G1 > Rondônia

    Aprenda a montar uma Taça da Felicidade


    Uma chef de cozinha foi convidada para ensinar a montar a sobremesa. Receita é versátil e pode ser alterada conforme o gosto do cozinheiro. Na culinária tem Taça da Felicidade - receita inicia no minuto 2'53 Com a proximidade da Páscoa, os doces...

    Uma chef de cozinha foi convidada para ensinar a montar a sobremesa. Receita é versátil e pode ser alterada conforme o gosto do cozinheiro. Na culinária tem Taça da Felicidade - receita inicia no minuto 2'53 Com a proximidade da Páscoa, os doces estão em alta, e que tal preparar uma Taça da Felicidade para a família? O Rondônia Rural convidou a chefe de cozinha Laura para ensinar a montar essa sobremesa que não é só deliciosa, como pode ser versátil. "Pode comer tanto na hora do almoço quanto a noite e você pode colocar as frutas que você quiser, bolo, brownie, para colocar junto com os doces e brigadeiros", explica a chefe. Você vai precisar de: 200g de brigadeiro 200g de mousse de leite em pó Morangos a gosto 200g de brownie ou bolo A quantidade de casa ingrediente pode mudar de acordo com o gosto do cozinheiro e com o tamanho da taça. Como montar a taça Primeiro coloque o brigadeiro, forrando o fundo da taça. Em seguida é a vez de fazer uma camada com o brownie (ou bolo) e os morangos fatiados. Lembre de arrumar os morangos na lateral para criar um visual mais organizado na taça. Depois faça uma camada com o mousse de leite em pó. Depois de montadas as primeiras camadas, refaça o mesmo processo quantas vezes for necessário até encher a taça. Não esqueça de decorar a parte superior com as frutas. "Não tem nenhum doce que não combine com morango. O bom do morango é que ele dá uma quebrada no doce, a maioria das pessoas gosta. Depois dele as pessoas gostam de uva e abacaxi. Para quem não gosta de muito de doce pode usar os cremes, como o quatro leites e o meio amargo", comenta a cozinheira. Com a quantidade de ingredientes indicada, a taça serve até 10 pessoas.
    Oficinas teatrais do projeto 'Desvendando Talentos' são realizadas em municípios de RO

    Oficinas teatrais do projeto 'Desvendando Talentos' são realizadas em municípios de RO


    Em cada localidade são ofertadas 20 vagas para adolescentes a partir dos 12 anos. Oficinas gratuitas são realizadas em dez localidades, de cinco municípios do estado. Projeto Desvendando Talentos vai passar por dez localidades em cinco municípios...


    Em cada localidade são ofertadas 20 vagas para adolescentes a partir dos 12 anos. Oficinas gratuitas são realizadas em dez localidades, de cinco municípios do estado. Projeto Desvendando Talentos vai passar por dez localidades em cinco municípios de RO Daiane Mendonça/Secom/Divulgação Um projeto com o objetivo de levar estudantes de escolas públicas a ingressar no teatro e, assim, desvendar novas estrelas no cenário local das artes cênicas, vai passar por dez localidades de Rondônia durante os meses de abril e maio com oficinas teatrais gratuitas. O projeto "Desvendando Talentos" teve início na última quarta-feira (17) com uma oficina na Casa de Cultura Ivan Marrocos, em Porto Velho e ainda deve passar pelos municípios de Ariquemes, Ji-Paraná, Vilhena e Guajará-Mirim até o dia 9 de maio. Também receberão as oficinas alguns distritos de Porto Velho no baixo-Madeira: Cujubim-Grande, São Carlos, Resex Cuniã, Nazaré e Calama. Em cada localidade são ofertadas 20 vagas para adolescentes a partir dos 12 anos. As aulas têm duração média de 12 horas. Outras informações podem ser obtidas por mensagem pelo telefone (69) 99323-6991 ou pelo e-mail oficina.teatropvh@gmail.com. Confira data e local das oficinas no interior do estado: Ariquemes Local: Escola Heitor Villa Lobos 22/04 - das 14h as 18h 23/04 - das 08h as 18h Ji-Paraná Local: Escola Jovem Vilela/Júlio Guerra 24/04 - das 14h as 18h 25/04 - das 08h as 18h Vilhena Local: Escola Álvares de Azevedo 26/04 - das 14h as 18h 27/04 - das 08h as 18h Guajará-Mirim Local: Escola Simon Bolívar 08/05 - das 14h as 18h 09/05 - das 08h as 18h
    Beneficiários do BPC têm novo prazo para se inscrever no CadÚnico em Porto Velho

    Beneficiários do BPC têm novo prazo para se inscrever no CadÚnico em Porto Velho


    Quem não estiver inscrito poderá ter o benefício cancelado, segundo o Ministério da Cidadania. Nascidos em janeiro serão notificados já em abril. CadÚnico pode ser feito na Semasf em Porto Velho Reprodução/Rede Amazônica O Ministério da...


    Quem não estiver inscrito poderá ter o benefício cancelado, segundo o Ministério da Cidadania. Nascidos em janeiro serão notificados já em abril. CadÚnico pode ser feito na Semasf em Porto Velho Reprodução/Rede Amazônica O Ministério da Cidadania estipulou novos prazos para que as pessoas inscritas no Benefício de Prestação Continuada (BPC) realizem a inscrição no Cadastro Único (CadÚnico). A não realização da inscrição pode resultar no cancelamento do benefício a partir de junho desse ano. O novo cronograma estabelece 12 lotes para suspensão do benefício. Eles estão divididos de acordo com a data de nascimento do beneficiário. Em Porto Velho, a Secretaria Municipal da Assistência Social e da Família (Semasf) informou que os beneficiários do BPC ainda não inscritos devem procurar um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou a Central do Cadastro Único do município, localizada na rua Quintino Bocaiúva, nº 1424, bairro Olaria. Para efetivar a inscrição é necessário que o beneficiário apresente documentos como CPF, identidade e comprovante de residência. A inscrição também pode ser feita pelo responsável familiar, que também deve portar os documentos de todas as pessoas que residem no domicílio cadastrado. Quem não tiver o CadÚnico? O beneficiário que não estiver inscrito no CadÚnico receberá uma carta de notificação do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de acordo com o cronograma determinado pela nova portaria. O comunicado irá informar a pendência de inscrição no Cadastro e quais medidas precisam ser tomadas para que benefício continue ativo. Os primeiros a serem notificados, já em abril, serão os nascidos em janeiro. Para esses, o bloqueio estará agendado para junho e suspensão em julho, caso a inscrição no Cadastro não aconteça. Novo cronograma para inscrição no CadÚnico
    Levantamento aponta médio risco para infestação do Aedes aegypti em Cacoal, RO

    Levantamento aponta médio risco para infestação do Aedes aegypti em Cacoal, RO


    Agentes de endemias constataram que os moradores precisam redobrar os cuidados com os quintais. Resultado saiu por meio do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Lira). Levantamento aponta médio risco para infestação do...


    Agentes de endemias constataram que os moradores precisam redobrar os cuidados com os quintais. Resultado saiu por meio do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Lira). Levantamento aponta médio risco para infestação do Aedes aegypti em Cacoal Reprodução/Rede Amazônica Após visitar cerca de 1,8 mil imóveis em 51 bairros de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho, agentes de endemias constataram que os moradores precisam redobrar os cuidados com os quintais. Isso porque a cidade está com médio risco para a infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Zica, Dengue e Chikungunya. O resultado saiu por meio do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Lira). De acordo com o coordenador da vigilância ambiental, Flaviano Melo, o lixo doméstico continua sendo o principal criadouro do mosquito. “Eu vou ressaltar que quando se fala em lixo doméstico, não estou falando dos quintais com mato, mas sim dos detalhes que a pessoa esquece, como uma vasilha, por exemplo, choveu, está com água e o mosquito vai usar para desovar lá dentro. Armazenar água no chão também pode se transformar em um criadouro do mosquito”, destacou Flaviano. Agora o setor de endemias deve reforçar o trabalho de orientação sobre os cuidados com os quintais, indo de casa em casa. Lixo doméstico é pode ajudar na proliferação do Aedes aegypti Reprodução/Rede Amazônica Até o momento, Cacoal já registrou pelo menos dois casos confirmados de Dengue e seis de Chikungunya. Para o setor de saúde, é necessário que toda a comunidade colabore, eliminando possíveis criadouros. “É muito importante que a comunidade faça o seu papel, inserindo no calendário semanal, um dia para fazer uma faxina no quintal, eliminando qualquer objeto que possa acumular água”, alertou a coordenadora de vigilância em saúde Ivani Gromann. As pessoas que tiverem algum sintoma das doenças transmitidas pelo Aedes, precisam procurar uma Unidade Básica de Saúde para que seja feita uma notificação. “Apresentou os sintomas da Zica, Dengue e Chikungunya, que são bem parecidos, procure uma unidade básica mais próxima, para que seja feita a notificação. Tendo a notificação, nós faremos um bloqueio parcial, para tentarmos matar o mosquito que está infectado e com isso cortaremos o ciclo de transmissão da doença”, explicou Flaviano. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    Casal é preso com arma ilegal dentro de caminhonete após tentarem fugir da PRF em Ariquemes, RO

    Casal é preso com arma ilegal dentro de caminhonete após tentarem fugir da PRF em Ariquemes, RO


    Casal passava pela BR-364, quando condutor fez manobra para fugir de abordagem, mas foram interceptados pela PRF na Avenida Canaã. Revólver calibre 32 e 14 munições foram apreendidas. Rapaz disse que pediu à namorada para esconder arma e...


    Casal passava pela BR-364, quando condutor fez manobra para fugir de abordagem, mas foram interceptados pela PRF na Avenida Canaã. Revólver calibre 32 e 14 munições foram apreendidas. Rapaz disse que pediu à namorada para esconder arma e munições dentro da bolsa. PRF/Divulgação Um homem de 24 anos, e a namorada de 19 anos, foram presos na quinta-feira (18), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), por porte ilegal de arma de fogo dentro da caminhonete que conduziam, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Segundo a PRF, a prisão aconteceu após o condutor do veículo efetuar uma manobra brusca, para fugir de uma possível abordagem no Posto de Fiscalização, no km 519, da BR-364. Os policiais começaram a fazer o acompanhamento e conseguiram abordar o veículo na área urbana da cidade, na Avenida Canaã. Durante a fiscalização, a PRF encontrou um revólver calibre 32 e 14 munições do mesmo calibre, escondidos dentro da bolsa da jovem. O rapaz confessou que era proprietário do armamento e que havia pedido para esconder os itens dentro da bolsa. Os infratores receberam voz de prisão e foram encaminhados até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Ariquemes. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Rodadas de negócios da RO Rural Show movimentam R$ 80 milhões; Porto Velho é última parada

    Rodadas de negócios da RO Rural Show movimentam R$ 80 milhões; Porto Velho é última parada


    Rodadas já aconteceram em seis municípios do interior do estado. Edição do evento, na capital, acontecerá entre os dias 25 e 27 de abril. Visitantes passam por lavouras na 7ª Rondônia Rural Show Jonatas Boni/G1 Faltando pouco mais de um mês...


    Rodadas já aconteceram em seis municípios do interior do estado. Edição do evento, na capital, acontecerá entre os dias 25 e 27 de abril. Visitantes passam por lavouras na 7ª Rondônia Rural Show Jonatas Boni/G1 Faltando pouco mais de um mês para a 8ª edição da Rondônia Rural Show, o governo do estado afirma já terem sido movimentados cerca de R$ 80 milhões com as seis edições de rodadas de negócios que antecedem a feira. A última rodada está prevista para acontecer em Porto Velho ainda esse mês. A primeira rodada de negócios aconteceu no município de Ouro Preto do Oeste. Depois dela, o evento passou por outros municípios estratégicos do estado, como Colorado do Oeste, no sul do estado, Cacoal e Rolim de Moura, na região da Zona da Mata, Costa Marques, região de fronteira com a Bolívia, e Machadinho do Oeste, no nordeste de Rondônia. A última parada está prevista para acontecer na capital Porto Velho, entre os dias 25 e 27 de abril, no Parque dos Tanques. O evento dará início à contagem regressiva de um mês para a realização da 8ª edição da Rondônia Rural Show e será a segunda edição realizada na capital. Segundo o governo, o evento deve reunir aproximadamente 50 expositores de insumos, máquinas e implementos, além de expositores da agroindústria e artesanato local. A expectativa é de que esta edição realizada na capital fortaleça a agricultura na região, além de implementar a inovação e tecnologia ao pequeno, médio e grande produtor rural. É esperado também a reunião de agricultores, técnicos, empresários e empreendedores de várias partes do Brasil e do exterior. Rondônia Rural Show Considerada a maior feira de tecnologia e agronegócio da Região Norte do Brasil, a Rondônia Rural Show chega a sua oitava edição. Em 2019, o evento contará com uma área de mais de 50 hectares de atração e já conta com cerca de 500 expositores confirmados. A feira acontece de 22 a 25 de maio no Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná. Nos quatro dias de evento os visitantes terão entre as atrações, oficinas, cursos, workshop, palestras e circuitos tecnológicos diversos e oportunidades de negócios.

    Assista ao Jornal de Rondônia 2ª Edição


    Telejornal será apresentado a partir das 18h. Assista ao Jornal de Rondônia 2ª Edição Telejornal será apresentado a partir das 18h. O G1 transmite ao vivo, diariamente, os telejornais Jornal de Rondônia 1ª edição, às 11h, e Jornal de...

    Telejornal será apresentado a partir das 18h. Assista ao Jornal de Rondônia 2ª Edição Telejornal será apresentado a partir das 18h. O G1 transmite ao vivo, diariamente, os telejornais Jornal de Rondônia 1ª edição, às 11h, e Jornal de Rondônia 2ª edição a partir de 18h.
    Foragido há 7 anos, acusado de homicídio e roubo no PA é preso após roubar bolsa de mulher em RO

    Foragido há 7 anos, acusado de homicídio e roubo no PA é preso após roubar bolsa de mulher em RO


    PM fazia patrulhamento quando viu Genézio Rosa correndo pela rua com bolsa, em Ariquemes. Infrator responde por crimes cometidos em 2011, em Parauapebas (PA). Genézio Rosa de Jesus Júnior estava foragido há sete anos e foi preso pela PM em...


    PM fazia patrulhamento quando viu Genézio Rosa correndo pela rua com bolsa, em Ariquemes. Infrator responde por crimes cometidos em 2011, em Parauapebas (PA). Genézio Rosa de Jesus Júnior estava foragido há sete anos e foi preso pela PM em Ariquemes. Jeferson Carlos/G1 Um homem de 30 anos, que estava foragido da Justiça do Pará há sete anos foi preso na quinta-feira (18), após roubar a bolsa de uma mulher e tentar fugir da Polícia Militar (PM), no Setor 5, em Ariquemes (RO), a cerca de 200 quilômetros de Porto Velho. Segundo o Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA), Genézio Rosa de Jesus Júnior é acusado de ter cometido um homicídio e um roubo, em Parauapebas (PA). De acordo com a PM, uma guarnição realizava patrulhamento pelo Setor 5, quando avistou Genézio correndo pela rua. Os policiais deram voz de parada ao suspeito, mas ele desobedeceu e continuou a fuga, sendo perseguido pela polícia. Momentos depois, o infrator se desfez de uma bolsa e invadiu uma residência para tentar se esconder da PM, mas ele acabou sendo encontrado e preso. Posteriormente, uma mulher se apresentou no local afirmando que era a dona da bolsa e que havia sido assaltada pelo infrator. O homem foi encaminhado até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Ariquemes, onde após realizar consultar nominais, a PM constatou que Genézio estava foragido da Justiça no Pará. Diante da informação, ele foi submetido ao exame de corpo de delito e levado ao Centro de Ressocialização do município, onde ficará a disposição da Justiça e deverá ser reencaminhado ao estado de origem. Crimes Segundo o TJ-PA, os crimes de homicídio em roubo foram cometidos em março de 2011, em Parauapebas (PA). Quanto ao último crime, Genezio chegou a ser condenado a sete anos e quatro meses de prisão em regime fechado, mas em novembro de 2012, foi posto em liberdade após conseguir um alvará de soltura. Consta no processo judicial do roubo, que o réu efetuou o crime em um supermercado do município no dia 14 de março, mas ao fugir do local, ele foi perseguido por seguranças e funcionários do estabelecimento. Na fuga, o assaltante chegou a efetuar alguns disparos e entrou em um bar, onde manteve o proprietário como refém. A PM foi acionada e iniciaram uma negociação para que o assaltante se entregasse. Nas tratativas, o infrator solicitou um celular para fazer uma ligação. Horas depois, ele liberou o refém e se entregou à polícia. Dias depois de ser preso, Genézio confessou à PM que havia assassinado um homem de 43 anos, no dia 7 de março daquele ano, em razão dele não ter pago R$ 200 pelos serviços de uma ampliação de uma foto. Durante o andamento do processo, o pai de Genézio chegou a se apresentar no juízo de Parauapebas, em novembro de 2012, onde informou que o filho havia se mudado para Sorriso (MT), e desde então, ele não foi mais localizado. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Capacitação sobre inovação e aumento nas vendas é oferecida de forma gratuita em Cacoal, RO

    Capacitação sobre inovação e aumento nas vendas é oferecida de forma gratuita em Cacoal, RO


    ‘Conexão Sebrae’ acontece de 26 a 28 de abril. Evento envolve palestras, oficinas, consultorias e exposições voltadas para o mundo digital. Evento do Sebrae será realizado em Cacoal Magda Oliveira/G1 Microempreendedores individuais,...


    ‘Conexão Sebrae’ acontece de 26 a 28 de abril. Evento envolve palestras, oficinas, consultorias e exposições voltadas para o mundo digital. Evento do Sebrae será realizado em Cacoal Magda Oliveira/G1 Microempreendedores individuais, microempresas, pequenas empresas e potenciais empresários podem participar de 26 a 28 de abril do ‘Conexão Sebrae’ em Cacoal (RO), na região da Zona da Mata. O evento envolve palestras, oficinas, consultorias e exposições voltadas ao mundo digital e como isso pode refletir no aumento das vendas no negócio. A participação é gratuita. De acordo com a organizadora Tuylla Ribeiro, o Conexão Sebrae é um evento voltado para a inovação e tecnologia, destinado às micro e pequenas empresas. “Teremos temas voltados ao que há de mais pertinente na gestão das empresas de empreendedorismo”, explicou Tuylla. Dentro da programação há oficinas com temas diversificados, como: marketing pessoal, técnica de vendas, atendimento ao cliente, entre outros. “Nós preparamos uma programação bem vasta, é interessante que as pessoas acessem o site da entidade para saber tudo que envolve os três dias de capacitação, para saber detalhes sobre essa programação”, destacou. As vagas são limitadas e as inscrições são gratuitas. Para participar, basta se inscrever AQUI ou procurar o escritório do Sebrae em Cacoal, localizado na rua Rui Barbosa, 1275, 1º andar, edifício Flor do Café. As oficinas serão realizadas no Cacoal Shopping, já as palestras na faculdade Unesc. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    Ministério Público pede que pais informem sobre falta de vagas em escolas de Vilhena, RO

    Ministério Público pede que pais informem sobre falta de vagas em escolas de Vilhena, RO


    Informações sobre alunos fora de sala de aula ou estudando longe de casa podem ser enviadas por e-mail. Pedido foi feito pela 2ª Promotoria de Justiça de Vilhena. MP pede que pais informem sobre crianças que estão fora da escola por falta de...


    Informações sobre alunos fora de sala de aula ou estudando longe de casa podem ser enviadas por e-mail. Pedido foi feito pela 2ª Promotoria de Justiça de Vilhena. MP pede que pais informem sobre crianças que estão fora da escola por falta de vaga em Vilhena Michele Mendes / TV Globo O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) solicitou esta semana que pais e responsáveis de crianças e adolescentes em Vilhena (RO), na região do Cone Sul, informem sobre a falta de vagas em escolas na região. De acordo com comunicado da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Vilhena, as informações sobre crianças que estudam longe de casa, por falta de vaga nas escolas perto de onde residem, ou que estão fora de sala de aula, devem ser repassadas pessoalmente à Promotoria de Justiça ou por e-mail. A Promotoria fica localizada próxima ao Fórum, na Av. Luiz Maziero, 4480, bairro Jardim América. Pelo e-mail: 1pj.vilhena@mpro.mp.br, deve ser informado o nome completo do aluno, idade e série escolar, nome do responsável, endereço completo, escola de preferência e telefone de contato.
    Plano Diretor do Município de Porto Velho está previsto para ser votado ainda em abril

    Plano Diretor do Município de Porto Velho está previsto para ser votado ainda em abril


    Vereadores dizem que aguardam a finalização do documento para submetê-lo a votação. Prefeitura afirma que plano está na última fase do processo de revisão. Plano diretor estabelece diretrizes de política urbana que poderão ser aplicadas no...


    Vereadores dizem que aguardam a finalização do documento para submetê-lo a votação. Prefeitura afirma que plano está na última fase do processo de revisão. Plano diretor estabelece diretrizes de política urbana que poderão ser aplicadas no planejamento e gestão urbana do município Detran-RO/Divulgação O Plano Diretor Participativo do Município de Porto Velho deve ser votado ainda no mês de abril. Foi o que garantiu a Câmara Municipal de Vereadores, que aguarda a finalização do documento para poder submetê-lo em votação. O documento, segundo a Prefeitura, passou por diversas revisões nas últimas semanas e está na última fase de revisão. A elaboração do plano conta com a participação da Equipe Técnica Municipal (ETM), o Conselho Municipal da Cidade (Concidade), a consultoria do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) e a Secretaria Municipal de Planejamento (Sempog). Segundo a Prefeitura, o documento está entrando na fase final de elaboração e já contou com uma série de reuniões para discutir revisões do plano. O processo de revisão já foi submetido, pela Câmara Municipal de Vereadores, a uma audiência pública, com a participação dos vereadores, representantes do executivo, técnicos da ETM, Concidade , consultoria do IBAM e cidadãos portovelhenses. O andamento do plano foi apresentado, ainda, a diversas lideranças de movimentos sociais que fizeram propostas e contribuições ao processo. Projeto está previsto para ser votado na Câmara Municipal de Porto Velho ainda este mês Pedro Bentes/G1 O que é Plano Diretor? O Plano Diretor foi definido, a partir da Constituição Federal de 1988, como um instrumento básico de política de desenvolvimento e expansão urbana. O plano ganhou ainda mais importância após a aprovação da Lei do Estatuto da Cidade, aprovada em 2001. Na prática, o plano permite que os municípios condicionem o desenvolvimento urbano com outras áreas, como a moradia com qualidade, acesso aos equipamentos e serviços de mobilidade urbana e transporte, saneamento básico, educação, assistência social e demais políticas urbanas e sociais. Basicamente, o plano prevê que o município se torne "porta de entrada" aos direitos sociais. Para isso, o Plano Diretor também deve estar alinhado com as demais normas urbanísticas, respeitando a legislação local. Por isso, durante a sua elaboração, ele deve passar por discussões com demais grupos sociais, além da aprovação pela Câmara Municipal. O Estatuto da Cidade prevê que o documento anual estabeleça diretrizes de política urbana que poderão ser aplicadas no planejamento e gestão urbana do município. Essas diretrizes são dividas em temas. O G1 selecionou abaixo algumas diretrizes, definidas até o momento, do plano diretor de Porto Velho, dividas por área de atuação. Desenvolvimento econômico sustentável Estimular o desenvolvimento de cadeias produtivas de produtos florestais não madeireiros a fim de contribuir para a redução do desmatamento, manutenção da floresta e de seus recursos naturais; Desenvolver, em parceria com diferentes setores da economia, programas de formação profissional dirigidos a jovens e adultos residentes nos distritos; Estimular a adoção de instrumentos econômicos de financiamento que possam contribuir para a preservação do meio ambiente e gerar ganhos econômicos para o Município. Meio ambiente Adotar modelos de prevenção e mitigação de impactos socioambientais em decorrência do sistema de operações das Usinas Hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, bem como da implantação de grandes projetos no território; Apoio à realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e planos de recuperação de áreas degradadas de produtores(as) familiares; Desenvolver projetos de proteção das nascentes dos igarapés, bem como de parques lineares ao longo deles, entre outras medidas que favoreçam a proteção dos igarapés e sua incorporação à cidade como elemento de qualificação do espaço urbano. Clima urbano e mudanças climáticas Orientação e afastamento das edificações de modo a favorecer a ventilação e iluminação naturais, bem como a captação e conversão mais apropriada da energia solar; Ampliar a cobertura vegetal na área urbana, com a arborização de vias, inclusive no interior das quadras para a amenização de ilhas de calor, bem como a criação de oásis urbanos com a minimização do desconforto térmico, relacionando-a, dessa forma, diretamente com a redução do consumo de energia elétrica; Restringir o licenciamento de novas construções em áreas sujeitas a inundações, enxurradas e erosões, de acordo com os limites definidos na Lei Municipal de Uso e Ocupação do Solo e disposições construtivas definidas no Código de Obras e Edificações. Mobilidade e acessibilidade Priorizar o transporte público coletivo, os modos não motorizados e os modos compartilhados, em relação aos meios individuais motorizados; Melhorar as condições de circulação fluvial para os moradores da Região do Baixo Madeira, por meio de melhorias das estruturas de embarque e desembarque nos distritos, da frequência de barcos que fazem a ligação com o Distrito Sede e considerando custos de transportes compatíveis com a renda da população que depende desse serviço; Estudos técnicos e obras de implantação de ciclovias. Saneamento básico Elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), abarcando os serviços de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, drenagem e manejo de águas pluviais urbanas, e limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; Orientar a expansão e adensamento urbanos segundo a disponibilidade, atual e futura, de infraestrutura de saneamento básico; Combater as perdas de água e estimular a racionalização de seu consumo pelos usuários; Priorizar a separação absoluta dos esgotos domésticos e das águas pluviais com a implantação de redes coletoras diferenciadas. Habitação Garantir a sustentabilidade, promover a melhoria e reduzir riscos sobre as comunidades tradicionais ribeirinhas, por meio de ações que contribuam para melhores condições sanitárias, ambientais e de segurança das moradias, considerando a cota máxima de cheia registrada do Rio Madeira; Limitar o porte dos conjuntos habitacionais de interesse social, bem como impedir a contiguidade dos mesmos, de modo a evitar grandes concentrações que configurem e reproduzam formas de segregação urbana; Regularizar os assentamentos precários de baixa renda, tanto loteamentos clandestinos como irregulares, em terras públicas ou privadas, por meio de projetos urbanísticos que envolvam implantação de infraestrutura de saneamento básico, qualificação de espaços públicos, instalação de equipamentos sociais, assistência técnica para melhorias habitacionais e regularização fundiária. Patrimônio histórico e cultural Reconhecer o patrimônio histórico e cultural de interesse local que representa um conjunto mais amplo que aquele da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EEFM) tombado como patrimônio nacional; Reconhecer a importância da identidade cultural das comunidades indígenas e ribeirinhas por meio da proteção de seus territórios, saberes e modos de vida, de modo a contribuir para o desenvolvimento sustentável; Estimular parcerias entre os setores público e privado para o financiamento de projetos e intervenções destinadas à conservação dos bens de interesse histórico e cultural. Confira AQUI todas as diretrizes e propostas.
    VÍDEOS: JRO 2ª edição de quinta-feira, 18 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRO 2ª edição de quinta-feira, 18 de abril de 2019


    Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes. Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia...


    Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes. Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes.
    Jovem de 19 anos é preso por ter furado moeda de R$ 1 real em Vilhena, RO

    Jovem de 19 anos é preso por ter furado moeda de R$ 1 real em Vilhena, RO


    À PM, rapaz justificou que usaria a moeda como pingente. Caso ocorreu na última quarta-feira (17). O ato de destruir ou danificar dinheiro pode ser considerado crime contra o patrimônio da União. Rapaz disse que pretendia fazer um pingente com a...


    À PM, rapaz justificou que usaria a moeda como pingente. Caso ocorreu na última quarta-feira (17). O ato de destruir ou danificar dinheiro pode ser considerado crime contra o patrimônio da União. Rapaz disse que pretendia fazer um pingente com a moeda e que estava com ela há 30 dias. PM/Divulgação Um jovem, de 19 anos, foi preso por ter furado uma moeda de R$ 1 em Vilhena (RO), região do Cone Sul. O caso ocorreu na última quarta-feira (17), mas só foi divulgado pela Polícia Militar (PM) local nesta quinta-feira (18). Segundo o boletim de ocorrência, uma equipe da PM fazia patrulhamento pelo bairro Cristo Rei, quando avistou o rapaz, que estava conduzindo uma motocicleta, em comportamento suspeito. A PM, então, pediu para que ele parasse. Durante a abordagem, os policiais detectaram que o jovem não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e que estava com uma moeda de um real perfurada. Como justificativa, o rapaz disse ter furado a moeda para ser usada como um pingente e que estava com ela há cerca de 30 dias. Mesmo assim, os policiais deram voz de prisão a ele por dano ao patrimônio. O jovem foi encaminhado à Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) da cidade. Ficou preso, mas depois foi liberado. A moeda continua apreendida na delegacia. O ato de destruir ou danificar dinheiro pode ser considerado crime contra o patrimônio da União, de acordo com o inciso III do artigo 163 do Código Penal Brasileiro: "Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia". Veja mais notícias da região no G1 Vilhena e Cone Sul.
    Homem é preso por porte ilegal de arma em distrito de Machadinho do Oeste, RO

    Homem é preso por porte ilegal de arma em distrito de Machadinho do Oeste, RO


    Prisão ocorreu na última quarta-feira (17) depois do cumprimento de mandado de busca e apreensão. Foram encontrados um revólver, uma espingarda e munições. Polícia apreendeu uma espingarda, um revólver e munições na última quarta-feira...


    Prisão ocorreu na última quarta-feira (17) depois do cumprimento de mandado de busca e apreensão. Foram encontrados um revólver, uma espingarda e munições. Polícia apreendeu uma espingarda, um revólver e munições na última quarta-feira (17). Polícia Civil/Divulgação Um homem, de 38 anos, foi preso por porte ilegal de arma de fogo em uma chácara do distrito do 5º BEC, a pouco mais de 325 quilômetros de Porto Velho. A prisão ocorreu na última quarta-feira (17), após o cumprimento de mandado de busca e apreensão. Dentro da residência, foram encontrados e apreendidos um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 36, além de munições. De acordo com o boletim de ocorrência, policiais foram até a chácara para cumprirem um mandado de busca e apreensão. O homem estava na propriedade no momento da abordagem e autorizou a entrada da equipe. No quarto do homem, os policiais acharam um revólver calibre 38, cinco munições intactas perto da cama e uma espingarda calibre 36 com cinco munições ao lado do guarda-roupas. Em um depósito na parte externa da casa, mais munições e armas foram encontradas. O morador foi preso e encaminhado até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), em Machadinho do Oeste (RO). Depois do registro de ocorrência, o suspeito foi levado ao presídio, onde permanece à disposição da Justiça. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari.
    Igreja organiza coleta de bolsas de sangue em campanha da Semana Santa em Guajará-Mirim, RO

    Igreja organiza coleta de bolsas de sangue em campanha da Semana Santa em Guajará-Mirim, RO


    Paróquia Nossa Senhora Aparecida em parceria com a Fhemeron realiza campanha de doação de sangue desde 2018. Coleta de sangue no município foi suspensa por falta de recursos. Durante a doação de sangue, o que é coletado é armazenado em bolsa...


    Paróquia Nossa Senhora Aparecida em parceria com a Fhemeron realiza campanha de doação de sangue desde 2018. Coleta de sangue no município foi suspensa por falta de recursos. Durante a doação de sangue, o que é coletado é armazenado em bolsa específica Kleide Teixeira/Secom-PB/Divulgação Uma paróquia está promovendo a coleta de bolsas de sangue na próxima sexta-feira (19), em um posto de coleta que será montado próximo a rotatória na Avenida 15 de Novembro, no bairro 10 de Abril em Guajará-Mirim (RO), cidade distante a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho. Devido a escassez de recursos, a coleta de sangue foi interrompida no município. O prédio onde era feito a coleta de sangue está sem realizar o procedimento há pouco mais de um ano, e em consequência disso, o padre Sebastian Vadakumpadan responsável pela Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em parceria com a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Rondônia (Fhemeron), decidiu realizar a campanha de doação de sangue desde o ano passado. A campanha é realizada na Sexta-Feira Santa, já que segundo o padre Sebastian, é uma forma de demonstrar a fé católica, doando o sangue para que outras pessoas possam viver. O objetivo da campanha é coletar o maior número de bolsas para abastecer o estoque que atende a demanda dos hospitais da região. Os doadores podem fazer o cadastro na Paróquia Nossa Senhora Aparecida ou no posto de coleta que será montado nas proximidades da rotatória, no 10 de Abril. No dia 19 eles passarão pela triagem, e só então poderão fazer a doação. Para a coleta das bolsas de sangue uma equipe da Fhemeron se desloca de Porto Velho ao município levando um ônibus com profissionais da área da saúde e os equipamentos necessários. As bolsas de sangue retornam a capital e lá é feita a distribuição. No ano passado muitas pessoas foram doar, mas nem todos puderam fazer a doação por conta de problemas de saúde. Ao todo foram coletadas 115 bolsas, já nesse ano cerca de 160 pessoas já fizeram inscrição e a expectativa é que esse número aumente, já que muitos moradores fazem o cadastro na hora da coleta.
    Grupo de refugiados chega a Porto Velho em meio a carência de acolhimento

    Grupo de refugiados chega a Porto Velho em meio a carência de acolhimento


    Grupo é formado por venezuelanos e cubanos. Ao todo são 107 imigrantes atendidos e distribuídos em 17 abrigos espalhados pelo estado, segundo a Cáritas. Entre os refugiados que chegaram a Porto Velho estão cinco crianças. Reprodução/Rede...


    Grupo é formado por venezuelanos e cubanos. Ao todo são 107 imigrantes atendidos e distribuídos em 17 abrigos espalhados pelo estado, segundo a Cáritas. Entre os refugiados que chegaram a Porto Velho estão cinco crianças. Reprodução/Rede Amazônica Um grupo com cerca de 20 refugiados chegou a Porto Velho na última quarta-feira (18) em busca de ajuda. Com a chegada diária de imigrantes ao estado, uma instituição da Igreja Católica afirma não ter mais condições de atuar no acolhimento. O grupo veio de Manaus, cidade que está na rota tradicional dos venezuelanos que fogem do país em crise. Entre os refugiados também há cubanos. Ambos tinham interesse de chegar por terra até Cuiabá (MT). As malas com roupas foram as únicas coisas que o grupo conseguiu trazer ao Brasil. Sem recursos para seguir viagem, eles procuraram a Cáritas, uma instituição ligada à Igreja Católica e que oferece acolhimento a famílias de imigrantes. No entanto, o grupo que chegou a capital descobriu que a instituição já não tem mais condições de receber outras pessoas. "Ficamos angustiados por não podermos acolher essas pessoas, porque não temos abrigo para oferecer. Na verdade, uma das propostas é sensibilizarmos a população a acolher essas famílias que não podem ficar nas ruas. Além desse grupo, existem outros que vivem nas ruas", afirma a voluntária. Ao todo são 107 imigrantes atendidos e distribuídos em 17 abrigos espalhados pelo estado, segundo a Cáritas. Caridad Delgado é cubana e veio com a família a Porto Velho. Ela saiu do país caribenho há dois anos e estava em Roraima à procura de oportunidade de trabalho. "Dependemos do que as pessoas boas podem fazer por nós. Se é para ficarmos aqui, encontraremos um emprego. Senão, seguiremos para outro estado para melhorar [de vida]. Não temos onde ficar, não temos onde dormir, nem nada", conta a cubana. Grupo de refugiados chegou a Porto Velho em meio a incerteza de ajuda. Reprodução/Rede Amazônica No grupo também está Mayerlin Perira, uma venezuelana que veio com a família. Ela diz estar disposta a trabalhar em qualquer área. "Estou precisando de ajuda, pois estamos mal economicamente. Saí do meu país porque não tenho recurso. Chegamos por carona e necessitamos de moradia, alimento e uma ajuda para uma passagem até Cuiabá", desabafa a venezuelana. Sem condições de atender as famílias com abrigos, os articuladores da Cáritas fizeram cadastros para manter contato. Segundo a Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), são 19 pessoas, das quais 14 são venezuelanas e cinco cubanas. Entre eles há também cinco crianças. O grupo busca apoio para seguir a outros estados do Brasil, onde acreditam que a oferta de emprego é maior. A Seas afirma que recebeu os imigrantes e forneceu abrigo em um ginásio público da capital. Já a Prefeitura de Porto Velho ficará responsável pelo fornecimento de água e comida.
    Prédio da Casa do Índio passa por reforma e ampliação em Guajará-Mirim, RO

    Prédio da Casa do Índio passa por reforma e ampliação em Guajará-Mirim, RO


    Trabalhos iniciaram em fevereiro deste ano e devem terminar no final de julho. Obras ficaram orçadas em pouco mais de 1,139 milhão. Reforma deve terminar em julho deste ano. Fabiano do Carmo/G1 O prédio da Casa do Índio, que fica localizado às...


    Trabalhos iniciaram em fevereiro deste ano e devem terminar no final de julho. Obras ficaram orçadas em pouco mais de 1,139 milhão. Reforma deve terminar em julho deste ano. Fabiano do Carmo/G1 O prédio da Casa do Índio, que fica localizado às margens do rio Mamoré, em Guajará-Mirim (RO), cidade a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho, passa por obras de reforma e ampliação. Os trabalhos começaram em fevereiro deste ano e devem terminar no final de julho. A sede da Coordenação Regional também está sendo reformada. Segundo o coordenador regional da Fundação Nacional do Índio (Funai), João Soares, a população indígena aumentou e o prédio não passava por reparos há 25 anos. Para ele, esses foram os principais fatores à reforma e ampliação do local. "A gente precisa acomodar melhor os indígenas. A população passou a crescer e isso exigiu que os prédios fossem ampliados ou reformados. E com a reforma eles poderão ter uma melhor acomodação quando vierem a cidade", explicou João Soares. Na época em que o prédio foi construído, na região de Guajará-Mirim existiam pouco mais de 2,5 mil índios. Após duas décadas, o número de indígenas dobrou e passou a ser de seis mil, sendo a maior população indígena de Rondônia. Atualmente, exitem 46 aldeias e cerca de 25 etnias somente na região de fronteira com a Bolívia. Desses, cerca de 70% dos povos indígenas são ribeirinhos. Eles necessitam de seguirem ao município para realizarem algumas tarefas, entre elas a venda e compra de mercadorias. Com a finalização da obra, os indígenas terão um espaço confortável, já que a ampliação do prédio contará com lavanderias, cozinha, banheiros e até mesmo um local para que seja realizada a feira indígena. Além da Casa de Apoio Indígena, a Sede da Coordenação Regional será reformada. As obras juntas ficaram orçadas em pouco mais de 1,139 milhão. Veja mais notícias da região no G1 Guajará-Mirim e Região.
    Idoso de 67 anos morre após ser atropelado por viatura da PM em Cacoal, RO

    Idoso de 67 anos morre após ser atropelado por viatura da PM em Cacoal, RO


    Com a força do impacto, vítima ainda teve o braço amputado. Segundo a PM, um processo administrativo deve ser aberto para apurar a responsabilidade dos policiais envolvidos. Acidente ocorreu após a equipe da PM perder o controle do veículo e...


    Com a força do impacto, vítima ainda teve o braço amputado. Segundo a PM, um processo administrativo deve ser aberto para apurar a responsabilidade dos policiais envolvidos. Acidente ocorreu após a equipe da PM perder o controle do veículo e atingir a vítima. Redes Sociais/Reprodução Um idoso, de 67 anos, morreu após ser atropelado por uma viatura da Polícia Militar (PM) de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. O acidente aconteceu na noite da última quarta-feira (17). Com a força do impacto, a vítima teve o braço amputado. A PM informou que um processo administrativo deve ser aberto para apurar a responsabilidades dos policiais envolvidos. O 4º Batalhão da PM da cidade divulgou uma nota lamentando o ocorrido (veja na íntegra ao fim da reportagem). Conforme o boletim de ocorrência, a viatura da PM estava no bairro Princesa Isabel perseguindo o condutor de uma motocicleta que havia desobedecido a ordem de parada em uma tentativa de abordagem. Porém, o veículo da corporação perdeu o controle, bateu no meio-fio da via e, em seguida, atropelou o idoso, que estava sentado embaixo de uma árvore. Uma equipe do Corpo de Bombeiros socorreu a vítima até o Hospital de Urgência e Emergência (Heuro) de Cacoal. No momento do socorro, o idoso estava consciente, mas com o braço direito já amputado. Porém, não resistiu e faleceu. A perícia técnica esteve no local do acidente e após os trabalhos necessários, a viatura foi removida por um guincho. Na hora do acidente, a vítima não estava com nenhum documento, o que impossibilitou a identificação. O diretor de comunicação da PM, capitão Alex Carvalho de Miranda, afirmou que um processo administrativo deve ser aberto para investigar a responsabilidade dos policiais envolvidos. Veja na íntegra a nota de pesar da PM: É com profundo pesar que o 4° Batalhão de Polícia Militar, em Cacoal, lamenta o falecimento da vítima de um acidente de trânsito registrado na noite da última quarta-feira (17), envolvendo uma de nossas viaturas. O 4° BPM esclarece que a guarnição policial estava em acompanhamento a uma motocicleta, cujo condutor não obedeceu ao comando de parada emanado pelos policiais militares. Durante a ação, ao final da avenida 7 de Setembro, ao fazer a curva para entrar na marginal da rodovia, a viatura veio a colidir contra o guard rail, atingindo um homem que estava sentado no acostamento. Imediatamente os policiais militares deram início aos primeiros socorros e acionaram o Corpo de Bombeiros. A vítima teve fratura exposta em braço e perna, foi encaminhada ainda com vida ao Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal (Heuro), onde infelizmente, devido a hemorragia causada pelos ferimentos, não resistiu e veio a falecer. Ressaltamos o pesar do 4° Batalhão de Polícia Militar ao anunciar esta vida que se perde, e continuamos com a nossa missão de Servir e Proteger. Seção de Comunicação Social do 4° Batalhão de Polícia Militar em Cacoal Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    Polícia apreende 20 celulares e arma de fogo em operação contra tráfico de drogas em Jaru, RO

    Polícia apreende 20 celulares e arma de fogo em operação contra tráfico de drogas em Jaru, RO


    Pelo menos 34 alvos eram investigados desde agosto do ano passado. Ao todo, foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão. Celulares foram apreendidos durante operação contra tráfico de drogas em Jaru. Rede Amazônica/Reprodução Cerca de 100...


    Pelo menos 34 alvos eram investigados desde agosto do ano passado. Ao todo, foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão. Celulares foram apreendidos durante operação contra tráfico de drogas em Jaru. Rede Amazônica/Reprodução Cerca de 100 policiais participaram da Operação Sob Controle, que objetivava frear o tráfico de drogas em Jaru (RO), município a pouco mais de 290 quilômetros de Porto Velho. A ação foi desencadeada na última quarta-feira (17). No total, foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão. Veja balanço: Foram apreendidos 20 celulares, arma de fogo, munições e uma porção de droga. Foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão em comércios e residências em Jaru, um em Machadinho do Oeste e um em Theobroma. 34 pessoas eram alvos das investigações desde agosto do ano passado, com a realização de prisões e apreensão de drogas. 4 flagrantes foram registrados. Entre eles de posse de arma de fogo. Segundo o delegado Ary Batista Batisti, o foco da operação era a apreensão de aparelhos celulares utilizados na comunicação entre os suspeitos. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em comércios e residências da região. Rede Amazônica/Reprodução "Como podem ver tem uma arma aqui que foi encontrada na zona rural, um pouco de droga também que foi localizada nos locais. Mas como eu disse, o grande objetivo era os aparelhos. Se encontrássemos drogas seria muito bem vindo. Porém, na verdade, o objetivo maior foi buscarmos aparelhos dispositivos eletrônicos no momento", explicou o delegado. Os aparelhos apreendidos vão passar por perícia com objetivo de dar andamento às investigações. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari.
    Expovale pode virar recorde brasileiro por maior churrasco de tambaqui em Ariquemes, RO

    Expovale pode virar recorde brasileiro por maior churrasco de tambaqui em Ariquemes, RO


    Segundo organização, 3 mil bandas de peixe serão assadas no último dia da feira. Terceira edição da Exposição da Piscicultura, Agroindústria e Agronegócio acontece de 2 a 5 de maio. Representante do RankBrasil acompanhará o preparo das 3...


    Segundo organização, 3 mil bandas de peixe serão assadas no último dia da feira. Terceira edição da Exposição da Piscicultura, Agroindústria e Agronegócio acontece de 2 a 5 de maio. Representante do RankBrasil acompanhará o preparo das 3 mil bandas de tambaqui no dia 5 de maio. Divulgação A terceira edição da Exposição da Piscicultura, Agroindústria e Agronegócio (Expovale) acontecerá entre os dias 2 a 5 de maio, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. O evento foi lançado na última quarta-feira (17) pela Associação Comercial e Industrial (Acia) do município. Além de fomentar a economia da região em mais de R$ 20 milhões, a feira multissetorial poderá bater um recorde nacional ao proporcionar o maior churrasco de tambaqui a céu aberto. A Expovale promoverá o churrasco no dia 5 de maio, onde três mil bandas de tambaqui serão assadas, em um total estimado de 4,6 mil quilos, que serão comercializadas à população. Segundo a organização, um representante do ‘RankBrasil’, organização autorizada para registrar recordes no país, estará presente para acompanhar a atividade e possivelmente homologar o feito. Dinheiro arrecadado com o churrasco será revertido em exames e cirurgias oftalmológicas sociais. Divulgação De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rondônia é o segundo é o segundo maior produtor de peixe de cultivo do país e ocupa a primeira colocação quando se fala na produção de peixes nativos, sendo Ariquemes o maior produtor do estado. Os 1,5 mil peixes serão doados pela Associação dos Criadores de Peixe de Ariquemes e Região (Acripar) e mais de 50 pessoas devem trabalhar na preparação e na execução do churrasco. Todo o dinheiro arrecadado será revertido em uma ação social realizada pelo Lions Club. “Os valores serão para o custeio dos tratamentos oftalmológicos com exames e cirurgias de visão que oferecemos ao longo do ano. A gente realiza uma triagem para saber quem realmente precisa do tratamento e fazemos cerca de 40 exames de vista por mês”, disse o presidente local do Lions Club, André Rosseto. 3ª Expovale Expectativa da feira para 2019 é movimentar R$ 20 milhões na economia da região. Rede Amazônica/Reprodução Durante os dias 2 a 5 de maio, a Expovale acontecerá no Parque do Tambaqui, no canteiro central da Avenida Capitão Sílvio. Conforme a Acia, mais de 200 expositores do agronegócio, agroindústrias e comércio varejista levarão os produtos para serem comercializados no evento. A expectativa da organização é movimentar R$ 20 milhões para a economia do município e região, sendo R$ 5 milhões a mais do que o movimentado em 2018. “Temos o foco na piscicultura, mas a feira tem como objetivo movimentar a economia do Vale do Jamari. É uma oportunidade singular para os expositores, consumidores e também para promover negócios para aqueles que nos visitam durante esses quatro dias”, disse Francisco Hidalgo Farina. O evento ainda promoverá palestras, oficinas, serviço de emissão de documentos, banco de empregos, apresentações culturais e musicais durante todos os dias. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Filmes de ação, aventura, comédia e drama seguem em cartaz no cinema de Ariquemes, RO

    Filmes de ação, aventura, comédia e drama seguem em cartaz no cinema de Ariquemes, RO


    'Shazam!', 'Dumbo', 'De Pernas pro Ar 3' e 'Superação: O Milagre da Fé' são as opções. Veja os horários das sessões, que devem continuar até a próxima quarta-feira (24). Os filmes “Sazam!”, “Dumbo”, “De Pernas pro Ar 3” e...


    'Shazam!', 'Dumbo', 'De Pernas pro Ar 3' e 'Superação: O Milagre da Fé' são as opções. Veja os horários das sessões, que devem continuar até a próxima quarta-feira (24). Os filmes “Sazam!”, “Dumbo”, “De Pernas pro Ar 3” e “Superação: O Milagre da Fé” continuam em cartaz no cinema de Ariquemes. As sessões acontecem entre 15h e 21h30. A programação deve permanecer até a próxima quarta-feira (24). "Shazam!" Filma Shazam Reprodução/Youtube Billy Batson tem apenas 14 anos de idade, mas recebeu de um antigo mago o dom de se transformar num super-herói adulto chamado Shazam. Ao gritar a palavra "Shazam!", o adolescente se transforma em uma poderosa versão adulta para se divertir e testar habilidades. Além dos traumas familiares, dos problemas na escola e conflitos internos, o adolescente precisa controlar o dom que possui para lidar com o vilão que Dr. Thaddeus Sivana, que deseja roubar seus poderes. "Dumbo" Dumbo Gif Divulgação Holt Farrier, é uma ex-estrela de circo que, ao retornar da Primeira Guerra Mundial, encontra seu mundo virado de cabeça para baixo. Além de perder um braço no front, sua esposa faleceu enquanto estava fora e ele agora precisa criar os dois filhos. Somado a isso, está o fato do circo que ele trabalhava, estar passando grandes dificuldades. Holt fica encarregado de cuidar de um elefante recém-nascido, cujas orelhas gigantes fazem dele motivo de piada. No entanto, os filhos de Holt descobrem que o pequeno elefante é capaz de uma façanha enorme. "De Pernas Pro Ar 3" Ingrid Guimarães e Cauã Reymond em 'De Pernas pro ar 3' Divulgação O sucesso da franquia Sex Delícia faz com que Alice (Ingrid Guimarães) rode o mundo, visitando os mais diversos países em uma correria interminável. Sem tempo para se dedicar à família, quem assume a casa é seu marido João (Bruno Garcia), que cuida dos filhos Paulinho (Eduardo Mello) e Clarinha (Duda Batista), de apenas seis anos. Cansada de tanta agitação, Alice decide se aposentar e entregar o comando dos negócios à sua mãe, Marion (Denise Weinberg). Porém, o surgimento de Leona (Samya Pascotto), uma jovem competidora, faz com que mude seus planos. "Superação: O Milagre da Fé" Cena do filme 'Superação – o milagre da fé' Divulgação John Smith, um menino de 14 anos, passeava com a família em uma manhã de inverno no Lago St Louis, no Missouri, quando, acidentalmente, sofreu uma queda e se afogou. Chegando ao hospital, John foi considerado morto por mais de 60 minutos até que sua mãe, Joyce Smith, juntou todas as suas forças e pediu a Deus para que seu filho sobrevivesse. Sua prece poderosa foi responsável por um milagre inédito. Veja a programação no Cine Laser em Ariquemes Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Quatro filmes estão em cartaz nas telas de cinema de Cacoal, RO

    Quatro filmes estão em cartaz nas telas de cinema de Cacoal, RO


    Sessões são das 15h às 22h30 apresentadas no Cacoal Shopping. Essa programação deve permanecer até a próxima quinta-feira (25). Zachary Levi em cena de 'Shazam' Divulgação After’, ‘O parque dos sonhos’, ‘Shazam!’ e ‘Superação...


    Sessões são das 15h às 22h30 apresentadas no Cacoal Shopping. Essa programação deve permanecer até a próxima quinta-feira (25). Zachary Levi em cena de 'Shazam' Divulgação After’, ‘O parque dos sonhos’, ‘Shazam!’ e ‘Superação – O milagre da fé’ estão em cartaz nas salas de cinema de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. As sessões são das 15h às 22h30 no Cacoal Shopping. Essa programação deve permanecer até a próxima quinta-feira (25). Superação – O milagre da fé Cena do filme 'Superação – o milagre da fé' Divulgação O filme superação conta a história de fé de uma mãe que por meio de uma prece poderosa foi responsável por um milagre inédito. O filho, um garoto de 14 anos, passeava com a família, quando acidentalmente sofreu uma queda em um lago e se afogou. No hospital ele foi considerado morto, por mais de 60 minutos, até que a mãe, Joyce Smith, juntou todas as forças e pediu a Deus para que o filho sobrevivesse. Veja a programação do cinema de Cacoal: Cinema em Cacoal Veja os preços das sessões em Cacoal. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
    RO tem alta de quase 4% no número de mortes violentas no 1º bimestre de 2019

    RO tem alta de quase 4% no número de mortes violentas no 1º bimestre de 2019


    Estado e o Amazonas são os únicos do país que tiveram alta. G1 acompanha mês a mês os dados de vítimas de crimes violentos no país. Monitor da violência Arte G1 Rondônia registrou alta de quase 4% no número de mortes violentas nos dois...


    Estado e o Amazonas são os únicos do país que tiveram alta. G1 acompanha mês a mês os dados de vítimas de crimes violentos no país. Monitor da violência Arte G1 Rondônia registrou alta de quase 4% no número de mortes violentas nos dois primeiros meses de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado. Com relação aos outros estados do Brasil, Rondônia e o Amazonas – que mostrou alta de 3,3% – são os dois únicos que apresentaram aumento no número de assassinatos no primeiro bimestre do ano. No total, o país teve queda de 25%. Brasil registra queda de 25% nos assassinatos nos dois primeiros meses do ano Apesar dos dados revelarem uma alta leve, o fato de Rondônia estar entre os que registraram aumento mostra um movimento distinto da violência na região com o restante do Brasil. Mapa mostra que Rondônia e Amazonas foram os únicos estados que revelaram alta. Infografia: Diana Yukari/Editoria de Arte G1 A Secretaria de Segurança Pública informou que os dados são relativos. Disse, inclusive, que caso sejam levados em consideração os números de março, há queda no trimestre. "Em razão da complexidade de fatos que envolvem esta prática delitiva, entendemos não ser a melhor prática para efeito de análise comparativa restringir a lapso temporal curto, como comparativos mensais, sob pena de não termos a compreensão real do avanço ou diminuição da criminalidade, especialmente nessa modalidade delitiva. Entendemos que o prazo de um ano nos permite uma melhor compreensão dessa dinâmica criminosa. Mas destacamos que para efeito de políticas de segurança pública e enfrentamento dos crimes são analisados dados diários, para que continuemos reduzindo os índices como já ocorre no caso do crime de homicídio nos primeiros três meses do ano, com a redução de 6,3% em comparação ao mesmo período do ano de 2018". O levantamento faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. A ferramenta criada pelo G1 permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. Estão contabilizadas as vítimas de homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Juntos, estes casos compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais. Casos do período Fevereiro No último dia do mês, um homem, de 25 anos, foi morto a facadas no Bairro Bodanese, em Vilhena (RO), na região do Cone Sul. Na época, a direção da boate contou ao G1 que a vítima ingeriu cervejas, ficou embriagada e dormiu. Quando chegou às 4h, uma segurança do estabelecimento pediu para que ele se retirasse, pois o local fechava nesse horário. O homem teria ficado alterado com a segurança e saiu do local. Segundo a direção da boate, após sair da boate, um veículo tentou atropelar a vítima e, depois disso, o homem foi assassinado a facadas na Avenida Celso Mazutti. Dias antes, um homem, de 34 anos, foi assassinado com vários disparos de arma de fogo em frente ao Terminal Rodoviário de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Testemunhas viram suspeito correndo atrás e atirando contra a vítima na Avenida Jamari Reprodução/WhatsApp Segundo informações da Polícia Militar (PM), populares viram um suspeito correndo atrás da vítima e atirando contra ela, que caiu na via momentos depois. O homem era usuário de entorpecentes e ex-detento do sistema prisional no município. No início do mês, um agricultor, de 49 anos, morreu após ser vítima de latrocínio na residência onde morava, na Linha C-25, zona rural de Monte Negro (RO), no Vale do Jamari. Vítima caiu e morreu perto da varanda da casa. Rondônia 24h/Reprodução De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima estava no imóvel com a esposa e filho, quando o suspeito lhe chamou do lado de fora e efetuou disparos contra ela. A motocicleta do homem foi roubada. Janeiro Na noite de 19 janeiro, um adolescente, de 17 anos, foi baleado com quatro tiros enquanto estava na calçada de sua residência na avenida Calama, Zona Leste de Porto Velho. Segundo informações do boletim de ocorrência, a família da vítima estava no quintal quando ouviu os disparos que acertaram o jovem nos dois braços e no peito. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Na manhã do dia 10 de janeiro, um homem, de 50 anos, foi morto a tiros em um comércio da avenida Ayrton Senna, em Buritis (RO), região do Vale do Jamari. A vítima era presidente da Associação de Produtores e Agricultores Rurais de Minas Nova. Homem é assassinado em Buritis A vítima foi até uma mercearia para comprar café e, ao sair do estabelecimento comercial, foi baleada no braço. O disparo foi efetuado por dois suspeitos, que estavam em uma motocicleta. Ferido, o agricultor ainda correu, mas foi alcançado pelos motociclistas e morto pelo criminoso que estava de carona do veículo. Conforme relato de um policial, o suspeito efetuou vários disparos. No terceiro dia do ano, um homem, de 47 anos, foi morto em Cacoal (RO). Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM) local, a vítima faleceu depois que levou um tiro após brigar com um dos suspeitos durante um assalto. Câmeras de segurança da casa mostram momento que suspeitos entram na residência e anunciam o assalto. Divulgação/Arquivo pessoal Aos policiais, a mulher da vítima de latrocínio contou que ela e o esposo estavam em casa quando dois homens chegaram armados em uma motocicleta exigindo dinheiro do casal. Segundo a testemunha, o marido teria reagido ao assalto, entrando em luta com um dos suspeitos. Porém, acabou atingido por um disparo de arma de fogo. Um outro criminoso teria ainda tentado prender a mulher no banheiro da residência. MONITOR DA VIOLÊNCIA PÁGINA ESPECIAL: Mapa mostra mortes violentas no país ANÁLISE DO FBSP: Um bom enigma ANÁLISE DO NEV: Monitor da Violência acompanha de perto a tendência de queda dos homicídios no Brasil METODOLOGIA: Monitor da Violência

    Menor é apreendido por tráfico de drogas na Zona Sul de Porto Velho


    Adolescente de 17 anos foi apreendido com quase 2,5 quilos de entorpecente, aparentando ser maconha. Uma mulher de 32 anos é suspeita de atuar com o jovem. Um adolescente de 17 anos foi apreendido na última quarta-feira (17) em Porto Velho por...

    Adolescente de 17 anos foi apreendido com quase 2,5 quilos de entorpecente, aparentando ser maconha. Uma mulher de 32 anos é suspeita de atuar com o jovem. Um adolescente de 17 anos foi apreendido na última quarta-feira (17) em Porto Velho por tráfico de entorpecentes. Com ele foi encontrado quase 2,5 quilos de droga. Uma mulher, de 32 anos, também é suspeita de agir com o jovem. Segundo o boletim de ocorrência, a polícia chegou ao endereço do menor através de uma denúncia anônima, que informou que drogas estavam sendo comercializadas em uma casa situada na rua Ferrari, no bairro Monte Sinai, Zona Sul da capital. No local, os agentes encontraram embaixo do sofá da sala quatro pacotes de substância entorpecente aparentando ser maconha, pesando aproximadamente 2 quilos. Dentro da geladeira foi encontrado outro pacote, pesando cerca de 400 gramas. Uma mulher, que seria companheira do menor, não estava no local no momento da abordagem, e é suspeita de atuar com o garoto na venda dos produtos. O menor e as drogas foram apreendidos, assim como dinheiro e um telefone celular, e apresentados na Delegacia de Repressão ao Tráfico de Entorpecentes.
    Homem é socorrido ao hospital de Extrema, RO, após ser baleado no abdômen

    Homem é socorrido ao hospital de Extrema, RO, após ser baleado no abdômen


    Vítima foi encontrada pela Polícia Militar após uma denúncia anônima. Ninguém foi preso. Homem foi socorrido ao hospital de Extrema Secom/ Divulgação Um homem, de idade não revelada, foi vítima de uma tentativa de homicídio em Nova...


    Vítima foi encontrada pela Polícia Militar após uma denúncia anônima. Ninguém foi preso. Homem foi socorrido ao hospital de Extrema Secom/ Divulgação Um homem, de idade não revelada, foi vítima de uma tentativa de homicídio em Nova Califórnia, distrito de Porto Velho, na última quarta-feira (17). A vítima foi socorrida ao hospital de Extrema, distrito vizinho. Nenhum suspeito foi localizado. Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar (PM) foi informada através de uma denúncia anônima que o som de cerca de cinco tiros foi ouvido na rua Cachambu, na região central. Ao chegar ao local indicado, os policiais encontraram o homem caído no chão dentro de uma residência. A vítima informou que havia sido baleada no abdômen. Uma equipe de saúde foi acionada para realizar os primeiros socorros e a vítima foi encaminhada ao hospital de Extrema, distante cerca de 18 quilômetros do local.
    Homem é assassinado com três tiros na cabeça em calçada de residência, em Ariquemes, RO

    Homem é assassinado com três tiros na cabeça em calçada de residência, em Ariquemes, RO


    Crime aconteceu por volta das 7h30, desta quinta (18). Testemunhas disseram à PM que vítima é usuário de drogas e que a casa onde ele estava é frequentado por outros usuários. Moradores ouviram os tiros por volta das 7h30, nesta quinta...


    Crime aconteceu por volta das 7h30, desta quinta (18). Testemunhas disseram à PM que vítima é usuário de drogas e que a casa onde ele estava é frequentado por outros usuários. Moradores ouviram os tiros por volta das 7h30, nesta quinta (18) Jeferson Carlos/G1 Um homem de 37 anos foi assassinado com três tiros na cabeça, no início da manhã desta quinta-feira (18), no Setor Colonial, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Conforme a Polícia Militar (PM), a vítima era usuária de entorpecentes e possuía passagens policiais por furto e roubo. Segundo informações da PM, populares ouviram três disparos de arma de fogo por volta das 7h30 e ao verificaram o que havia acontecido, encontraram o corpo do homem caído na calçada de uma residência. Nenhum suspeito foi identificado. As testemunhas disseram aos policiais que a vítima era usuário de drogas e que imóvel onde ele estava é frequentado por outros usuários para o consumo de drogas. A PM isolou a área e acionou a perícia técnica, que realizou os trabalhos investigativos e constatou as perfurações no rosto da vítima. O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ariquemes. De acordo com a PM, a vítima possui passagens policiais pelas práticas de crimes de roubo e furto. O caso foi registrado na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) do município e a Polícia Civil investiga o homicídio. Veja mais notícias da região no G1 Ariquemes e Vale do Jamari
    Sine de Ji-Paraná, RO, oferta 15 vagas de emprego nesta quinta-feira, 18

    Sine de Ji-Paraná, RO, oferta 15 vagas de emprego nesta quinta-feira, 18


    Há vagas para magarefe, empregada doméstica e mecânico. Sine está localizado no Shopping Cidadão, na Vila Jotão. Atendimento é das 8h às 13h (horário local). Há vaga para técnico em manutenção de ar-condicionado Reprodução/TV Rio Sul O...


    Há vagas para magarefe, empregada doméstica e mecânico. Sine está localizado no Shopping Cidadão, na Vila Jotão. Atendimento é das 8h às 13h (horário local). Há vaga para técnico em manutenção de ar-condicionado Reprodução/TV Rio Sul O Sistema Nacional de Emprego (Sine) disponibiliza 15 oportunidades de emprego nesta quinta-feira (18), em Ji-Paraná (RO), município na Região Central do estado. Há vagas para magarefe, empregada doméstica e mecânico. Interessados devem comparecer ao posto de atendimento do Sine em Ji-Paraná, localizado no Shopping Cidadão, na Vila Jotão. O atendimento é das 8h às 13h (horário local). O candidato deve levar Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), documento de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), Comprovante de Residência, histórico ou Certificado Escolar e Certificados de Cursos. Confira as vagas ofertadas pelo Sine nesta quinta-feira (18): Ajudante de manutenção em ar-condicionado 2 Bobinador 1 Empregada doméstica 2 Engenheiro de alimentos 1 Instalador de alarme 1 Magarefe 1 Mecânico 1 Professora 1 Romaneador 1 Soldador industrial 1 Supervisor comercial 1 Técnico em manutenção de ar-condicionado 1 Técnico em manutenção em balanças 1
    'A maldição da Chorona' e 'Superação - o Milagre da Fé' estreiam em Porto Velho

    'A maldição da Chorona' e 'Superação - o Milagre da Fé' estreiam em Porto Velho


    "Shazam", "Capitã Marvel" e "Dumbo" também estão em cartaz. Confira programação. Cena do filme 'Superação – o milagre da fé' Divulgação Dois filmes estreiam em Porto Velho nesta quinta-feira (18), o terror 'A maldição da Chorona' e o...


    "Shazam", "Capitã Marvel" e "Dumbo" também estão em cartaz. Confira programação. Cena do filme 'Superação – o milagre da fé' Divulgação Dois filmes estreiam em Porto Velho nesta quinta-feira (18), o terror 'A maldição da Chorona' e o drama religioso 'Superação - O Milagre da Fé'. Mas para quem prefere passar o feriado ao lado de super-heróis 'Shazam' e 'Capitã Marvel' continuam em cartaz nos cinemas da capital. 'A maldição da Chorona' Trailer de 'A maldição da Chorona' Na Los Angeles da década de 70, uma assistente social viúva cria seus dois filhos sozinha. Em determinado ponto da trama, ela começa a ver semelhanças entre um caso que está investigando e a entidade sobrenatural La Llorona. A lenda conta que, em vida, La Llorona afogou seus filhos e depois se jogou no rio, se debulhando em lágrimas. Agora ela chora eternamente, capturando outras crianças para substituir os seus filhos. 'Superação - O Milagre da Fé' Trailer 'Superação – O Milagre da Fé' O filme é baseado na história real de uma mãe que criou uma corrente de orações para a recuperação do filho após um acidente. O menino de 14 anos cai em um lago congelado e fica submerso por mais de 15 minutos. Os médicos afirmam que ele morreu, mas a mãe manteve as esperanças. Confira a programação dos cinemas de Porto Velho: Cine Veneza Cine Araújo *Programações sujeitas a alterações sem aviso prévio.
    Justiça determina multas a três advogados que ficaram em silêncio durante julgamento em RO

    Justiça determina multas a três advogados que ficaram em silêncio durante julgamento em RO


    STJ manteve multa no valor de 60 salários mínimos. Justiça entendeu que os advogados deixaram o réu sem defesa. Caso aconteceu há cinco anos. STJ decidiu manter a aplicação de multas contra os três advogados Reprodução/Redes Sociais O...


    STJ manteve multa no valor de 60 salários mínimos. Justiça entendeu que os advogados deixaram o réu sem defesa. Caso aconteceu há cinco anos. STJ decidiu manter a aplicação de multas contra os três advogados Reprodução/Redes Sociais O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu manter nesta semana o pagamento de multas contra três advogados que permaneceram em silêncio durante um julgamento em Porto Velho. Segundo a Justiça, os advogados impediram a realização de ampla defesa do réu e causaram prejuízo ao Poder Judiciário. O caso aconteceu no Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho, no dia 12 de março de 2014. Na ocasião, os três advogados não impugnaram o sorteio dos jurados, não realizaram perguntas e, após a manifestação do promotor de Justiça, se mantiveram em silêncio. No mesmo dia, o conselho de sentença foi dissolvido, após a juíza de primeiro grau, Euma Tourinho, entender que o réu estava indefeso. Na época, um defensor público foi nomeado para defender o réu, conforme previsto em lei. Após serem condenados a pagar multa, os advogados recorreram da decisão e apresentaram embargos de declaração em causa própria. O recurso jurídico usado por ambos prevê que o juiz esclareça sua decisão quando houver dúvidas de alguma das partes. No entanto, o STJ, cinco anos depois do primeiro julgamento, indeferiu o recurso e manteve o pagamento de multa contra os advogados. O relator do processo esclareceu que os embargos de declaração não poderiam ser usados para rever o que ele chamou de "caso de mero inconformismo da parte". Dessa forma, o ministro do STJ entendeu que a decisão não merecia ser reformulada, tendo em vista que os advogados já representavam o réu há cerca de um ano antes da data do julgamento, além de já terem feito inúmeros pedidos de adiamento. O relator do caso também concordou com a decisão em primeiro grau que dissolveu o julgamento. Na época, a juíza Euma Tourinho entendeu que o réu estava sem defesa e aplicou multa aos advogados por abandono indireto da causa. Para a Justiça, a postura dos advogados afrontou o processo legal e a ampla defesa, o que resultou na paralisação do trâmite processual, causando prejuízo ao próprio réu, e cliente, e ao Poder Judiciário que empenhou recursos para a realização do julgamento que acabou suspenso. A multa aplicada para cada um dos três advogados é no valor 20 salários mínimos.
    TCE abre inscrições de processo seletivo para estágio em Rondônia

    TCE abre inscrições de processo seletivo para estágio em Rondônia


    Inscrição pode ser realizada pela internet de forma gratuita até a sexta-feira (19). Estão abertas vagas para acadêmicos de nove cursos de graduação. Processo seletivo de estágio será realizado no dia 26 de abril Divulgação Foram abertas...


    Inscrição pode ser realizada pela internet de forma gratuita até a sexta-feira (19). Estão abertas vagas para acadêmicos de nove cursos de graduação. Processo seletivo de estágio será realizado no dia 26 de abril Divulgação Foram abertas as inscrições do processo seletivo para recrutamento de estagiários de nível superior do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO). As vagas são para estudantes de nove áreas de graduação. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet até a sexta-feira (19). Segundo o edital, os selecionados terão carga horária de 30 horas semanais, equivalente a 6h por dia, e devem receber bolsa-auxílio no valor de R$ 1,4 mil, além de auxílio transporte. As provas de múltipla-escolha e redação serão realizadas no dia 26 de abril, no período da tarde. Para a classificação é necessário que o candidato alcance pelo menos 60% de acerto na média final. Podem participar da seleção acadêmicos que tenham mais de 16 anos e estejam cursando a partir do 3º período dos cursos: Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social/Jornalismo, Direito, Engenharia Civil e Engenharia Elétrica, e Sistemas de Informação.
    Ladrões invadem escola e levam 50 celulares em Porto Velho

    Ladrões invadem escola e levam 50 celulares em Porto Velho


    "Foi uma correria, todo mundo nervoso", relatou uma das vítimas. Assalto aconteceu na Escola Tancredo Neves. Dois homens armados invadiram a escola Tancredo Neves, na Zona Sul de Porto Velho. Cássia Firmino/ G1 Dois homens armados invadiram a...


    "Foi uma correria, todo mundo nervoso", relatou uma das vítimas. Assalto aconteceu na Escola Tancredo Neves. Dois homens armados invadiram a escola Tancredo Neves, na Zona Sul de Porto Velho. Cássia Firmino/ G1 Dois homens armados invadiram a Escola de Ensino Fundamental e Médio Presidente Tancredo de Almeida Neves, na Zona Sul de Porto Velho na noite da última quarta-feira (17). Ao todo, os ladrões levaram 50 celulares. Ninguém foi preso até o momento. Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 19h30 os ladrões pularam o muro da instituição, entraram em duas salas de aula e anunciaram o assalto. Eles usavam o uniforme da escola. Uma das testemunhas informou que durante o assalto um dos alunos se negou a entregar o celular e foi ameaçado. "Foi uma correria, todo mundo nervoso", disse. Os assaltantes renderam professores e alunos. Ao todo levaram 50 celulares. "Eles entraram, pularam o muro e fizeram o 3° ano A e B de reféns. Depois que eles saíram da primeira sala o pessoal, que já tinha sido feito de refém, saiu correndo para avisar. Foi quando saiu todo mundo falando que era assalto", relatou uma das vítimas que preferiu não se identificar. Após a fuga dos ladrões, a Polícia Militar (PM) foi acionada e colheu as informações com alunos e servidores. Até o momento ninguém foi preso.
    Sine oferece 19 vagas de emprego nesta quinta-feira, 18, em Cacoal, RO

    Sine oferece 19 vagas de emprego nesta quinta-feira, 18, em Cacoal, RO


    Há oportunidades arte finalista e eletricista de baixa e alta tensão. Órgão funciona das 7h30 às 13h30. Entre as oportunidades, há vaga para mecânico de carro. Loja do Mecânico O Sistema Nacional de Emprego (Sine) disponibiliza 19 vagas de...


    Há oportunidades arte finalista e eletricista de baixa e alta tensão. Órgão funciona das 7h30 às 13h30. Entre as oportunidades, há vaga para mecânico de carro. Loja do Mecânico O Sistema Nacional de Emprego (Sine) disponibiliza 19 vagas de emprego nesta quinta-feira (18) para Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. Há oportunidades para arte finalista e eletricista de baixa e alta tensão. Os interessados devem comparecer ao Sine, localizado na Avenida Guaporé, nº 2839, Centro, portando Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. O horário de atendimento do órgão é das 7h30 às 13h30 (horário local). Veja abaixo os cargos oferecidos nesta quinta-feira (18): Arte finalista (masculino, experiência, ensino médio completo) 2 Atendente balconista (experiência na área de informática, masculina, CNH A/B) 1 Auxiliar de eletricista alta e baixa tensão (curso de eletricista) 1 Auxiliar de limpeza industrial (experiência, masculino de 25 a 40 anos) 1 Cobrança interna (experiência, feminino, de 20 a 30 anos) 1 Costureira industrial (feminino, experiência) 1 Eletricista de baixa e alta tensão (acima de 2 anos de experiência, inscrição no NR10 e NR35) 3 Mecânico de carro (experiência) 1 Mecânico de moto (experiência) 1 Mecânico profissional (masculino e com experiência) 1 Motorista de munk (curso de eletricista, CNH A/C) 1 Operador de caixa (experiência, de 25 a 30 anos, casada ou sem filhos, médio completo) 1 Serviços gerais 3 Técnico em saúde bucal (feminino, curso, 18 a 30 anos) 1 Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.

    Aprenda a fazer tambaqui assado acompanhado de farofa de banana e tucupi


    Receita que leva castanha, manteiga, limão e páprica foi ensinada pelo chef Diogo Sabião no Jornal de Rondônia 1ª Edição. Diogo Sabião, chef, ensina a fazer um delicioso tambaqui assado No embalo da Semana Santa, que tal fazer aquele tambaqui...

    Receita que leva castanha, manteiga, limão e páprica foi ensinada pelo chef Diogo Sabião no Jornal de Rondônia 1ª Edição. Diogo Sabião, chef, ensina a fazer um delicioso tambaqui assado No embalo da Semana Santa, que tal fazer aquele tambaqui assado direto na grelha, acompanhado de um saboroso tucupi e uma farofa de banana da terra com castanha bem soltinha? No quadro "Na Cozinha", o chef Diogo Sabião fez questão de ensinar o passo a passo desse prato bastante regional e fácil. A receita foi feita com exclusividade ao Jornal de Rondônia 1ª Edição. Confira: Ingredientes: Tucupi sem açafrão Castanha de sua preferência Farinha de sua preferência Três bananas da terra Tambaqui sem espinho Alho Sal Manteiga Limão Páprica Noz moscada Chicória Pimenta de cheiro Cebola Pimenta dedo de moça Modo de fazer: Tambaqui assado Primeiro, forre a grelha com papel alumínio e deixe a parte luminosa para cima. Em seguida, coloque o tambaqui. Corte o alho e amasse no pilão. Se não tiver, substitua pelo liquidificador ou processador. Depois, pique e acrescente no pilão metade de uma pimenta dedo de moça. Coloque sal, raspa de limão e metade de um limão espremido. Em seguida, adicione duas colheres de manteiga com os outros ingredientes dentro do pilão. Amasse os ingredientes até se transformar em uma pasta. Depois, espalhe por cima do peixe e massageie (com a mão, luva ou pincel) o tempero para penetrar na carne. Após isso, adicione páprica e um pouco de raspa de noz moscada. Feche a grelha com o peixe e leve à brasa em fogo alto pelo lado da escama. Deixe cozinhar por 20 minutos. Por fim, vire o peixe com cuidado e deixe na brasa até dourar. Acompanhamento: tucupi Em uma panela quente, adicione um pouco de manteiga. Comece a refogar com chicória, pimenta de cheiro e cebola (meia ou inteira) picada em cubos. Refogue o preparo lentamente e com a panela em temperatura média. Após isso, adicione o tucupi sem açafrão e tempere com sal. Por fim, apure o preparo. Farofa de banana Corte a casca da banana e, em seguida, corte-a em cubos. Em uma frigideira já quente, adicione uma quantidade considerável de manteiga para que a farofa não fique seca. Deixe a manteiga dar uma leve dourada. Depois, coloque a banana cortada e adicione sal. Em seguida, adicione uma pequena colher de pimenta de dedo de moça. Na sequência, pegue um pouco de castanha e bata no pilão, mas sem deixar que se torne uma farofa. Depois, junte a castanha com a banana na frigideira e deixe dourar. Em seguida, finalize a farofa com a farinha.
    VÍDEOS: JRO 2ª edição de quarta-feira, 17 de abril de 2019

    VÍDEOS: JRO 2ª edição de quarta-feira, 17 de abril de 2019


    Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes. Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia...


    Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes. Confira os principais destaques do dia com Ana Lídia Daibes.
    Professores da rede municipal terão reajuste salarial de cerca de 28% em Guajará-Mirim, RO

    Professores da rede municipal terão reajuste salarial de cerca de 28% em Guajará-Mirim, RO


    De R$ 1.917, educadores passam a receber R$ 2.455. Reajuste foi feito após aprovação do Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais da Educação. Para aumento, foram precisos corte de gratificações e redução em auxílios. Fabiano do...


    De R$ 1.917, educadores passam a receber R$ 2.455. Reajuste foi feito após aprovação do Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais da Educação. Para aumento, foram precisos corte de gratificações e redução em auxílios. Fabiano do Carmo/G1 O Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais da Educação de Guajará-Mirim (RO), cidade a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho, foi aprovado. Com isso, os professores da rede de ensino municipal terão um reajuste salarial de cerca de 28%. Em contrapartida, algumas gratificações foram retiradas e houve ainda redução em auxílios. "Acredito que para nós é uma vitória, me considerando que também sou professora, nós passamos por vários anos sem reajuste salarial e com isso a secretária não cumpria com a lei que é do piso salarial", disse Teresa Crespo, secretária Municipal de Educação. O salário dos professores e servidores administrativos não passava por reajuste desde 2014. Os educadores recebiam R$ 1.917, além de gratificações e auxílios. Com a aprovação, eles passam a receber R$ 2.455, mas sem as gratificações, exceto as de formação continuada. A gratificação de docência e de incentivo ao magistério também foram retiradas do novo plano. A formação continuada não foi incluída. Porém, os profissionais que já a recebem continuarão com o benefício. "Para a gente conseguir essa reformulação e para ser possível cumprir o piso, foi necessário que nós, professores, abríssemos mão de algumas gratificações. Do contrário, o plano não seria feito e portanto o piso não seria cumprido", acrescentou Teresa Crespo. Conforme o plano, percentuais de auxílio localidade e as gratificações de formações, tais como especialização, graduação, mestrado e doutorado, foram reduzidos. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a aprovação do plano de carreira e remuneração os servidores administrativos, também terão um reajuste, já que o plano do município é unificado. "Todos os servidores administrativos entrarão em uma nova tabela. A nova tabela inicial para todos os servidores é de R$ 1.050. Em cima disso tem várias as referências e gratificações. As gratificações desses servidores não foram retiradas, até pelo salário deles ser pouco", explicou Teresa Crespo. Ainda de acordo com a Semed, esse reajuste não está de acordo com o piso de 2019, já que esse plano foi estudado, planejado e aprovado com o piso de 2018. Um estudo está sendo realizado para que cumpra com o piso deste ano. A folha de pagamento de abril será feita conforme o novo reajuste. Além disso, a prefeitura de Guajará-Mirim sancionou uma lei de criação de cargos para atender as necessidades das escolas. Foram criados os cargo de auxiliar de merendeira, zelador, merendeira 30 horas e monitor para os ônibus escolares. Para o teste seletivo acontecer, falta apenas a conclusão do edital e decreto, que deve sair ainda no primeiro semestre desse ano. Veja mais notícias da região no G1 Guajará-Mirim e Região.
    Queda de energia prejudica mais de 20 mil moradores de Ji-Paraná, RO

    Queda de energia prejudica mais de 20 mil moradores de Ji-Paraná, RO


    Ceron informou que falta de energia ocorreu por conta de um problema em um dos transformadores da subestação. Órgão aguarda posicionamento da Eletronorte. Queda de luz pejudicou mais de 20 mil pessoas em Ji-Paraná. Sandro Brito/Arquivo...


    Ceron informou que falta de energia ocorreu por conta de um problema em um dos transformadores da subestação. Órgão aguarda posicionamento da Eletronorte. Queda de luz pejudicou mais de 20 mil pessoas em Ji-Paraná. Sandro Brito/Arquivo Pessoal A falta de energia prejudicou mais de 20 mil moradores dos bairros de Ji-Paraná (RO), município a pouco mais de 370 quilômetros de Porto Velho. Segundo a Ceron, a queda ocorreu devido a um problema em um dos transformadores da subestação. "Passamos várias horas sem energia aqui no bairro. Fiquei com medo das minhas coisas na geladeira estragarem, mas foi apenas um susto. Felizmente não tivemos perdas", destacou a moradora Maria Silva. Conforme a Ceron, foram realizados dois desligamentos na região central do estado. O primeiro aconteceu no inicio da noite da última terça-feira (16), afetando cerca de 13 mil moradores de Ji-Paraná, do distrito de Rondominas e da Zona Rural de Presidente Médici Já o segundo desligamento aconteceu poucos minutos depois, afetando cerca de 10 mil moradores de Ji-Paraná. A Ceron informou ao G1 que está aguardando um posicionamento da Eletronorte sobre as ocorrências registradas. Veja mais notícias da região no G1 Ji-Paraná e Região Central.
    Cultura indígena é lembrada durante festival em Cacoal, RO

    Cultura indígena é lembrada durante festival em Cacoal, RO


    Programação especial está relacionada ao Dia do Índio, comemorado sexta-feira (19). "Festival de Arte e Cultura Indígena" conta com exposição de imagens e artesanatos. Festival de Arte e Cultura Indígena começou nesta quarta-feira (17) em...


    Programação especial está relacionada ao Dia do Índio, comemorado sexta-feira (19). "Festival de Arte e Cultura Indígena" conta com exposição de imagens e artesanatos. Festival de Arte e Cultura Indígena começou nesta quarta-feira (17) em Cacoal. Magda Oliveira/G1 Mais de mil pessoas entre alunos e população em geral estão sendo esperados para participarem do "Festival de Arte e Cultura Indígena", realizado no teatro municipal de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. Durante esta quarta-feira (17), exposição de imagens, artesanatos, alimentos e apresentações de filmes vão lembrar a cultura indígena no evento. A programação especial está relacionada ao Dia do Índio, comemorado na próxima sexta-feira (19). Logo pela manhã vários ônibus escolares começaram a estacionar em frente ao teatro e o hall de entrada do local passou a ser tomado por mentes curiosas. Alunos da escola Santos Dumont, da linha 7, área rural de Cacoal, foram uns dos primeiros a chegarem. A aluna Alice Creikton, de seis anos, contou que apesar de conhecer alguns índios, nunca havia tido contato com os objetos usados por eles. "Eu achei tudo muito lindo, bem colorido, gostei principalmente dos bichinhos pintados", disse a menina. Escolas começaram a visitar o espaço, que faz alusão ao Dia do Índio, comemorado no dia 19 de abril. Magda Oliveira/G1 Para a supervisora da escola, Ivone Maria dos Santos, essa oportunidade de tirar as crianças de dentro do espaço escolar é importante, pois contribui com o aprendizado de uma forma diferente. "Os alunos adoram sair do espaço escolar. Além disso, a cultura indígena precisa ser valorizada. Muitas escolas de Cacoal tem indígenas matriculados. Porém, no nosso caso, como estamos na área rural, nossos alunos não tem esse contato, pois estão distantes das aldeias. Os alunos estão encantados", destacou. A indígena Jamiria Surui estava no festival expondo artesanatos. Segundo ela, esses eventos são importantes para que as pessoas tenham mais acesso à cultura do povo indígena. E sempre faz questão de colaborar. "Eu tenho muito orgulho em dizer que sou indígena e quero que as pessoas também conheçam a cultura do meu povo", opinou. Festival é para trazer um pouco da história indígena por meio de exposições de fotos e artesanatos, segundo direção artística da Fundação Cultural de Cacoal. Magda Oliveira/G1 De acordo com a diretora artística da Fundação Cultural de Cacoal, Cremilda Francisca, o festival é para trazer um pouco da história indígena por meio de exposições de fotos e artesanatos. "A ideia é abastecer essa cultura, trazendo conhecimento aos alunos, à comunidade, para que todos saibam o valor que tem essa cultura. Estamos na semana do índio e as escolas costumam trabalhar esse tema. Então esse festival vem para somar com esse ensinamento. Além disso, eles estão podendo ver mais de perto o que acontece nas aldeias", explicou Cremilda. A programação do evento ainda conta com apresentações de: dança e música ritual indígena, literatura indígena, pintura indígena masculina e feminina e de assessórios masculino e feminino. As pessoas que visitam o festival ainda podem assistir ao filme "Ex-Pajé", lançado durante um Festival de Cinema de Berlim, na Alemanha, evento que também premiou o longa. Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.