materna. Os salários vão de R$ 3.782,94 a R$ 1.068,22. Os candidatos serão avaliados por meio de títulos, entrevista oral e escrita. Eles terão de apresentar Registro Administrativo de Documento Indígena (RANI) emitido pela Funai, comprovação de tempo de serviço e de escolaridade. A divulgação da relação de inscritos está prevista para segunda (22). Dados do censo Escolar 2018 apontam que em Roraima existem 260 escolas indígenas e 16.076 alunos matriculados. Nenhuma delas começou o letivo 2019 por falta de professores, merenda e transporte escolar.
    Roraima tem redução de assassinatos nos dois primeiros meses de 2019

    Roraima tem redução de assassinatos nos dois primeiros meses de 2019


    Com redução de duas mortes no 1º bimestre do ano, estado segue tendência no Brasil, onde queda foi de 25%. Índice nacional de homicídios criado pelo G1 acompanha os crimes violentos mês a mês em todo o país. Roraima reduziu em 4,3% o número...


    Com redução de duas mortes no 1º bimestre do ano, estado segue tendência no Brasil, onde queda foi de 25%. Índice nacional de homicídios criado pelo G1 acompanha os crimes violentos mês a mês em todo o país. Roraima reduziu em 4,3% o número de assassinatos nos dois primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2018. É o que mostra a primeira parcial do ano do Monitor da Violência publicada nesta quinta-feira (18). Em número reais, foram 44 mortes violentas no primeiro bimestre de 2019 ante 46 em janeiro e fevereiro de 2018 - uma redução de duas vítimas. Os números foram fornecidos oficialmente pela Secretaria de Segurança Pública ao levantamento mensal do G1 sobre casos de homicídio, latrocínio e lesão corporal com morte. No ano de 2018, o número de assassinatos chegou a 345 e Roraima ficou como o estado com maior número de mortes violentas no Brasil. A guerra entre facções criminosas rivais na disputa pelo controle do tráfico foi um dos principais motivos para o índice, apontam especialistas ouvidos pelo Monitor. Mortes violentas em Roraima em 2019 Na avaliação do delegado geral da Polícia Civil de Roraima, Herbert de Amorim Cardoso, essa redução no primeiro semestre tem relação, principalmente, com o controle no sistema prisional de Roraima depois da intervenção do governo federal nos presídios do estado. "Um dos motivos principais foi a intervenção, porque os crimes eram comandados de dentro da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em razão da guerra entre as facções. Com a intervenção no sistema prisional onde houve a neutralização das facções dentro do presídio", disse. Além da administração federal nas unidades prisionais do estado, que durou quatro meses, houve ainda o início da atuação da Força Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) em Monte Cristo, maior presídio do estado. Os agentes da FTIP foram enviados para retomar o controle da unidade, até então dominada por presos da facção Primeiro Comando da Capital. Eles são acusados de comandar dois massacres com 43 mortos no presídio e dar ordens para assassinatos de rivais do lado de fora. Paralelo ao combate ao crime organizado dentro dos presídios, o delegado geral também pontua que a presença da Força Nacional na rua e o reforço de agentes na Delegacia Geral de Homicídios (DGH) para agilizar nas investigações, também contribuiu para a redução de casos violentos. "Estar com a presença da Força Nacional nas ruas também coíbe o crime. A polícia ostensiva dá a sensação de segurança e isso colabora na segurança pública. A certeza da punição faz com que iniba e diminua ainda mais esses crimes". No Brasil a queda foi de 25% no número de assassinatos nos dois primeiros meses deste ano em relação ao ano passado. O Ceará teve a maior redução: 58% e apenas os estados de Rondônia (3,9%) e Amazonas (3,3%) tiveram aumentos leves, mas, mesmo assim,, mostram um movimento contrário ao resto do país. Brasil registra redução no número de mortes violentas no 1º bimestre Rodrigo Sanches/G1
    Campanha arrecada livros para ampliar acervo de bibliotecas de escolas em RR

    Campanha arrecada livros para ampliar acervo de bibliotecas de escolas em RR


    Ação é alusiva ao dia Dia Nacional do Livro Infantil nesta quinta-feira (18). Veja pontos de coleta. Objetivo da campanha é ampliar acervo disponível a estudantes Neto Talmeli/Prefeitura de Uberaba A Secretaria de Educação (Seed) de Roraima...


    Ação é alusiva ao dia Dia Nacional do Livro Infantil nesta quinta-feira (18). Veja pontos de coleta. Objetivo da campanha é ampliar acervo disponível a estudantes Neto Talmeli/Prefeitura de Uberaba A Secretaria de Educação (Seed) de Roraima lançou nesta quinta-feira (18), Dia Nacional do Livro Infantil, uma campanha de arrecadação de livros para bibliotecas e salas de leitura de escolas estaduais. A campanha, que vai até 18 de maio, foi batizada de “Doe livros infantojuvenis e dê asas à imaginação”. O objetivo da ação é ampliar o acervo de livros disponíveis aos estudantes. A arrecadação ocorre em dois pontos de coleta a partir de segunda (22). Um deles é a Biblioteca Pública do Estado, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi, Praça do Centro Cívico de Boa Vista, e também no prédio da Seed, que fica na Rua Barão do Rio Branco, n° 1495, Centro.
    Cadeirante e três jovens são presos com três quilos de droga e quase R$ 10 mil em RR

    Cadeirante e três jovens são presos com três quilos de droga e quase R$ 10 mil em RR


    Suspeitos foram encaminhados para audiência de custódia nesta quinta-feira (18). Suspeitos foram presos em flagrantes e levados a DRE Divulgação/Polícia Civil Quatro homens foram presos em flagrante por suspeita de tráfico de drogas em...


    Suspeitos foram encaminhados para audiência de custódia nesta quinta-feira (18). Suspeitos foram presos em flagrantes e levados a DRE Divulgação/Polícia Civil Quatro homens foram presos em flagrante por suspeita de tráfico de drogas em diferentes bairros da zona Oeste de Boa Vista nessa quarta-feira (17). Um dos envolvidos é cadeirante. Com eles foram apreendidos três quilos de entorpecentes, um carro, uma motocicleta e quase R$ 10 mil. Foram presos Reilon Histon dos Santos Morais, conhecido como "Complicado", de 24 anos, Ilton César Souza Silva, 30, Paulo Ricardo da Silva Bezerra, 22, e Abisaí Marques da Silva, também chamado de “Zazá”, de 22. A prisão dos suspeitos foi realizada após investigações da Delegacia de Repressão ao Entorpecente (DRE) e do Departamento de Narcóticos (Denarc), que apontaram a atuação da quadrilha na comercialização de drogas no bairro Santa Teresa. Após chegar ao local, os agentes flagraram o momento em que Ilton Silva entregava três invólucros de entorpecente e uma garrafa pet com pasta base de cocaína para Paulo Bezerra e fizeram a abordagem. Além das drogas, após revistar Ilton os policiais apreenderam pouco mais de R$ 100. Segundo a DRE, as drogas seriam repassadas para "Complicado", que é cadeirante, para fazer a distribuição por vários bairros da cidade. A investigação apontou ainda que Paulo havia aceitado fazer transação para quitar uma dívida de R$ 200, referente a compra de entorpecentes para consumo próprio. Foram apreendidos três quilos de entorpecentes, um carro, uma motocicleta e quase R$ 10 mil Divulgação/Polícia Civil Com os dois suspeitos detidos, os agentes fizeram buscas pela casa de Ilton Silva, no bairro Dr. Silvio Leite, onde foram encontrados uma balança de precisão, uma balaclava e R$ 8.650. Durante diligências no mesmo bairro, os policiais efetuaram a prisão do "Complicado" e do "Zazá", que estavam em uma residência. A dupla tentou fugir, mas foi contida pelos agentes. Com eles foram apreendidos uma moto e pouco mais de R$ 1,2 mil. De acordo com o delegado titular da DRE, Leonardo Barroncas, Reilon Morais, já havia sido preso em setembro de 2018 pelo mesmo crime. Em seguida foi lavrado um Auto de Prisão em Flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Os suspeitos formam encaminhados para audiência de custódia nesta quinta-feira (18).

    Homem é atacado a tiros ao ir cobrar dívida de cliente em Boa Vista


    Vítima, de 40 anos, foi socorrida com vida; suspeitos fugiram. José Alan Ferreira Maia, de 40 anos, foi baleado na tarde nesta quarta-feira (17) na zona Oeste de Boa Vista. Os suspeitos de atirar contra ele estavam de moto e fugiram. Maia, que é...

    Vítima, de 40 anos, foi socorrida com vida; suspeitos fugiram. José Alan Ferreira Maia, de 40 anos, foi baleado na tarde nesta quarta-feira (17) na zona Oeste de Boa Vista. Os suspeitos de atirar contra ele estavam de moto e fugiram. Maia, que é topógrafo, havia prestado um serviço e foi encontrar um cliente para receber o pagamento. Quando estava na rua José Francisco, ele foi alvejado com dois tiros. Um atingiu sua cabeça e o outro, o tórax. Parentes dele disseram à Polícia Militar que Maia já havia recebido uma carta contendo ameaças, mas ninguém soube informar quem seriam suspeitos. O topógrafo foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Geral de Roraima (HGR), onde segue internado.
    VÍDEOS: JRR 2 de quarta, 17 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRR 2 de quarta, 17 de abril de 2019


    Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição. Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª...


    Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição. Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição.

    Confira o que abre e o que fecha no feriado da Semana Santa em Roraima


    Com a decretação do ponto facultativo, feriado prolongado se inicia nesta quinta-feira (18). Veja o que funciona. O horário de funcionamento dos serviços de saúde, transporte público, escolas, agências bancárias e outras repartições pública...

    Com a decretação do ponto facultativo, feriado prolongado se inicia nesta quinta-feira (18). Veja o que funciona. O horário de funcionamento dos serviços de saúde, transporte público, escolas, agências bancárias e outras repartições pública serão alterados durante o feriado da Semana Santa. O governo do estado decretou ponto facultativo nesta quinta-feira (18). O G1 listou os serviços essenciais que serão mantidos. Confira abaixo o que abre e o que fecha na cidade: Transporte público Sexta (19) - ônibus circularão com 85% da frota e táxi-lotação das 8h às 12h Sábado (20) - ônibus circularão com 85% da frota e táxis-lotação das 6h às 14h Domingo (21) - ônibus vão circular com 75% da frota e o táxi lotação das 8h às 12h Coleta de lixo O serviço de coleta de lixo domiciliar será mantido durante o feriado de prolongado. Bancos Agências bancárias de todo estado funcionarão normalmente nesta quinta (18), e os serviços serão suspensos na sexta (19) e retomados somente na segunda (22). Educação As escolas da rede municipal e estadual não terão aulas nesta quinta e sexta. Saúde Durante o feriado prolongado, serão mantidos os setores de urgência e emergência das seguintes unidades e serviços: Hospital da Criança Santo Antônio Pronto Atendimento Airton Rocha Pronto Socorro Francisco Elesbão Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazaré Pronto Atendimento Cosme e Silva Unidades de Saúde do interior Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Segurança Os serviços de segurança pública serão mantidos na capital e no interior do estado nos seguintes órgãos: Guarda Civil Municipal Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran) Central de Atendimento da Prefeitura 156 Polícia Militar Corpo de Bombeiros Central de Flagrantes da Polícia Civil no 5ª Distrito Policial Caer A Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caer) estará com as agências fechadas na quinta e na sexta , mas voltam a funcionar na segunda (22), onde haverá expediente normal de atendimento ao público das 7h30 a 17h30. Já o serviço de Call Center, por meio do 0800 280 9520, funcionará normalmente das 7h às 18h e haverá regime de plantão para o a manutenção das redes de água e esgoto e atendimento de ocorrências, bem como das estações de tratamento e estações elevatórias. Shoppings Durante o feriado de Paixão de Cristo, celebrado nesta sexta (19), o shopping do bairro Cauamé, na zona Norte de Boa Vista, funcionará em horário diferenciado. Veja abaixo: Lojas - 14h às 22h Praça de alimentação - 12h às 22h Academia - 9h às 15h Supermercado - 9h às 21h Cinema terá programação normal O shopping do bairro Caçari, zona Leste, também funcionará em horário diferenciado: Lojas e quiosques - 14h às 22h Praça de alimentação - 11h às 22h Academia - 9h às 15h Loteria - 14h às 18h Correios: fechado Cinema terá programação normal
    VÍDEOS: JRR 1 de quarta, 17 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRR 1 de quarta, 17 de abril de 2019


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª...


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição.
    Governador de RR diz que não teme CPI da Saúde: 'gostaria que fizessem trabalho honesto'

    Governador de RR diz que não teme CPI da Saúde: 'gostaria que fizessem trabalho honesto'


    Deputados pediram CPI na Ale-RR após ex-secretário de Saúde denunciar esquemas de corrupção na pasta: 'não sobra para investir no sistema público'. Antonio Denarium Reprodução/Rede Amazonica Roraima O governador Antonio Denarium (PSL) disse...


    Deputados pediram CPI na Ale-RR após ex-secretário de Saúde denunciar esquemas de corrupção na pasta: 'não sobra para investir no sistema público'. Antonio Denarium Reprodução/Rede Amazonica Roraima O governador Antonio Denarium (PSL) disse nesta quarta-feira (17) que não teme a CPI da Saúde que deve ser instalada na Assembleia Legislativa de Roraima (Ale-RR) para investigar denúncias feitas pelo ex-gestor da pasta, Ailton Wanderley, além de falta de medicamentos e materiais nos hospitais. "Eu aprovo a CPI e gostaria que deputados fizessem um trabalho honesto, justo e transparente. Não temos interesse em beneficiar ou prejudicar ninguém. As irregularidades apresentadas tem que ser publicizadas e levadas a toda a sociedade”, disse. Nesta quarta, o governador participou de cerimônia de entrega de quatro ambulâncias para atender às cidades de São Luiz, São João da Baliza, e Rorainópolis, todas no Sul do estado. Os veículos, no entanto, ainda não têm data para chegar aos municípios. “Nosso compromisso é acabar com a corrupção, dar transparência nas contas do estado e melhorar a qualidade dos serviços públicos”, afirmou Denarium. "Não podemos mais viver em um estado em que parte dos recursos são desviados e os benefícios nunca chegam à população”. O requerimento que pede a abertura da CPI foi protocolado na Assembleia Legislativa na semana passada. Ele teve 18 assinaturas, mais que o dobro do exigido (1/3 dos 24 deputados) para que uma CPI seja aberta na Casa. Ao entregar o pedido, o deputado Renato Silva (PRB) disse que, caso seja instalada, a CPI também de investigar falta de medicamentos e materiais médico-hospitalares em unidades de saúde e o suposto descumprimento contratual da cooperativa que presta serviços à Secretaria. Ao deixar o cargo, no início deste mês, o ex-secretário de saúde declarou que há diversos esquemas para favorecimento em contratos envolvendo políticos, empresas e até mesmo servidores da própria secretaria. O governo afirma investigar as denúncias. Procurada nesta quarta, a Superintendência de Comunicação da Ale-RR informou que o requerimento que pede a CPI "está tramitando internamente na Casa, para posterior análise da Mesa Diretora, e consequentemente a indicação dos membros conforme previsão no Regimento Interno".
    Governo entrega ambulâncias a 3 municípios, mas veículos não têm data para chegar às cidades

    Governo entrega ambulâncias a 3 municípios, mas veículos não têm data para chegar às cidades


    Quatro ambulâncias foram adquiridas por R$ 680 mil e devem atender as cidades de Caroebe, São João da Baliza e São Luiz, todas no Sul de Roraima. Licenciamento e tombamento impedem entrega imediata: 'entraves burocráticos', diz secretário....


    Quatro ambulâncias foram adquiridas por R$ 680 mil e devem atender as cidades de Caroebe, São João da Baliza e São Luiz, todas no Sul de Roraima. Licenciamento e tombamento impedem entrega imediata: 'entraves burocráticos', diz secretário. Governador Antonio Denarium (PSL) em ambulância que será entregue a municípios Emily Costa/G1 RR O governador de Roraima Antonio Denarium (PSL) entregou nesta quarta-feira (17) quatro ambulâncias para atender as cidades de Caroebe, São João da Baliza e São Luiz, todas no Sul do estado. Os veículos, no entanto, ainda não têm data definida para chegar aos municípios. Segundo Denarium, as ambulâncias foram compradas a R$ 680 mil, recurso federal alocado por indicação do deputado federal Jhonatan de Jesus (PRB) em 2017. Duas são para Caroebe (Centro de Saúde Walter Gomes e Unidade Mista), uma para São Luiz (Hospital Francisco Ricardo de Macedo) e a outra para São João da Baliza (Unidade Mista). "Na gestão anterior, durante os quatro anos, foram entregues nove ambulâncias. Nossas ações farão com que Roraima, em quatro anos, receba tudo o que não foi feito nos últimos 20 anos", disse Denarium durante seu discurso na cerimônia. A chegada dos veículos às cidades que têm juntas mais de 22 mil moradores, entretanto, ainda está indefinida por causa de "entraves burocráticos", afirmou o secretário de Saúde, coronel Elcio Franco. Ele assumiu a pasta no último dia 4, após a saída do médico Ailton Wanderley do cargo. "Elas estão com as placas mas ainda têm impostos a pagar e tudo. Você não pode, por exemplo, transitar com seu veículo sem o DPVAT pago, e o seguro [das ambulâncias] é um dos entraves, segundo me informaram ontem à noite", afirmou o secretário. Ele disse ainda que as ambulâncias também precisam ser tombadas, ou seja, incluídas no patrimônio do estado."Quando a gente adquire qualquer bem público com recursos públicos, ele tem que ser declarado. Então é um processo rápido, mas eu não sei lhe precisar quanto tempo vai levar", disse. Conforme o prefeito de São João da Baliza, Marcelo Jorge (PROS), que estava na cerimônia de entrega, o município está há mais de dois anos sem ambulância. Ambulâncias irão atender as cidades de São João da Baliza, São Luiz e Caroebe Emily Costa/G1 RR "Quando precisamos de ambulância usamos carros fretados, particulares. Uma situação extremamente difícil. Sou cobrado pela população e pelas autoridades", disse. "Seria bom se [a ambulância] fosse hoje, mas sendo resolvido gente vai recebê-la para atender a nossa população". Representantes das prefeituras de Caroebe e São Luiz disseram que em cada município só há uma ambulância e elas pertencem ao Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu). "Em Entre Rios [Vila de Caroebe] quando as pessoas precisam de socorro são transportadas em um [veículo modelo] gol que é cedido pela prefeitura", disse a vereadora Áquila de Araujo (PRB) que representou o prefeito de Caroebe Argilson Nascimento (PSDB). No início do ano, o governo decretou calamidade na Saúde pública por falta de medicamentos, materiais médico-hospitalares e o aumento do número de imigrantes venezuelanos que vem ao estado em busca de atendimento.
    Ação apreende armas, munições e carnes de caça em acampamentos clandestinos no Sul de RR

    Ação apreende armas, munições e carnes de caça em acampamentos clandestinos no Sul de RR


    Apreensão são resultados de operação conjunta entre a Cipa e o Ibama deflagrada para combater o desmatamento e queimada ilegal. Armas apreendias durante operação da Cipa e do Ibama no Sul de Roraima Cipa/Divulgação A Companhia Independente de...


    Apreensão são resultados de operação conjunta entre a Cipa e o Ibama deflagrada para combater o desmatamento e queimada ilegal. Armas apreendias durante operação da Cipa e do Ibama no Sul de Roraima Cipa/Divulgação A Companhia Independente de Policiamento Ambiental (Cipa) e o Ibama apreenderam madeira extraída ilegalmente, armas de fogo, munições e carnes de animais silvestres durante operação contra o desmatamento e queimada ilegal em Rorainópolis, no Sul de Roraima. A operação ocorreu de 2 a 16 de abril e foi desencadeada em acampamentos clandestinos montados em meio à selva para exploração ilegal de madeiram informou nesta quarta (17) a Cipa. As fiscalizações ocorreram via terrestre a aéreo. Foram apreendidos 240 toras de madeira, oito espingardas, 143 munições de variados calibres, 65 kg de carne de caça, quatro motosserras e dois tratores. Entre as carnes de caça veado, anta, mutum. Um homem, de 46 anos, foi preso durante a operação e levado à delegacia de Rorainópolis. "Durante a operação foram realizadas abordagens a caminhões madeireiros, incursões e sobrevoos na mata para verificação desmatamento e ainda fiscalização em madeireiras. Vários acampamentos clandestinos, que tinham o objetivo de exploração de madeira foram encontrados durante a fiscalização", informou. Madeira ilegal apreendida durante operação da Cipa e Ibama no Sul de Roraima Cipa/Divulgação Carne de caça apreendida durante ficalização da Cipa e do Ibama no Sul de Roraima Cipa/Divulgação Trator usado na extração ilegal de madeira apreendido pela Cipa e o Ibama no Sul de Roraima Cipa/Divulgação
    Visitas continuam suspensas em penitenciária de RR após 5 meses da atuação de agentes federais

    Visitas continuam suspensas em penitenciária de RR após 5 meses da atuação de agentes federais


    Suspensas desde novembro do ano passado, visitas seriam retomadas no dia 21 de abril, mas foi adiada e nova data ainda não foi divulgada. Imagem mostra muralha que divide a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, na zona Rural de Boa Vista Alan...


    Suspensas desde novembro do ano passado, visitas seriam retomadas no dia 21 de abril, mas foi adiada e nova data ainda não foi divulgada. Imagem mostra muralha que divide a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, na zona Rural de Boa Vista Alan Chaves/G1 RR/Arquivo A retomada das visitas aos detentos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, prevista para o dia 21 deste mês, foi adiada pelo governo do estado. O acesso de familiares ao presídio está suspenso há cinco meses, desde que a Força Tarefa de Intervenção Penitenciária começou a atuar na unidade. Em comunicado divulgado nessa terça (16), o governo informou que uma nova data será anunciada até o dia 25. A previsão será exposta nos murais da Divisão de Inteligência e Captura, anexo ao prédio da Secretaria de Justiça e Cidadania, órgão responsável pelo sistema prisional. "A razão do adiamento [do dia 21 de abril] se deu em função das obras de reformas do presídio, iniciadas em janeiro deste ano e se encontra em atraso, devido à ausência de material de construção apropriado no mercado local, impossibilitando acesso de pessoas ao local por questões de segurança", informou o governo. Em reforma desde novembro, quando começou a atuação da FTIP, a penitenciária não dispõe de um espaço seguro para receber os parentes dos presos, o que inviabiliza as visitas, segundo a Sejuc. O presídio de Monte Cristo é a maior unidade prisional do estado e abriga uma média de 1,4 mil presos - quase o dobro da capacidade. Com a reforma, que ocorre de um lado do presídio, os detentos ocupam 52 celas, sob a constante vigilância da FTIP. O grupo fica até outubro no presídio.
    Bombeiros atendem quase 1,5 mil incêndios em 2019 e índice chega ao 'maior da história' em RR

    Bombeiros atendem quase 1,5 mil incêndios em 2019 e índice chega ao 'maior da história' em RR


    Durante o mesmo período, 4402 focos de calor, pontos com potencial de incêndio, foram registrados no estado. A prefeitura de Amajari, Norte de RR, chegou a decretar situação de emergência devido incêndios florestais Defesa Civil/ Divulgação Do...


    Durante o mesmo período, 4402 focos de calor, pontos com potencial de incêndio, foram registrados no estado. A prefeitura de Amajari, Norte de RR, chegou a decretar situação de emergência devido incêndios florestais Defesa Civil/ Divulgação Do dia 1º de janeiro até 15 de abril, 1495 ocorrências de queimadas foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros de Roraima. Durante o mesmo período, 4402 focos de calor, pontos com potencial de incêndio, foram registrados. Segundo o coronel Gewrly Batista, estes índices são os mais altos já registrados pelos Bombeiros no estado. Ele explica que os dados são um reflexo do fenômeno ‘El Niño’, o aquecimento de águas no oceano pacífico, que interferiu na climatologia de Roraima, criando uma forte onda de calor nos últimos meses. “Superamos até mesmo 1998 em queimadas, ano considerado crítico ao ponto da ajuda de outros países ser necessária, devido a falta de experiência que o órgão ainda tinha na época com situações dessa calamidade”, comentou. Nos primeiros meses do ano Roraima foi o estado que mais registrou focos de calor em todo o país. Como consequência, a prefeitura de Amajari, Norte de Roraima, decretou situação de emergência por 90 dias em razão do alto número de incêndios florestais registrados no município, em março. No mesmo período do ano passado, foram 531 incêndios atendidos e registrados 1956 pontos e calor, números que representam menos da metade de incêndios atendidos em 2019. Coronel do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima, Gewrly Batista, aponta maior índice de queimadas já registrado no estado Pedro Barbosa/G1 RR A falta de conscientização da população, na avaliação do coronel, ainda é a principal causa de incêndios, uma vez que é considerado cultural em Roraima o ateamento de fogo em galhadas e lixo nesta época do ano. “Podemos dizer que quase 100% dos incêndios surgiram com alguma ação do homem. Na capital, já atendemos centenas deles em terrenos baldios. No interior, é a mesma coisa, tanto nas sedes de municípios como em vicinais, onde os incêndios costumam ser feitos para liberar espaço para plantações ou criação de animais”, afirmou. Para inibir a prática, o Corpo de Bombeiros e a prefeitura de Boa Vista começaram neste ano uma parceria para intensificar a fiscalização. Assim, proprietários de terrenos incendiados sem autorização são autuados após o fogo ser apagado. “Além de conscientizar quanto as consequências da prática, o município ainda realiza seu trabalho de fiscalização de forma mais eficiente”, comentou. Apesar do período de chuvas no estado estar próximo, o coronel Gewrly reforçou que Roraima ainda está sofrendo com a onda de calor e, por isso, cuidados ainda são necessários. “Até o final deste mês, pelo menos, ainda é preciso evitar fazer queimadas e o acúmulo de lixo”, alertou. O período chuvoso no estado, normalmente, ocorre de de abril a setembro, quando ocorrem as maiores precipitações.
    Operação Semana Santa da PRF reforça fiscalização nas rodovias de Roraima

    Operação Semana Santa da PRF reforça fiscalização nas rodovias de Roraima


    Fiscalização se inicia nesta quinta-feira (18) e segue até o domingo (21). Objetivo é reduzir acidentes de trânsito. Posto de fiscalização da PRF na BR-174, em Boa Vista Arquivo/G1 RR A Polícia Rodoviária Federal começa nesta quinta-feira...


    Fiscalização se inicia nesta quinta-feira (18) e segue até o domingo (21). Objetivo é reduzir acidentes de trânsito. Posto de fiscalização da PRF na BR-174, em Boa Vista Arquivo/G1 RR A Polícia Rodoviária Federal começa nesta quinta-feira (18) a Operação Semana Santa nas rodovias de Roraima. O objetivo é reduzir acidentes e evitar a violência no trânsito. A fiscalização segue até o domingo (21). O efetivo de agentes será reforçado e alocado estrategicamente por todo estado, para atuar na orientação dos condutores nos dias de maior circulação, a fim de coibir irregularidades praticadas ao volante e inibir condutas causadoras de acidentes. Segundo a PRF, serão priorizadas as abordagens educativas direcionadas a embriaguez ao volante, ao não uso do aparelho celular enquanto estiver dirigindo, ao uso da cadeirinha para transporte de crianças, assim como autuações de ultrapassagens indevidas e excesso de velocidade. A PRF orienta os condutores que forem viajar durante o feriado prolongado, que façam as revisões necessárias no veículo, com pneus em boas condições e também a utilização de outros equipamentos obrigatórios.
    Sine oferta 35 vagas de trabalho para Roraima nesta quarta (17)

    Sine oferta 35 vagas de trabalho para Roraima nesta quarta (17)


    Interessados devem comparecer ao Sine das 7h30 às 13h30. Trabalhadores interessados devem manter o cadastro atualizado no Sine Rede Amazônica/Reprodução O Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Roraima oferta 35 vagas de trabalho em diferentes...


    Interessados devem comparecer ao Sine das 7h30 às 13h30. Trabalhadores interessados devem manter o cadastro atualizado no Sine Rede Amazônica/Reprodução O Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Roraima oferta 35 vagas de trabalho em diferentes áreas de atuação nesta quarta-feira (17). Para concorrer a uma vaga o candidato deve fazer o cadastro no sistema de emprego no Departamento de Emprego, Trabalho e Renda da Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes) localizado na avenida Mário Homem de Melo, bairro Mecejana, zona Oeste de Boa Vista. É necessário apresentar a carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho e comprovante de residência atualizado. Aqueles que têm cursos na área que deseja concorrer podem levar os certificados para compor o cadastro. O atendimento é das 7h30 às 13h30. Veja a lista de vagas: Assessor de diretoria. Requisitos: experiência na carteira, falar inglês, ter disponibilidades para viajar e ensino superior na área de administração - 1 vaga Ajudante reparador. Requisitos: experiência na carteira, conhecimento em eletroeletrônica, possuir curso eletrotécnico, conhecimento telefonia predial, habilitação e ter transporte - 1 vaga Serviços gerais. Requisitos: experiência na carteira na área hospitalar, curso de higienização e disponibilidade de horário - 4 vagas Técnico de enfermagem. Requisitos: experiência na carteira estar em situação regular com o Coren - 19 vagas Técnico em manutenção de equipamentos de informática. Requisitos: ensino médio completo, experiência na carteira ou informal (apresentar declaração) em atividades técnicas como formatação de computadores, backup, compartilhamento de rede de informática e internet, cabeamento estruturado na carteira ou informal (apresentar declaração), possuir transporte, CNH AB e disponibilidade para viajar - 5 vagas Auxiliar administrativo. Requisitos: experiência na carteira, conhecimento em vendas, rotinas administrativas, noções de informática, CNH e transporte próprio - 2 vagas Retalhador de carne (Exclusivo para pessoa com deficiência). Requisitos: ensino médio completo, experiência (informal) e disponibilidade de horário - 2 vagas Copeiro (Exclusivo para pessoa com deficiência). Requisitos: Experiência na carteira na área de copeiro e disponibilidade de horário - 1 vaga
    Escola do Legislativo oferta mais de 500 vagas para cursos de idiomas em Boa Vista

    Escola do Legislativo oferta mais de 500 vagas para cursos de idiomas em Boa Vista


    Ao todo são ofertadas 523 vagas entre os cursos de inglês e espanhol em diferentes níveis. Aulas serão ministradas na Escola do Legislativo, na zona Oeste de Boa Vista ALE-RR/Divulgação Estão abertas as inscrições para os cursos de idiomas da...


    Ao todo são ofertadas 523 vagas entre os cursos de inglês e espanhol em diferentes níveis. Aulas serão ministradas na Escola do Legislativo, na zona Oeste de Boa Vista ALE-RR/Divulgação Estão abertas as inscrições para os cursos de idiomas da Escola do Legislativo, unidade Silvio Botelho, na zona Oeste de Boa Vista. Ao todo, são ofertadas 523 vagas entre os cursos de inglês e espanhol em diferentes níveis. Os interessados devem efetuar a inscrição na sede da instituição, localizada na rua Sólon Rodrigues Pessoa, nº 1.313, bairro Silvio Botelho, das 8h às 22h. As oportunidades são para maiores de 16 anos. As aulas se iniciam no dia 24 de abril e as turmas de espanhol a partir do dia 5 de maio. No ato do cadastro é necessário apresentar documentos pessoais como RG, CPF, comprovante de residência e números de telefone para contato. Outra informações podem ser obtidas pelo telefone (95) 98402-3402. Outro curso ofertado pela instituição que também está com vagas abertas é o “Poder da Comunicação”. As aulas são indicadas para quem deseja controlar a timidez, melhorar a comunicação na hora da venda ou no atendimento ao público. Confira o quadro de cursos: Cursos disponíveis
    VÍDEOS: JRR 2 de terça, 16 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRR 2 de terça, 16 de abril de 2019


    Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição. Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª...


    Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição. Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição.
    VÍDEOS: JRR 1 de terça, 16 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRR 1 de terça, 16 de abril de 2019


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª...


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição.
    Justiça do Trabalho determina que Codesaima recontrate servidores demitidos em RR

    Justiça do Trabalho determina que Codesaima recontrate servidores demitidos em RR


    Decisão obriga que o governo cumpra decisão em até cinco dias sob risco de multa diária de R$ 1 mil. Governo informou que vai cumprir, mas que deve recorrer. Prédio da Codesaima fica no bairro Mecejana, zona Oeste de Boa Vista Marcelo Marques/G1...


    Decisão obriga que o governo cumpra decisão em até cinco dias sob risco de multa diária de R$ 1 mil. Governo informou que vai cumprir, mas que deve recorrer. Prédio da Codesaima fica no bairro Mecejana, zona Oeste de Boa Vista Marcelo Marques/G1 RR/Arquivo O juiz do trabalho Gleydson Ney Silva da Rocha determinou nessa terça-feira (16) que a Companhia de Desenvolvimento de Roraima recontrate quatro servidores demitidos. A decisão deve ser cumprida em até cinco dias pelo governo do estado sob risco de multa de R$ 1 mil diário. Todos os servidores demitidos eram concursados e foram dispensados sob a justificativa da impossibilidade financeira e econômica da empresa que possui economia mista. O juiz considerou, no entanto, que esse motivo não se comprovou. Quase 90 servidores da Codesaima foram demitidos em fevereiro. "Os reclamantes foram admitidos durante o rígido processo de intervenção judicial, sendo inclusive convocados pelo interventor e por ele empossados. Houvesse mesmo essa impossibilidade financeira, o interventor sequer os teria empossado porque em seu plano de intervenção judicial. [...] Além disso, houvesse mesmo essa incapacidade financeira, o primeiro passo para reduzir essa deficiência seria dispensar os cargos comissionados, e não os concursados", destacou o magistrado em um trecho da decisão. O governo do estado informou em nota que vai cumprir a decisão da Justiça do Trabalho, mas que vai recorrer da decisão. A reintegração dos quatro servidores aos cargos deve ser nas "mesmas condições de trabalho similares a que cumpriam antes da dispensa, observando as limitações das condições de saúde deles". Em fevereiro deste ano, o governo demitiu 88 servidores da Codesaima. O corte em massa ocorreu logo após o fim da intervenção judicial no órgão. O anúncio da demissão foi feita pelo presidente Anastase Popoortzis. Todos os funcionários demitidos haviam sido efetivados recentemente, após concurso realizado em 2017. As convocações foram feitas de 2018 até janeiro de 2019.
    Audiência sobre legalização de transportes alternativos lota câmara de Boa Vista

    Audiência sobre legalização de transportes alternativos lota câmara de Boa Vista


    Audiência ocorreu na manhã desta terça-feira (16). Sessão da Câmara Municipal de Vereadores de Boa Vista esteve lotada em audiência pública sobre legalização de serviços de transporte alternativos Pedro Barbosa/G1 RR Taxista, moto-taxistas e...


    Audiência ocorreu na manhã desta terça-feira (16). Sessão da Câmara Municipal de Vereadores de Boa Vista esteve lotada em audiência pública sobre legalização de serviços de transporte alternativos Pedro Barbosa/G1 RR Taxista, moto-taxistas e motoristas de aplicativos lotaram a plenária da Câmara de Vereadores de Boa Vista em audiência pública para debater a regulamentação de serviços de transportes alternativos na manhã desta terça-feira (16). A audiência foi convocada pelos vereadores Mirian Reis (PHS) e José Francisco Albuquerque (PC do B), e contou com representantes de cada categoria de serviço de transporte. “A regulamentação dos transportes alternativos precisa ser pauta por eles já fazerem parte da realidade do nosso dia a dia e serem concorrentes aos taxistas e motoristas de ônibus”, comentou Mirian. A vereadora Mirian Reis (PHS) preside audiência pública sobre legalização de serviços de aplicativos e mototáxi Pedro Barbosa/G1 RR Taxistas Sobre motoristas de aplicativos, o presidente da Cooperativa de Taxistas de Roraima, Luíz Alves, disse que a legalização dos serviços poderá dar margem para uma fiscalização quanto ao número de motoristas por aplicativo, para que a concorrência seja mais justa. “Somos contrários à legalização no sentido de concorrência, mas esperamos que haja fiscalização ao ocorrer. Estamos com um número estagnado de motoristas desde 2002, sem direito a ter mais um por causa de um teto populacional. Por que esse limite não deve se estender a esses serviços?”, explicou. Para o presidente do Sindicato dos Taxistas de Roraima, Francisco Sales, a legalização dos serviço de mototáxi pode contribuir para o aumento de acidente de trânsito no estado. “O número de acidentes de motos em Roraima já é exorbitante. A legalização de serviços só irá piorar esse cenário, pois haverá um ‘incentivo’ para tais atividades continuarem ocorrendo. A própria prefeita de Boa Vista (Teresa Surita) já disse que não apoiaria essa legalização durante seu mandato”, afirmou. Presidente do Sindicato dos Taxistas de Roraima, Francisco Sales Pedro Barbosa/G1 RR Transportes alternativos Para Luiz Ronald Magalhães, presidente da Cooperativa de Mototaxistas de Roraima, cujo CNPJ existe há um ano e quatro meses, o serviço precisa ser legalizado por já ser reconhecido pela população de Boa Vista. Segundo ele, apenas na capital, os mototaxistas fazem 15 mil corridas por mês. “Queremos trabalhar de maneira correta, pagando nossos impostos, oferecendo nosso serviço dentro da legalidade. O lotação pode falhar em sua rota, Uber pode cobrar caro e ônibus demora. Por isso, o mototáxi é uma alternativa extra em meio a esses problemas. Trabalhamos 24 horas por dia, pegamos a pessoa em casa e deixamos exatamente onde ela quer estar”, contou. Presidente da Cooperativa de Mototaxistas de Roraima, Luiz Ronald Magalhães Pedro Barbosa/G1 RR Para o motorista de Uber e 99 Táxi, apontado como representante da categoria de prestadores de serviços de transporte por aplicativos no estado, Clésio Correa, é preciso respeitar as políticas adotadas por cada empresa do tipo. “A legalização é de grande interesse nosso. Queremos que aplicativos sejam reconhecidos pela prefeitura. Só não podemos permitir que haja controle no número de motoristas, pois essa determinação é de cada aplicativo. Sem falar que muitos trabalham de forma informal, como uma renda extra, então não há como realmente ter controle sobre cada motorista”, contou.

    Operação da PF investiga grupo por fraudes em concessão de crédito rural em RR


    Ação cumpre quatro mandados de busca e apreensão em Boa Vista; imóvel avaliado em R$ 1,4 milhão foi sequestrado. A Polícia Federal em Roraima deflagrou nesta quinta-feira (16), em Boa Vista, a operação Assucena 2 contra um grupo envolvido em...

    Ação cumpre quatro mandados de busca e apreensão em Boa Vista; imóvel avaliado em R$ 1,4 milhão foi sequestrado. A Polícia Federal em Roraima deflagrou nesta quinta-feira (16), em Boa Vista, a operação Assucena 2 contra um grupo envolvido em desvio de recursos públicos federais através de fraudes na concessão de operações de crédito rural. Segundo a PF, são cumpridos quatro mandados de busca e apreensão concedidos pela Justiça Federal. No decorrer desta manhã, foi feito o sequestro de um imóvel avaliado em R$ 1,4 milhão que pertence ao principal investigado na ação, além da apreensão de documentos e de um veículol. A primeira fase da operação foi deflagrada em outubro passado com o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão do líder do grupo criminoso. O grupo abria contas junto à Caixa Econômica Federal e pleiteava créditos rurais e empréstimos para empresas de fachada, como se os valores fossem destinados a grandes produtores rurais e criadores de gado em Roraima. O nome da operação, conforme a PF, remete ao nome comercial utilizado pelo principal investigado.
    Ex-policial denunciava tráfico em condomínio e foi assassinado em emboscada, diz MPRR

    Ex-policial denunciava tráfico em condomínio e foi assassinado em emboscada, diz MPRR


    Dois suspeitos foram denunciados à Justiça pelo crime. Ex-policial civil Francisco das Chagas Santos, de 63 anos, foi assassinado no mês passado. Francisco das Chagas Santos, de 63 anos, era policial do antigo Território Federal de Roraima ...


    Dois suspeitos foram denunciados à Justiça pelo crime. Ex-policial civil Francisco das Chagas Santos, de 63 anos, foi assassinado no mês passado. Francisco das Chagas Santos, de 63 anos, era policial do antigo Território Federal de Roraima Divulgação O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) denunciou Daniel Mesquita Oliveira e Sebastião da Silva Pinto, vulgo “Sombra do Mal”, pelo assassinato do ex-policial civil Francisco das Chagas Santos, de 63 anos, em Boa Vista, no mês passado. De acordo com a denúncia da Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri, os dois armaram uma emboscada para assassinar o ex-policial. Uma das motivações do crime foi o comportamento da vítima, que fazia constantes reclamações e interferências contra o tráfico de drogas praticado na área do condomínio em que o policial civil residia, o residencial Vila Jardim, na zona Oeste da cidade. Segundo o MPRR, consta nas investigações que Daniel e Sebastião agiram na companhia de uma terceira pessoa que ainda não identificada. O terceiro suspeito ficou na porta que dá acesso ao apartamento, a fim de dar cobertura e facilitar a fuga dos criminosos. Se a Justiça acolher a denúncia do MPRR, os denunciados responderão pelo crime de homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, dissimulação e recurso que dificultou a defesa da vítima e delito praticado contra agente da segurança pública, com aumento de pena pelo fato de o crime ter sido contra uma pessoa acima de 60 anos. O Ministério Público também requer a condenação dos denunciados por porte ilegal de arma de fogo e por integrarem organização criminosa armada, de acordo com o apurado nas investigações. Um dos suspeitos foi preso no dia seguinte ao crime. Francisco das Chagas pertencia ao quadro da União e prestou serviço à Secretaria de Segurança Pública de 1995 a 2003. Outro crime O denunciado Sebastião da Silva Pinto, vulgo Sombra do Mal, é ainda réu em outro processo por tentativa de homicídio duplamente qualificado. O crime ocorreu na noite de Natal de 2016, também no condomínio Vila Jardim. De acordo com a denúncia oferecida pelo MPRR, o réu desferiu golpes de faca contra a vítima, após ela tentar intervir numa discussão entre o denunciado e outras pessoas. Em razão do crime, o réu vai a julgamento no próximo dia 24 de abril, na 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Boa Vista.
    Sem estrutura, servidores improvisam equipamentos para atender pacientes no Núcleo de Reabilitação Física de Roraima

    Sem estrutura, servidores improvisam equipamentos para atender pacientes no Núcleo de Reabilitação Física de Roraima


    Profissionais também reclamam da situação de abandono do prédio, cobram limpeza e instrumentos adequados. Governo informou que contratação de empresa para limpeza predial está em andamento e é feita cotação para aquisição de materiais....


    Profissionais também reclamam da situação de abandono do prédio, cobram limpeza e instrumentos adequados. Governo informou que contratação de empresa para limpeza predial está em andamento e é feita cotação para aquisição de materiais. Equipamentos usados em tratamentos de pacientes estão deteriorados Arquivo pessoal Servidores do Núcleo de Reabilitação Física denunciaram ao G1 nesta terça-feira (16) o abandono e a falta de equipamentos. Localizada no Canaã, zona Oeste de Boa Vista, a unidade atende, principalmente, vítimas de acidente de trânsito que precisam de tratamento ortopédico. Sem estrutura, com equipamentos deteriorados e falta de instrumentos adequados para atender os pacientes, servidores têm atuado de maneira improvisada. O Núcleo é de responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde. Imagens enviadas pelos servidores mostram a área externa do Núcleo tomada pelo mato, forro caindo, teto sujo de fezes de pombos e cadeiras com forro rasgado nas recepções dos consultórios. "O prédio está abandonado. Desde novembro do ano passado que não é feita higienização na área externa, só na parte de dentro. Se continuar assim, daqui a pouco esse lugar, que era pra ser de tratamento de saúde, vai estar em condições insalubres", disse um funcionário que pediu para não ser identificado. Em nota, a Sesau informou que "está trabalhando para regularizar o processo de contração das empresas que realizam a manutenção predial do Núcleo Estadual de Reabilitação Física". Profissionais improvisam e usam ligas de câmaras de ar nos atendimentos Arquivo pessoal Para driblar a falta de falta de equipamentos adequados à reabilitação, os servidores têm contado até com a ajuda dos próprios pacientes. "Um paciente trouxe ligas de câmara de pneus e assim fazemos os exercícios que deveriam ser feitos com elásticos específicos para fisioterapia", afirmou outro servidor, também sob condição de anonimato. "Temos de usar nossa criatividade para atendê-los dentro do possível", complementou outra. Acerca dos equipamentos, a Sesau afirmou que "os processos para aquisição dos materiais permanentes também estão em fase de cotação". O Núcleo de Reabilitação Física foi inaugurado em outubro de 2008. O espaço possui sala para o Programa de Atenção e Prevenção as Deficiências (PAPD), trabalho de assistência social, psicologia, consultórios e sala onde ocorrem os atendimentos fisioterapêuticos. "A estrutura do prédio impacta diretamente no resultado final. São pessoas que dependem do mínimo de qualidade para atingir a recuperação em um nível excelente. Esse trabalho é tão importante quanto o da emergência de um hospital", afirmou outra servidora que lida diretamente com o público do Núcleo. Conforme os servidores, o Núcleo também está sem aparelhos de laser infravermelho e os TENS, equipamento de neurolestimulação elétrica transcutânea, utilizado no alívio de dores sintomáticas. Em média, segundo os servidores, são atendidos mensalmente mais de 400 pacientes com problemas ortopédicos. Com dívidas com fornecedores e escassez de medicamentos e insumos nos hospitais do estado, a Saúde está em situação de calamidade por 90 dias, desde fevereiro. No início deste mês, o titular da pasta pediu demissão e um coronel do Exército assumiu o cargo interinamente. Ao sair, o ex-secretário denunciou que existe corrupção sistêmica na Saúde do estado, afirmando que "não sobra para investir no sistema público". A declaração foi alvo de pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa. Estrutura do prédio do Núcelo de Reabilitação Física está em condições precárias Arquivo pessoal Núcelo de Reabilitação Física de Roraima está há meses sem manutenção na estrutura e limpeza no teto, afirmam servidores Arquivo pessoal Estrutura precária no Núcleo de Reabilitação Física de Roraima Arquivo pessoal Àrea externa tomada pelo mato no Núcelo de Reabiliação Física de Roraima Arquivo pessoal
    Dupla é detida suspeita de furtar motos do estacionamento do Hospital Geral de Roraima

    Dupla é detida suspeita de furtar motos do estacionamento do Hospital Geral de Roraima


    Suspeitos de 17 e 21 anos confessaram o crime. Caso foi registrado na Central de Flagrantes. Caso ocorreu na noite dessa segunda (15) e registrado na Central de Flagrantes, onde também funciona o 5º DP Marcelo Marques/G1 RR/Arquivo Um adolescente,...


    Suspeitos de 17 e 21 anos confessaram o crime. Caso foi registrado na Central de Flagrantes. Caso ocorreu na noite dessa segunda (15) e registrado na Central de Flagrantes, onde também funciona o 5º DP Marcelo Marques/G1 RR/Arquivo Um adolescente, de 17 anos, e um jovem, de 21, foram detidos na noite dessa segunda-feira (15), em diferentes bairros da zona Oeste de Boa Vista, suspeitos de furtar motocicletas do estacionamento do Hospital Geral de Roraima (HGR). A primeira apreensão ocorreu no bairro Mecejana, após uma denúncia anônima. Em seguida a Guarda Civil Municipal (GCM), localizou o adolescente próximo a moto. Ao fazer a abordagem, foi constatado que o veículo havia sido furtado. À GCM o suspeito confessou que havia furtado a moto no sábado (13), do estacionamento do HGR, com o uso de uma chave mestra. Ele contou ainda que no mesmo dia havia furtado outra motocicleta com a ajuda do amigo de 21 anos. Em seguida, a Guarda Civil solicitou o apoio de outra viatura, que localizou o suspeito em bar na bairro Santa Tereza. Aos agente ele confessou a participação no crime. Após detidos e os veículos apreendidos, os suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes para a realização dos procedimentos cabíveis.
    VÍDEOS: BDA de terça, 16 de abril de 2019

    VÍDEOS: BDA de terça, 16 de abril de 2019


    Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia - Roraima. Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia -...


    Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia - Roraima. Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia - Roraima.
    Três homens são presos com quase 1kg de maconha na zona Oeste de Boa Vista

    Três homens são presos com quase 1kg de maconha na zona Oeste de Boa Vista


    Segundo a Cavalaria da PM, um dos suspeitos estava com mandado de prisão em aberto e outro em prisão domiciliar. Material foi apreendido e levado à Central de Flagrantes Divulgação/PM Três homens foram presos, suspeitos de tráficos de drogas,...


    Segundo a Cavalaria da PM, um dos suspeitos estava com mandado de prisão em aberto e outro em prisão domiciliar. Material foi apreendido e levado à Central de Flagrantes Divulgação/PM Três homens foram presos, suspeitos de tráficos de drogas, no bairro Araceli, na zona Oeste de Boa Vista, na noite dessa segunda-feira (15). Segundo a Polícia Militar, um dos suspeitos estava com mandado de prisão em aberto e outro em prisão domiciliar. Com eles foram apreendidos quase 1kg de maconha. A prisão ocorreu durante patrulhamento de rotina da Cavalaria da PM, quando os suspeitos identificados como Márcio Ivaldo Silva de Oliveira, de 21 anos, Waldemilson Malaquias Araújo, de 26, e Natanael Alves Sheusa, de 30, foram localizados em frente a uma residência. Durante a abordagem, os agentes encontram com Natanael um invólucro de entorpecente e em seguida fizeram a consulta no sistema Divisão de Inteligência e Captura (Dicap), que constatou que ele os outros dois suspeitos já tinham passagem pela polícia. A busca por antecedentes criminais revelou ainda que Waldemilson Araújo estava com mandado de prisão em aberto e Natanael Sheusa em prisão domiciliar. Em seguida, a equipe da Cavalaria fez busca pela residência onde moram Márcio e Natanael e encontraram 40 invólucros de maconha, um papelote com 400 gramas de entorpecente e um tubo de vidro também contendo droga, o que totalizou quase 1kg de maconha. O material foi apreendido e os suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes, onde também funciona o 5º Distrito Policial para a realização dos procedimentos cabíveis.
    Foragido condenado por assassinato é preso em hospital de Boa Vista

    Foragido condenado por assassinato é preso em hospital de Boa Vista


    Foragido escapou da Penitenciária Agrícola durante fuga em massa em agosto passado. O foragido do sistema penitenciário Maycon Lima Nunes, conhecido como ‘Boca de Catraca’, é encontrado internado em hospital de Boa Vista Divulgação O...


    Foragido escapou da Penitenciária Agrícola durante fuga em massa em agosto passado. O foragido do sistema penitenciário Maycon Lima Nunes, conhecido como ‘Boca de Catraca’, é encontrado internado em hospital de Boa Vista Divulgação O foragido do sistema penitenciário Maycon Lima Nunes, conhecido como ‘Boca de Catraca’ foi localizado internado no Hospital das Clínicas, que serve como unidade de retaguarda para o Hospital Geral de Roraima (HGR), no bairro Pintolândia, zona Oeste de Boa Vista, no final da tarde desta segunda-feira (15). Boca de Catraca estava foragido da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc) desde o dia 13 de agosto do ano passado, quando houve uma fuga em massa de 75 detentos. Ele foi sentenciado por homicídio qualificado, roubo e posse ilegal de armas. O rastreamento foi feito por agentes da Divisão de Inteligência e Captura (Decap) da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc). As informações foram passadas pela Polícia Civil, que suspeitou de que o foragido estava na unidade. Uma equipe se dirigiu até o local e conseguiu confirmar que se tratava do foragido. A direção da unidade hospitalar foi comunicada e o foragido encaminhado ao HGR, onde ficará sob escolta até receber alta da unidade hospitalar. Posteriormente ele deverá ser entregue na Penitenciária Agrícola do Monte Cristo para dar continuidade ao cumprimento de sua pena.
    Funcionários de hospital dão festa de aniversário surpresa a morador de rua em RR: 'emocionante'

    Funcionários de hospital dão festa de aniversário surpresa a morador de rua em RR: 'emocionante'


    Aos 30 anos, Alex Pantoja se surpreendeu com festa: 'o importante é que as pessoas entendam que nem todo mundo de rua é desonesto ou ladrão'. Morador de rua é surpreendido com festa de aniversário surpresa em Roraima Morador de rua há 10 anos,...


    Aos 30 anos, Alex Pantoja se surpreendeu com festa: 'o importante é que as pessoas entendam que nem todo mundo de rua é desonesto ou ladrão'. Morador de rua é surpreendido com festa de aniversário surpresa em Roraima Morador de rua há 10 anos, Alex Pantoja mora e trabalha nos arredores de um hospital privado no Centro de Boa Vista. No último sábado (13) ele completou 30 anos e ganhou algo que jamais imaginaria: uma festa de aniversário surpresa. "Os olhos dele brilharam, e ele chorou", relatou uma das autoras da homenagem. Um vídeo gravado durante o parabéns viralizou nas redes sociais. A imagem mostra um grupo de funcionários do Hospital Lotty Íris cantando parabéns e batendo palmas. No centro, ao lado de balões coloridos, e em meio a bolo, salgadinhos e refrigerante, está um sorridente Alex. Segundo a analista de recursos humanos do hospital, Thais Oliveira, Alex foi conquistando a amizade dos funcionários pela honestidade e segurança que trouxe para a área, considerada de risco por ser próxima do "Beiral", região conhecida pelo intenso movimento de tráfico de drogas no Centro da cidade. Equipe de hospital particular em Boa Vista preparou uma festa surpresa para o morador de rua Alex, no último sábado (13) Divulgação “O caráter dele é inquestionável. Pessoas deixam carros abertos com seus pertences, ele sempre ajuda um cadeirante ou idoso precisa de ajuda para se locomover, já foi nos buscar de guarda-chuva quando estacionamos nossos carros e está chovendo, indo descoberto mesmo. E quando ganha algo pra comer, o Alex divide com os colegas da rua. Nunca soubemos de um furto sequer feito por ele”, contou. Thais comentou que é um hábito fazer festas de aniversário para funcionários, e por ver o quão querido Alex é para o hospital, resolveu planejar a surpresa para ele. “Os funcionários e até os moradores de rua que que estavam próximos, se levantaram e aplaudiram. Os olhos do Alex brilharam, e ele chorou. Eu e minha colegas também. Foi muito emocionante. Fizemos isso sem pensar em divulgação, só queríamos deixá-lo feliz”, afirmou. Ao G1, Alex contou que não esperava ganhar uma festa, e que só imaginava no máximo receber uma uma lembrancinha ou um doce do hospital. Há cinco anos que ele não comemorava seu aniversário. “Nunca imaginei que seria algo daquela proporção, assim como não achava que o vídeo da festa seria divulgado e ficaria famoso. Pensei que era uma coisa só nossa. Agora os meios de comunicação estão vindo atrás de mim". "O importante é que as pessoas entendam que nem todo mundo de rua é desonesto ou ladrão”, comentou. Ele frisou que apesar de morar na rua é feliz com a vida que leva e se sente querido e necessário por todos na região. “Houve uma época que fiquei internado no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) por 15 dias. Nesse período, acontecia um furto ou roubo por aqui todo dia. Então me sinto útil. Gosto de lavar carro, de cuidar. Me sinto feliz com a vida que tenho”, afirmou. Alex conta que possui graduação em ciência da computação e foi professor no sistema S antes de sair da casa da sua mãe e virar morador de rua, em 2009. Ele passou a ser cuidador de veículos da região do hospital após um colega de rua pedir para ele tomar conta do espaço. O morador de rua Alex fez 30 anos em aniversário comemorado por equipe de hospital particular em Boa Vista Divulgação Vídeo polêmico Em 2018, um vídeo que mostrava Alex tentado abrir o carro de um médico após ele ter trancado com a chave dentro viralizou na web. No registro, a pessoa que filmou apontou que um furto estava ocorrendo. A filmagem gerou tanta repercussão, que o médico voltou para o local e gravou um vídeo desmentindo o boato, cinco horas depois. Alex conta que foi alvo de xingamentos e agressões antes do esclarecimento. “Policiais me colocaram com a cara no chão, quase quebraram minha clavícula e só não me levaram para a delegacia pois o pessoal do hospital interveio. Quando me mostraram a filmagem nas redes sociais, vi ameaças de morte. Não consegui dormir por uns oito dias com medo”, contou. Alex, que é morador de rua há 10 anos, conta que é feliz com a vida que tem na região central de Boa Vista Pedro Barbosa/G1 RR O vídeo de retratação também viralizou, sendo até utilizado por páginas de redes sociais com alcance nacional para levantar o debate sobre o preconceito com moradores de rua. “Já teve gente que me acordou só para tirar foto comigo. Eu só dizia ‘me deixa dormir, por favor’. Eu até brincava dizendo ‘isso aqui virou procissão agora?’. Eu posso ser morador de rua, mas tenho educação, sou honrado, nunca roubei na vida, e tenho orgulho disso”, afirmou Alex. O morador de rua Alex conta que se sente útil tomando conta da segurança da área do hospital em Boa Vista Pedro Barbosa/G1 RR
    VÍDEOS: JRR 2 de segunda, 15 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRR 2 de segunda, 15 de abril de 2019


    Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição. Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª...


    Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição. Assista aos vídeos exibidos no Jornal de Roraima - 2ª Edição.
    Venezuelanos moram há 3 meses em ônibus abandonado na fronteira do Brasil

    Venezuelanos moram há 3 meses em ônibus abandonado na fronteira do Brasil


    De forma improvisada, dez pessoas se abrigam no veículo todos os dias. Eles querem ajudar a família trabalhando no Brasil e só devem retornar à Venezuela quando a situação melhorar. Ônibus abandonado onde vivem imigrantes fica próximo a...


    De forma improvisada, dez pessoas se abrigam no veículo todos os dias. Eles querem ajudar a família trabalhando no Brasil e só devem retornar à Venezuela quando a situação melhorar. Ônibus abandonado onde vivem imigrantes fica próximo a fronteira, na cidade de Pacaraima REUTERS/ Pilar Olivares Dez imigrantes venezuelanos pobres que fugiram da crise de seu país não foram longe quando cruzaram para o Brasil: eles vivem há três meses em um ônibus abandonado em Pacaraima (RR), no lado brasileiro, pouco depois da fronteira entre os dois países. Todos dormem sobre pedaços de papelão, exceto pelo sortudo que consegue ficar numa rede. Para comer, cozinham em uma fogueira próxima à porta de um ônibus Mercedes Benz de 1983 sem motor. Entre os imigrantes, estão duas crianças que frequentam a escola local todas as manhãs. Sem dinheiro, trabalham fazendo bico, enchendo os carros e picapes de outros venezuelanos que atravessam a fronteira com o Brasil para comprar comida e mercadorias que faltam em casa. "Estamos morando neste ônibus há três meses", diz Hildemaro Ortiz, 24, de Punta de Mata, no leste da Venezuela. Ele espera se mudar para uma cidade brasileira maior quando seu filho cruzar a fronteira. Ortiz e seus companheiros de ônibus fazem parte de uma enxurrada de venezuelanos que se espalham pela América Latina, muitas vezes impulsionados pela fome e desesperados para escapar de uma economia em queda livre na nação rica em petróleo, mas abalada pela carência de alimentos e blecautes. Dezenas de milhares de migrantes fugiram da agitação política e econômica na Venezuela por Pacaraima, a única via de acesso para o Brasil, criando tensão na fronteira. Cerca de 3,7 milhões de pessoas deixaram a Venezuela nos últimos anos, principalmente por meio da Colômbia, segundo o Banco Mundial. Os venezuelanos Hildemaro Ortiz e Ixora Sanguino descansam em um papelão dentro do ônibus abandonado na cidade fronteiriça de Pacaraima REUTERS/ Pilar Olivares Ixora Sanguino, de 27 anos, varre o chão do ônibus e dobra os cobertores. "Eu não pensei que viveria em um ônibus, e muito menos em outro país, como este", disse a mãe de três filhos que teve que deixá-los para trás, em Ciudad Bolívar. "Não há nada na Venezuela neste momento", diz. Quando cruzou a fronteira, Sanguino dormia nas ruas. O ônibus improvisado a mantém protegida da chuva. Agora, ela está tentando juntar dinheiro para comprar uma passagem de ônibus para Boa Vista, capital de Roraima, onde pretende encontrar trabalho e enviar dinheiro para a família esfomeada em casa. Os ocupantes da estrutura de metal enferrujada, antes um ônibus expresso, sonham em retornar à terra natal um dia, quando as coisas melhorarem, mas, por enquanto, a sobrevivência é uma luta diária. O arroz cozinha em uma panela sobre o fogo em uma grelha improvisada. Geralmente eles comem arroz --ou arroz e frango, quando há dinheiro suficiente entre eles para comprar carne, diz Ixora. Um padre espanhol oferece um café da manhã para 350 venezuelanos diariamente em sua casa, mas os migrantes devem chegar antes das 6h para conseguir um lugar, explica ela. O ônibus oferece proteção contra mosquitos e contra o frio da noite, disse Ortiz. Quando surgem muitos insetos, ele coloca fogo em um papelão para afastá-los. Hildemaro Ortiz está impaciente e deseja se mudar para cidades movimentadas ao sul. "Se apenas este ônibus tivesse um motor, já estaríamos a caminho de Manaus", diz ele. Ônibus abandonado é visto em um campo na cidade fronteiriça de Pacaraima REUTERS/ Pilar Olivares
    ‘Não há expectativa sobre Venezuela voltar a abastecer Roraima’, diz porta-voz de concessionária de energia

    ‘Não há expectativa sobre Venezuela voltar a abastecer Roraima’, diz porta-voz de concessionária de energia


    País suspendeu fornecimento de energia para Roraima em meio à apagão histórico. Sem o Linhão de Guri, estado depende de térmicas que gastam R$ 3,5 milhões por dia em diesel. Sem energia da Venezuela, termelétricas estão abastecendo todo o...


    País suspendeu fornecimento de energia para Roraima em meio à apagão histórico. Sem o Linhão de Guri, estado depende de térmicas que gastam R$ 3,5 milhões por dia em diesel. Sem energia da Venezuela, termelétricas estão abastecendo todo o estado de Roraima desde o dia 7 de março Rede Amazônica Roraima/ Reprodução O diretor de Relações Institucionais da concessionária Roraima Energia, Anselmo Brasil, disse nesta segunda-feira (15) que não há expectativa sobre a Venezuela voltar a fornecer energia para o estado. O fornecimento pelo Linhão de Guri, que desde 2001 abastece Roraima, foi cortado no dia 7 do mês passado em meio a um apagão histórico no país vizinho. Desde então, o estado depende de quatro termelétricas locais que foram instaladas para complementar o fornecimento da Venezuela, mas que agora abastecem Roraima integralmente. Em visita a Roraima na semana passada o ministro de Minas e Energias, Bento Albuquerque, disse que o governo brasileiro não tem avaliação se a Venezuela vai ou não voltar a fornecer energia para Roraima, único estado fora do Sistema Interligado Nacional (SIN). "Se eles [venezuelanos] se estabilizarem e voltarem a fornecer energia, nós estaremos prontos para receber", declarou. De acordo com o diretor da Roraima Energia, com a interrupção no fornecimento da energia venezuelana, as térmicas que antes geravam 50 MW têm produzido 130 MW a mais para substituir o abastecimento do Linhão de Guri. Há ainda a previsão do aporte de mais 28,5 MW em agosto e de instalação de fontes de energia renováveis no ano que vem. "Acreditamos que acréscimo de 28,5 MW, já previsto desde outubro do ano passado, será suficiente para que nós possamos reequilibrar o sistema. Não só quanto à demanda existente quanto àquela que virá a aparecer, que cresce em média 4 ou 5% ao ano", disse. "Quanto à Venezuela voltar a fornecer energia para Roraima, não temos expectativa". Conforme Brasil, mesmo funcionado integralmente as térmicas não têm apresentado falhas. A única delas, segundo ele, ocorreu na última quinta-feira (11) quando um blecaute afetou todos os municípios do estado. Ele disse ainda que os apagões e oscilações que têm sido relatados por moradores de diferentes bairros de Boa Vista, principalmente no período da noite, estão relacionados a problemas de distribuição e não de geração de energia pelas térmicas. "São curto-circuitos, problemas em geradores, às vezes não são só episódios de sobrecarga, mas também de descargas elétricas", disse Brasil, descartando qualquer possibilidade de racionamento de energia. "No inverno, que está próximo, a demanda de energia vai cair no estado então essa é uma coisa que vai se tranquilizar”. Sem o Linhão de Guri, que abastecia 11 dos 15 municípios roraimenses, as térmicas, que são fonte mais cara de energia, consomem cerca de 1 milhão de litros de óleo diesel ao dia, o que deve gerar um rombo de R$ 1,9 bilhão a mais aos consumidores de energia ao longo do ano. O governo federal espera obter o licenciamento do Linhão do Tucuruí, cujo licenciamento ambiental se arrasta desde 2011, para retomar a obra a linha de transmissão que ligará o estado ao abastecimento de energia do restante do Brasil. A obra foi declarada de interesse nacional e está prevista para começar no segundo semestre, mas na última semana a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou que avalia uma nova licitação para a construção. O projeto visa criar uma linha de transmissão de 715 km entre Manaus (AM) e Boa Vista com 1.140 torres para colocar Roraima no SIN, sendo que aproximadamente 120 km atravessam a terra indígena Waimiri Atroari.
    VÍDEOS: JRR 1 de segunda, 15 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRR 1 de segunda, 15 de abril de 2019


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª...


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição.
    Foragido condenado por furto é capturado pela polícia em Caracaraí, RR

    Foragido condenado por furto é capturado pela polícia em Caracaraí, RR


    De acordo com a Dicap, Rocha estava foragido desde 13 de março de 2018. Foragido José Valdeci Rocha foi capturado por policiais Divulgação/ PM Policiais militares da Vila de Campos Novos, em Caracaraí, Sul de Roraima prenderam o foragido do...


    De acordo com a Dicap, Rocha estava foragido desde 13 de março de 2018. Foragido José Valdeci Rocha foi capturado por policiais Divulgação/ PM Policiais militares da Vila de Campos Novos, em Caracaraí, Sul de Roraima prenderam o foragido do sistema prisional do estado José Valdeci Rocha nesta segunda-feira (15). Ele foi abordado em via pública pela equipe da PM. Em consulta à Divisão de Inteligência e Captura (Dicap), eles descobriram que Rocha havia fugido da Cadeia de São Luiz, Sul do Estado. Ele foi condenado pelo crime de furto. De acordo com a Dicap, Rocha estava foragido desde o dia 13 de março de 2018. Os policiais conduziram o suspeito à delegacia de Caracaraí onde foi apresentado. Ele voltará a cumprir a sentença no sistema prisional.

    Ex-secretário de Agricultura de RR é processado por pagar mais de R$ 90 mil em obra não realizada


    Ministério Público de Roraima apurou que reforma no prédio da Seapa não foi executada e local tem condições precárias. O Ministério Público de Roraima ajuizou uma ação civil pública contra o ex-secretário da Secretaria de Agricultura,...

    Ministério Público de Roraima apurou que reforma no prédio da Seapa não foi executada e local tem condições precárias. O Ministério Público de Roraima ajuizou uma ação civil pública contra o ex-secretário da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) Gilzimar de Almeida Barbosa por danos aos cofres públicos no valor de R$ 93.390,90, devido o pagamento de obras não realizadas para a reforma no prédio da secretaria. A ação também foi movida contra a empresa Castelo Construções Ltda, o representante dela, e o fiscal do contrato firmado em setembro de 2017. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. O G1 tenta contato com a empresa. O Governo informou que "a manifestação deve ser apurada com as partes citadas". Na ação, ajuizada na última quinta-feira, (11) pela Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, o MP pede a indisponibilidade dos bens e o ressarcimento integral do valor referente ao dano causado ao erário e a suspensão de futuros pagamentos decorrentes do contrato firmado com a empresa para realização de obras de reforma. A ação pede ainda a condenação dos envolvidos, perda da função pública daqueles que estiverem exercendo por ocasião da sentença; suspensão dos direitos políticos por oito anos; pagamento de multa e proibição de contratar com o poder público pelo prazo de cinco anos. As investigações tiveram início após denúncias relatando condições precárias no prédio da Seapa. Em visita ao local, no começo deste ano, foram constatadas diversas irregularidades, entre elas cabines sanitárias interditadas, forro deteriorado, marcas de infiltração e parede tomada por cupins. De acordo com os MP, apesar do pagamento de fatura no valor de R$ 106.543,30, à empresa, a obra está paralisada e praticamente nenhum serviço foi executado. Segundo o promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, Luiz Antônio Araújo de Souza, mesmo com a crise financeira que assola o estado, chamou atenção o pagamento realizado à empresa que sequer realizou os serviços contratados. “O ordenador de despesas tinha plena ciência que efetuou o pagamento por serviços não prestados. O agente público, ao ser investido na função pública, assume o dever legal de pautar suas condutas com base na probidade e na legalidade, de forma que, ao agir de maneira diversa, sem zelo pelo patrimônio público, pratica ato ímprobo”, disse.
    Homem em liberdade provisória volta a ser preso por tráfico de drogas em Boa Vista

    Homem em liberdade provisória volta a ser preso por tráfico de drogas em Boa Vista


    Com ele PM apreendeu onze invólucros de maconha, três de crack e outros materiais. Suspeito foi levado à Central de Flagrantes. Suspeito foi conduzido à Central de Flagrante na tarde desse domingo (14) Marcelo Marques/G1 RR/Arquivo Um jovem de 24...


    Com ele PM apreendeu onze invólucros de maconha, três de crack e outros materiais. Suspeito foi levado à Central de Flagrantes. Suspeito foi conduzido à Central de Flagrante na tarde desse domingo (14) Marcelo Marques/G1 RR/Arquivo Um jovem de 24 anos foi preso em flagrante, suspeito de tráfico de drogas, na tarde desse domingo (14), no Centro de Boa Vista. De acordo com a Polícia Militar ele já havia sido preso pelo mesmo crime e estava em liberdade provisória. Com ele foram apreendidos uma balança de precisão, entorpecentes e dinheiro. O suspeito foi detido durante patrulhamento de rotina da PM pelo terminal de ônibus da capital. Durante a abordagem os policiais encontram com ele R$ 250. Ao ser questionado sobre a procedência do dinheiro, ele não soube informar. Testemunhas relataram à polícia, que jovem traficava drogas no bairro Caetano Filho, conhecido como “Beiral”, e que pouco ante de ser abordado pelos agentes havia jogado uma sacola com onze invólucros de maconha, três de crack e outros materiais usados no tráfico de entorpecentes. Preso, o suspeito foi conduzido à Central de Flagrantes, onde também funciona o 5º Distrito Policial para a realização dos procedimentos cabíveis.
    UFRR abre quatro vagas para professor visitante

    UFRR abre quatro vagas para professor visitante


    Oportunidades são para antropologia, veterinária, medicina e comunicação social. Salário é de R$ 9,6 mil. Inscrições se iniciam no dia 24 de abril e seguem até dias 10 de maio Divulgação/UFRR A Universidade Federal de Roraima (UFRR)...


    Oportunidades são para antropologia, veterinária, medicina e comunicação social. Salário é de R$ 9,6 mil. Inscrições se iniciam no dia 24 de abril e seguem até dias 10 de maio Divulgação/UFRR A Universidade Federal de Roraima (UFRR) divulgou edital para a contratação de professores visitantes para atuarem nos cursos de pós-graduação da instituição. Ao todo são ofertadas quatro vagas e o salário é de R$ 9.600,92. As inscrições se iniciam no dia 24 de abril. As oportunidades são para os cursos de antropologia, medicina veterinária, medicina e comunicação social com habilitação em jornalismo, com o regime de trabalho de 40h. CONFIRA O EDITAL. O candidato deve possuir diploma de doutorado, de no mínimo, há 02 anos, devidamente registrados e reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), segundo a área de formação exigida. Também é necessário ser docente ou pesquisador com produção científica relevante nos últimos 5 anos, além de apresentar outros requisitos que constam no edital. Inscrições O período segue até 10 de maio, no site da UFRR. A taxa para efetivação do cadastro custa R$ 250 e o pagamento deverá ser realizado até o dia 14 de maio. Conforme o certame, não haverá isenção da inscrição. Após realizar a inscrição pela internet, o candidato deve apresentar ou enviar via Sedex a documentação conforme consta no edital, para a Coordenação de Estudos, Seleção e Concursos (Cesc), localizada no campus Paricarana. Resultado final deve ser divulgado no dia 11 de junho. Seleção O processo seletivo será composto por análise curricular e plano de trabalho a ser desenvolvido dentro das linhas de pesquisa do Programa. A validade do seletivo será de um ano, podendo ser prorrogado.
    Assistente parlamentar é preso com pasta base na zona Oeste de Boa Vista

    Assistente parlamentar é preso com pasta base na zona Oeste de Boa Vista


    Uma adolescente, de 17 anos, que conduzia uma moto com ligação direta e estava com o assessor também foi detida. 5º DP de roraima, 5 dp de RR, 5º distrito policial, 5 distrito policial, central de flagrantes Valéria Oliveira/G1 RR/Arquivo Um...


    Uma adolescente, de 17 anos, que conduzia uma moto com ligação direta e estava com o assessor também foi detida. 5º DP de roraima, 5 dp de RR, 5º distrito policial, 5 distrito policial, central de flagrantes Valéria Oliveira/G1 RR/Arquivo Um assistente parlamentar, de 22 anos, foi preso na noite deste domingo (15) com quatro pedras de pasta base durante abordagem da Policia Militar no bairro Cauamé, zona Oeste de Boa Vista. O caso foi registrado como suspeita de tráfico de drogas. Uma adolescente, de 17 anos, que estava com o assistente também foi detida. Os dois estavam em uma moto quando foram parados na rua Nicarágua. A garota era quem pilotava o veículo. Durante revista, o entorpecente foi encontrado no bolso do assessor. À PM, ele disse que era usuário de maconha e pedra e que trabalhava para uma deputada estadual. Parte da droga tinha o "padrão geralmente encontrado em locais de venda e consumo de entorpecente", relatou a PM. A moto em que os dois trafegavam estava sem chave, em ligação direta. A adolescente disse que o veículo havia sido roubado, mas que ela não registrou boletim de ocorrência e também não disse como recuperou. Na abordagem, os dois disseram que eram amigos. No entanto, já na delegacia, segundo a PM, o assessor orientou a garota a mudar a versão e dizer que namoravam. A dupla foi levada à Central de Flagrantes, no 5º Distrito Policial.