G1 > Rio Grande do Sul

    Jovem de 21 anos morre em colisão contra caminhão em Vacaria

    Jovem de 21 anos morre em colisão contra caminhão em Vacaria


    Vítima dirigia um Gol que bateu contra um caminhão, na BR-285. Passageiro do carro foi hospitalizado. Condutor do caminhão não sofreu ferimentos. Gol se envolveu em acidente com caminhão, segundo a PRF, em Vacaria Divulgação/PRF Um motorista...


    Vítima dirigia um Gol que bateu contra um caminhão, na BR-285. Passageiro do carro foi hospitalizado. Condutor do caminhão não sofreu ferimentos. Gol se envolveu em acidente com caminhão, segundo a PRF, em Vacaria Divulgação/PRF Um motorista de 21 anos morreu na noite de segunda-feira (22), em Vacaria, na serra gaúcha, em um acidente envolvendo um Gol e um caminhão, conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O acidente aconteceu no km 131 da BR-285. A vítima dirigia o Gol, com placas de Vacaria. Conforme levantamento preliminar da PRF, o automóvel teria invadido a pista contrária ao contornar uma curva. O passageiro foi levado a um hospital na região. O motorista do caminhão, cujas placas são de Vitória (PR), escapou ileso.
    Governo do RS conclui pagamento da folha de março do Executivo

    Governo do RS conclui pagamento da folha de março do Executivo


    Matrículas foram divididas conforme o valor da remuneração – os que ganham menos foram os primeiros a receber. Quitação da última faixa segue calendário que havia sido divulgado pelo Piratini. Sede da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do...


    Matrículas foram divididas conforme o valor da remuneração – os que ganham menos foram os primeiros a receber. Quitação da última faixa segue calendário que havia sido divulgado pelo Piratini. Sede da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre Reprodução/RBS TV O governo do Rio Grande do Sul concluiu nesta segunda-feira (22) o pagamento referente a março da folha dos servidores e pensionistas vinculados ao Executivo. As matrículas foram divididas conforme o valor da remuneração – os que ganham menos foram os primeiros a receber. Os depósitos realizados na manhã desta segunda foram destinados à última das cinco faixas salariais, composta pelos servidores que ganham acima de R$ 12 mil. O pagamento segue calendário que havia sido divulgado pelo Piratini no final de março (veja abaixo). Calendário dos pagamentos de março divulgado pelo Palácio Piratini no dia 28 de março Bruno Ibaldo/Arte Secom Conforme o governo, o estado tem 342.912 mil vínculos, e a folha totalizou R$ 1,262 bilhão no mês passado. O escalonamento de salários do funcionalismo começou na gestão de José Ivo Sartori (MDB), após um período de parcelamentos, devido à escassez de recursos nas contas do governo. De acordo com o governador Eduardo Leite (PSDB), o Rio Grande do Sul encerrou 2018 acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para as despesas com pessoal no Poder Executivo, e também acima do limite máximo do endividamento. O limite prudencial para gastos com pessoal é de 46,55%. O estado encerrou com 46,59%. As despesas do estado cresceram além da inflação. "Isso já exige restrições em nomeações para o estado", explicou o governador, em janeiro.
    VÍDEOS: RBS Notícias de segunda-feira, 22 de abril

    VÍDEOS: RBS Notícias de segunda-feira, 22 de abril


    Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do...


    Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul.

    Empresas desistem de edital, e governo terá de lançar nova licitação para obra de presídio federal em Charqueadas


    Depen terá de contratar empresa para analisar o solo do terreno doado pela prefeitura para a construção da primeira penitenciária federal no Rio Grande do Sul. R$ 50 milhões serão destinados pelo governo federal. União precisará fazer nova...

    Depen terá de contratar empresa para analisar o solo do terreno doado pela prefeitura para a construção da primeira penitenciária federal no Rio Grande do Sul. R$ 50 milhões serão destinados pelo governo federal. União precisará fazer nova licitação para obra de presídio federal de Chasqueadas O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) será obrigado a lançar uma nova concorrência para contratar a empresa que analisará o solo da área em que será construído um presídio federal em Charqueadas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. As duas empresas que participaram da primeira licitação desistiram. Prometida pelo ex-presidente Michel Temer, a obra tem orçamento de R$ 50 milhões garantido pelo governo federal, conforme o diretor do Depen, Fabiano Bordignon. Porém ainda não há data para a abertura da nova licitação. No início de 2018, o governo anterior tentou contratar sem concorrência, em edital de regime diferenciado, uma empresa para construir a cadeia em módulos. Mas a Controladoria-Geral da União (CGU) apontou problemas na prestação de contas da construtora, que já havia realizado obras de outras penitenciárias federais. O presídio deve ser o primeiro estabelecimento prisional federal no estado. O terreno onde a penitenciária será construída foi doado pela prefeitura da cidade. A área de 25 hectares, que pertencia ao município e foi doada para o governo federal, fica na ERS-401. A construção contará com 218 vagas para presos de alta periculosidade. No local, serão recebidos presos de facções criminosas de todo o país. Está prevista a contratação de 250 agentes federais e a 70 servidores para atuar no presídio em áreas como alimentação e lavanderia.
    Polícia evita sequestro de empresário e prende três suspeitos em Santo Antônio da Patrulha

    Polícia evita sequestro de empresário e prende três suspeitos em Santo Antônio da Patrulha


    Presos, de 23, 30 e 42 anos, aplicariam o 'golpe do chute', que consiste em atrair pessoas anunciando venda de produto por preço abaixo do mercado. Foram apreendidos um carro e uma pistola, ambos com identificação adulterada. Polícia apurou que o...


    Presos, de 23, 30 e 42 anos, aplicariam o 'golpe do chute', que consiste em atrair pessoas anunciando venda de produto por preço abaixo do mercado. Foram apreendidos um carro e uma pistola, ambos com identificação adulterada. Polícia apurou que o trio sequestraria um empresário em Santo Antônio da Patrulha Divulgação/Polícia Civil A Polícia Civil prendeu na tarde desta segunda-feira (22) em Santo Antônio da Patrulha, na Região Metropolitana de Porto Alegre, três suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em extorsão mediante sequestro. Eles foram flagrados no local onde, segundo apontou a investigação, sequestrariam um empresário. Os presos, de 23, 30 e 42 anos, aplicariam o "golpe do chute", que consiste em atrair pessoas anunciando a venda de um produto por preço abaixo do mercado – eventualmente alegando tratar-se de um bem apreendido pela Receita Federal. Carro apreendido junto com o trio em Santo Antônio da Patrulha Divulgação/Polícia Civil A polícia apurou que o crime aconteceria na tarde desta segunda, e prendeu o trio na frente da Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem. Foram apreendidos um automóvel – que segundo a polícia teve o chassis adulterado – e uma pistola, também com a numeração raspada. Eles foram autuados em flagrante por participação em organização criminosa, porte ilegal de arma de uso restrito, receptação dolosa e adulteração de sinal identificador de veículo. A ação foi realizada pela 1° Delegacia de Repressão a Roubos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). A quadrilha da qual o trio faz parte já havia sido investigada por sete crimes semelhantes em 2017, quando teve 15 integrantes presos. Ainda assim, foi responsável por um caso de extorsão mediante sequestro no começo deste ano.
    Feriadão de Páscoa tem pelo menos 18 mortes no trânsito do Rio Grande do Sul

    Feriadão de Páscoa tem pelo menos 18 mortes no trânsito do Rio Grande do Sul


    Foram 12 vítimas em rodovias federais, quatro em estaduais e duas dentro de municípios. Operação registrou 14, levando em conta apenas óbitos nos locais dos acidentes – outras quatro pessoas foram hospitalizadas, mas não resistiram. Feriadão...


    Foram 12 vítimas em rodovias federais, quatro em estaduais e duas dentro de municípios. Operação registrou 14, levando em conta apenas óbitos nos locais dos acidentes – outras quatro pessoas foram hospitalizadas, mas não resistiram. Feriadão de Páscoa tem pelo menos 18 mortes no trânsito do RS Pelo menos 18 pessoas morreram devido a acidentes nas estradas estaduais e federais do Rio Grande do Sul durante o feriadão de Páscoa, segundo apontam dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Brigada Militar e do Comando Rodoviário da BM. Foram 12 mortes em rodovias federais, quatro em estaduais e duas dentro de municípios. A Operação Viagem Segura de Páscoa registrou 14 vítimas, considerando apenas as mortes que aconteceram nos locais dos acidentes. Outras quatro vítimas ficaram feridas e chegaram a ser socorridas, mas não resistiram. A contagem foi feita de quinta-feira (18) a domingo (21). Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM fiscalizaram 29.162 veículos e registraram 13.435 mil infrações de trânsito. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (22) pelo Detran-RS, e fazem parte da 101ª edição da operação. Além das 18 mortes, os 200 acidentes registrados deixaram 162 feridos. Na Páscoa do ano passado, o número de mortes chegou a 19, incluindo também as pessoas que foram socorridas, mas morreram nos 30 dias seguintes. Um dos acidentes mais graves ocorreu na sexta-feira (19) na BR-386, em Soledade, com seis mortes. Cinco vítimas eram da mesma família. No domingo (21), uma colisão em Vitória das Missões, na BR-285, deixou três mortos, também familiares. Colisão foi tão violenta na BR-285, que o Sandero chegou a cair num barranco PRF/Divulgação Outras três pessoas morreram em Seberi, onde um carro aquaplanou e saiu da pista. O motorista e a passageira da frente morreram no local. A passageira do banco traseiro teve fratura exposta, foi retirada das ferragens por bombeiros e morreu no hospital. Carro saiu da pista e bateu em árvores na BR-386 em Seberi PRF/Divulgação O número de motoristas flagrados alcoolizados ou que se negaram a fazer o teste do bafômetro chegou a 250. Esses condutores tiveram seus documentos recolhidos e foram impedidos de seguir viagem. Vinte e dois deles ainda foram encaminhados a delegacias, por crime de trânsito. Mais de 5,1 mil testes de etilômetro foram aplicados nos quatro dias da operação. As polícias ainda recolheram 542 veículos e 267 CNHs irregulares. Participam da ação Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM, Detran-RS e Polícia Civil. Também colabora a EPTC, na Capital, ANTT, DNIT, Cetran/RS, Daer, EGR, Famurs, além de representantes da sociedade civil organizada. Acidente na BR-386, em Soledade, deixou seis mortos Reprodução/RBS TV
    Los Hermanos cancela uma das datas de turnê em Porto Alegre

    Los Hermanos cancela uma das datas de turnê em Porto Alegre


    Ingressos já comprados para o dia 12 de maio poderão ser usados para show do dia 11. Banda informa que cancelamento foi por 'motivos de força maior'. Los Hermanos Caroline Bittencourt / Divulgação O segundo show do Los Hermanos em Porto Alegre...


    Ingressos já comprados para o dia 12 de maio poderão ser usados para show do dia 11. Banda informa que cancelamento foi por 'motivos de força maior'. Los Hermanos Caroline Bittencourt / Divulgação O segundo show do Los Hermanos em Porto Alegre foi cancelado, segundo comunicado postado pela banda no evento do Facebook. Somente a apresentação do dia 11 de maio ocorrerá, no Pepsi On Stage. Quem comprou ingresso para o dia 12 poderá cancelar a compra ou usar o bilhete para entrar no show do dia 11. Quem optar pelo cancelamento deverá enviar um e-mail até o dia 8 de maio, informando o número do pedido para cancelamento@eventim.com.br, escrevendo no título "Estorno Los Hermanos 12.05". Para quem comprou em pontos de venda físicos, deve anexar duas fotos do ingresso – uma do bilhete inteiro, e outra rasgado, comprovando sua inutilização. O site de vendas de ingresso Eventim salienta que, a partir de 9 de maio, o estorno não será aprovado. A turnê foi marcada pela banda carioca depois de quatro anos longe dos palcos. Além de Porto Alegre, eles se apresentam em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, Brasília e Belo Horizonte. Initial plugin text

    MP investiga taxistas suspeitos de entregarem exames toxicológicos falsos em Porto Alegre


    Suspeita de fraude foi identificada pela prefeitura, que passou a exigir laudos dos condutores no último ano. Dos 6.175 entregues até o momento, cerca de 100 podem ser falsos. Taxistas podem ter CNH cassada por fraudar resultados de exames...

    Suspeita de fraude foi identificada pela prefeitura, que passou a exigir laudos dos condutores no último ano. Dos 6.175 entregues até o momento, cerca de 100 podem ser falsos. Taxistas podem ter CNH cassada por fraudar resultados de exames toxicológicos O Ministério Público do Rio Grande do Sul investiga cerca de 100 taxistas de Porto Alegre suspeitos de apresentarem exames toxicológicos falsos, indicando que não seriam usuários de drogas. Desde 2018, a capital gaúcha exige os laudos dos condutores. A Prefeitura de Porto Alegre descobriu a fraude ao perceber inconsistências no preenchimento dos laudos. O caso começou a ser apurado após denúncias de que haveria um comércio de exames em pontos de táxi da cidade. "Recebemos denúncias por telefone e pessoalmente, de maneira informal, num setor, que existia um oferecimento nos pontos de táxi. Um cidadão passava inclusive num táxi, dirigindo com uma 'malinha', oferecendo laudos em branco, com a identificação do condutor em branco. Em média, R$ 400 cada laudo", afirma o agente de fiscalização e coordenador do cadastro de operadores da EPTC, Felipe Fraga Sias. Foram identificadas pelo menos duas formas de falsificação. Em algumas situações, o resultado positivo para drogas como cocaína e crack era simplesmente alterado para negativo. Mas, na maioria dos casos, os motoristas investigados usavam as informações de exames de taxistas que deram negativo e adulteravam o documento entregue à prefeitura. "Eles fizeram cópias desse exame, alterando unicamente os dados do motorista e a cor do pelo. O exame original era de um senhor grisalho. Para que não ficassem todos os exames como se fossem oriundos de uma pessoa grisalha, quando as pessoas não eram, era alterada a cor do pelo", explica o promotor de Justiça Flávio Duarte. A equipe da RBS TV localizou o taxista vítima da falsificação. Ele diz não saber como os colegas investigados tiveram acesso ao laudo dele. "Uma surpresa e uma sujeira muito grande com os próprios colegas." A prefeitura vai abrir um processo administrativo que pode cassar as licenças dos taxistas. Os 6.175 laudos entregues serão conferidos junto aos laboratórios e, segundo a prefeitura, o número pode crescer. Caminhoneiros também são investigados Uma fraude envolvendo exames toxicológicos e caminhoneiros gaúchos também é investigada. De acordo com o Ministério público de Santa Catarina, profissionais de seis cidades do Rio Grande do Sul compravam laudos toxicológicos falsos para garantir o resultado negativo. O exame antidrogas é obrigatório para tirar ou renovar a carteira de motorista de ônibus ou caminhão. No domingo, o Fantástico mostrou que a situação se repete em outros estados. De acordo com o MP-SC, os caminhoneiros gaúchos identificados são de Alegrete, Flores da Cunha, Osório, São Sepé, Caxias do Sul e Três Cachoeiras. O promotor de Justiça responsável pela investigação, Gustavo Wiggers, afirma que os motoristas pagavam até R$ 1,2 mil em troca do resultado negativo. O diretor do Detran do Rio Grande do Sul afirmou que vai bloquear a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dos caminhoneiros envolvidos na fraude.
    Cães são encontrados mortos em abrigo arrombado em Encruzilhada do Sul

    Cães são encontrados mortos em abrigo arrombado em Encruzilhada do Sul


    Dois homens que trabalham no local presenciaram a situação na manhã de domingo (21). Ração, medicamentos e produtos de limpeza foram levados. Polícia Civil investiga o caso. Cachorros foram encontrados mortos em abrigo arrombado Marcio...


    Dois homens que trabalham no local presenciaram a situação na manhã de domingo (21). Ração, medicamentos e produtos de limpeza foram levados. Polícia Civil investiga o caso. Cachorros foram encontrados mortos em abrigo arrombado Marcio Morais/Arquivo Pessoal Cinco cães foram encontrados mortos no domingo (21) em um abrigo para animais que sofrem maus-tratos e são recolhidos das ruas de Encruzilhada do Sul, no Vale do Taquari. Conforme Marcio Morais, que trabalha no local, ele e um colega presenciaram a situação após constatarem que o abrigo estava com sinais de arrombamento. A suspeita é que os cães tenham sido mortos a pauladas. "Nos fins de semana e feriados, vamos de manhã e de tarde alimentar, limpar, ver se está tranquilo. Quando ele [colega] chegou domingo, se deparou com a cena. Nem entrou, me ligou e disse que tinham arrombado. Eu moro perto, cheguei ali e me deparei com essa cena também", conta. Janelas do abrigo de cães foram arrombadas Marcio Morais/Arquivo Pessoal Ainda segundo Marcio, o colega dele esteve no local também no sábado e tudo estava dentro do normal. O abrigo é municipal e é usado para receber os animais desde o começo de 2017. O objetivo é cuidar dos bichos e colocá-los para adoção. Depois que entraram e viram os cães mortos, os colegas chamaram a Brigada Militar. Marcio diz que foi orientado a ir a uma delegacia fazer o boletim de ocorrência, o que foi feito na manhã desta segunda-feira (22). Ele também registrou que foram levados do local ração, medicamentos e produtos de limpeza. Porta do abrigo estava com fechadura retorcida Marcio Morais/Arquivo Pessoal Investigação A Polícia Civil investiga o caso. Conforme a delegada Raquel Schneider, já há uma denúncia sendo apurada. "Já teve uma denúncia que está nos auxiliando, estamos tentando identificar o autor ou os autores. Mas continuamos pedindo que, se alguém tiver mais informação, que nos passe, não precisa se identificar", salienta. Na tarde de segunda-feira, a polícia encontrou um carrinho de mão roubado do abrigo em uma residência. Um saco de ração vazio foi localizado no mato, nas proximidades do local. O dono da casa não estava no local. Seu paradeiro é investigado pela polícia. A delegada acrescenta que, se for oferecido a alguém algum saco de ração de 25kg, é para desconfiar. "Foram levados 10 sacos do local", diz. Os crimes investigados neste caso são de furto qualificado e crueldade contra animais. A delegada disponibiliza dois números da delegacia para denúncias - (51) 37331042 ou final 1976 -, além do 197 da Polícia Civil e 190, da Brigada Militar. Não há câmeras de segurança no local.
    Semana Fashion Revolution traz debates sobre moda sustentável e consumo consciente a Porto Alegre

    Semana Fashion Revolution traz debates sobre moda sustentável e consumo consciente a Porto Alegre


    Atividades começaram nesta segunda-feira (22) e seguem até o próximo sábado (27) na capital gaúcha. Movimento está presente em 100 países e 50 cidades brasileiras. Programação é gratuita; confira. Mulheres da cooperativa Justa Trama, que...


    Atividades começaram nesta segunda-feira (22) e seguem até o próximo sábado (27) na capital gaúcha. Movimento está presente em 100 países e 50 cidades brasileiras. Programação é gratuita; confira. Mulheres da cooperativa Justa Trama, que atuam desde o plantio do algodão até a venda das peças Carolina Ferronato A partir desta segunda-feira (22), Porto Alegre recebe mais uma edição da Semana Fashion Revolution, um movimento mundial para valorizar a moda sustentável, incentivar a transparência na cadeia produtiva e promover a conscientização sobre o consumo. Durante esta semana, os temas estarão sendo abordados em exposições, painéis e oficinas em diversos espaços da capital gaúcha. A programação é gratuita e segue até o dia 27 de abril (confira abaixo). “O Fashion Revolution, ele procura trazer esse tema da questão da transparência na indústria da moda fazendo esta pergunta: 'quem fez as minhas roupas?'. Busca que o consumidor se conscientize sobre a origem das peças, destaca Lívia Duda, coordenadora local do Fashion Revolution em Porto Alegre. Tingimento de tecido foi uma das oficinas oferecidas na última edição do Fashion Revolution em Porto Alegre Carol Anchieta/RBS TV Neste ano, o Fashion Revolution está focado em três eixos: mudança cultural, mudança na indústria e mudança política. Lívia explica que o movimento serve como alerta e busca incentivar o consumidor a questionar as marcas sobre a cadeia produtiva e ir atrás de informações sobre aquelas que já tiveram seu nome vinculado à mão-de-obra escrava. Para isso, o Fashion Revolution lança um desafio. "Que as pessoas vistam uma peça do avesso e postem com a #quemfezminhasroupas nas redes sociais, linkando essa marca e perguntando 'quem fez a minha roupa?'", explica a coordenadora local do movimento. Dentre as atividades em Porto Alegre, Lívia destaca como principal um evento no dia 24 de abril, a partir das 19h, no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223). Nesse mesmo dia, há seis anos, houve o desabamento do edifício Rana Plaza, que abrigava confecções de roupas em Bangladesh, deixando mais de 1,1 mil mortos e 2,5 mil feridos. A tragédia motivou a criação do Fashion Revolution, que, atualmente, está presente em 100 países e 50 cidades brasileiras. No Rio Grande do Sul, o evento começou a ser realizado em 2016, quando a programação foi oferecida em um único dia. Circuito Fashion Revolution Porto Alegre 22/4 – Segunda-feira Dia inteiro - Exposição Transformar (bandeiras do Fashion Revolution) - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 9h30 - Projeto Moda e Sustentabilidade – Têxteis Funcionais - Uniritter Zona Sul – Rua Orfanotrófio, 555 – Sala: Ateliê da Moda 1 Tarde - Oficina Transformar Upcycling - Uniritter Zona Sul – Rua Orfanotrófio, 555 19h30 - A circularidade e a responsabilidade na moda – Livia Duda (FashRevPoa) e convidados - ESPM – Rua Guilherme Schell, 350 19h30 – Técnicas ancestrais para inovação em design de moda - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 – Ateliê da Moda 1 23/4 – Terça-feira 9h às 10h - Painel “Moda afro: cenário nacional de marcas de moda afro-brasileiras” - Uniritter Zona Sul – Rua Orfanotrófio, 555 9h30 - Processos e Materiais Sustentáveis para a Alta Moda - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 – Ateliê da Moda 1 10h às 12h - Oficina “Moda afro: forma, cores e estampas” - Uniritter Zona Sul – Rua Orfanotrófio, 555 Tarde - Workshop de customização - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 – Ateliê da Moda 1 14h30 – 16h30 - Contextura abre as portas – palestra sobre moda circular e visita - Contextura - R. Dr. Armando Barbedo, 1091 15h – 17h - Visita a projeto de inclusão social + zero waste - Atelier da Cruz - Travessa Vinte e Cinco de Julho, 1572 17h – 19h30 - Exposição Bandeira de Retalhos/Ação no Semáfaro/Enquetes no Instagram - Unisinos – Av. Nilo Peçanha, 1600, salas 807, 808, 809 e 810 17h – 19h30 – Talk: igualdade de gênero e comércio justo no sistema de moda - Unisinos – Av. Nilo Peçanha, 1600, salas 807, 808, 809 e 810 19h às 22h – Oficina de Estamparia - Senac – Rua Cel. Genuíno, 130 19h30 – Projeto Moda e Inclusão Social - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 – Ateliê da Moda 1 24/4 – Quarta-feira – Fashion Revolution Day Dia inteiro – Stories: Eu fiz suas roupas! - Faculdade Senac – Rua Cel. Genuíno, 130 – Lounge FSPOA 9h30 – Fashion Revolution: faça parte dessa revolução – Livia Duda (FashRevPoa) - Uniritter Zona Sul – Rua Orfanotrófio, 555 – Ateliê da Moda 1 9h30 – Produtos sustentáveis e o que está por trás da marca - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 – Ateliê da Moda 1 10h às 12h – Palestra - fatto a mano, pelletteria Italian - Faculdade Senac – Rua Cel. Genuíno, 130 – Sala 206 10h30 às 12h – Herself e a logística reversa de moda íntima - Coletivo 828 – Rua Visconde do Rio Branco, 828 13h30 – Bandeira do Fashion Revolution - Faculdade Senac – Rua Cel. Genuíno, 130 – Sala 208 14h às 15h e das 17h às 18h – Ada: Por dentro do processo produtivo - Ada - R. Nunes, 302 15h30 às 17h – Talk “Comunicação e estética para quebrar padrões” – Mediação Deise da Luz - com Desiree Do Valle (estudante de design de moda), Duda Cambeses (estilista e proprietária da Nuz), Raul Krebs (fotógrafo de moda) - Centro Cultural Erico Verissimo - R. dos Andradas, 1223 16h às 18h – Oficina de produção de moda de acervo compartilhado - Clássica Witte – Av. Venâncio Aires, 18 17h às 18h30 – Talk “Representatividade na Moda” – Mediação Carol Anchieta – com Andreza Schimitt (formada em design de moda e marketing e modelo plus size), Carlos Weisheimer (professor de moda e visagismo, drag queen), Cris Piuga (assessora de moda e influencer) - Centro Cultural Erico Verissimo - R. dos Andradas, 1223 19h às 21h – Painel Fash Rev Day “Olhares para uma revolução na moda” – Mediação Karine Freire (Unisinos) – Com Nelsa Nespolo (Justa Trama), Claudia Campos (Fashion Black), Silvia Marcuzzo (POA Inquieta) e Fabíola Pecce (Pasárgada) - Centro Cultural Erico Verissimo - R. dos Andradas, 1223 19h30 – Cineclub: Filme e Bate-Papo Exibição do Documentário River Blue - Uniritter Zona Sul – R. Orfanotrófio, 555 – Auditório D 19h30 – Microgeração de energia e sustentabilidade: uma contribuição para as tecnologias vestíveis - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 – Ateliê da Moda 1 25/4 – Quinta-feira 9h30 – Moda sustentável: cases de sucesso - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 – Ateliê da Moda 1 9h30 – Desafios da indústria têxtil para sustentabilidade - Uniritter Zona Zul – Rua Orfanotrófio, 555 – Ateliê da Moda 1 10h às 12h – Palestra: Do impresso ao # - Faculdade Senac – Rua Cel. Genuíno, 130 – sala 206 13h30 – Bandeira do Fashion Revolution - Faculdade Senac – Rua Cel. Genuíno, 130 – sala 208 14h – Oficina: Colares de Malha - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias 2001 – Ateliê da Moda 1 14h – Oficina: Acessórios em Crochê - Uniritter Zona Sul – Rua Orfanotrófio, 555 – Ateliê da Moda 1 14h às 18h – Ressignificando o território através do design – Dona Rufina - ESPM – Rua Guilherme Schell, 350 - Ateliê de Costura 14h às 18h – Apresentação Coletivo Aloja, marcas residentes e processos de produção - Aloja – Av. Cel. Lucas de Oliveira, 265 19h30 – A cadeia produtiva para uma marca de moda slow - Uniritter Zona Sul – Rua Orfanotrófio, 555 – Ateliê da Moda 1 19h30 – Projeto Moda e Sustentabilidade: Têxteis Funcionais - Uniritter FAPA – Av. Manoel Elias, 2001 – Ateliê da Moda 1 26/4 – Sexta-feira 9h às 12h – Oficina de carimbos manuais - Faculdade Senac – Rua Cel. Genuíno, 130 – Sala 207 9h30 – Aula aberta “Gestão de projetos em design de moda” - Uniritter Zona Sul – Rua Orfanotrófio, 555 – Ateliê da Moda 1 10h às 11h – “Vamos falar sobre empreendedorismo materno?” - Av. Icaraí, 1717 27/4 – Sábado 10 às 17h – Santo Lixo Day – pontos de recolhimentos de resíduos e atividades - Brechó Desapega que eu Pego - Rua Sargento Nicolau Dias de Farias, 376 12h às 19h – M.A.R. – Moda, Arte e Revolução – Feira com marcas da moda sustentável - Vila Flores – Rua São Carlos, 753 13h30 às 19h – “Ecossistema no Fashion Revolution” - Workshops - Vila Flores – Rua São Carlos, 753 14h30 às 17h30 – Oficina de Customização e Palestra sobre Vendas de Produtos Autorais - Carina Brendler Atelier e Colorê Patchwork – R. Cel. Paulino Teixeira, 85 16h às 18h30 – Brechó de Troca - Rua dos Andradas, 1464
    Suspeitos de matar pai e filho em assalto em Estância Velha têm prisão preventiva decretada

    Suspeitos de matar pai e filho em assalto em Estância Velha têm prisão preventiva decretada


    Polícia divulgou identidade dos dois homens na manhã desta segunda-feira (22). Um deles tem 19 anos e, o outro, 20. Ainda é investigada a participação de um terceiro suspeito no crime. Delegados divulgam detalhes do crime na relojoaria em...


    Polícia divulgou identidade dos dois homens na manhã desta segunda-feira (22). Um deles tem 19 anos e, o outro, 20. Ainda é investigada a participação de um terceiro suspeito no crime. Delegados divulgam detalhes do crime na relojoaria em Estância Velha Lilian Lima/G1 A Polícia Civil divulgou na manhã desta segunda-feira (22) as identidades dos suspeitos de participar do assalto com morte de pai e filho em uma relojoaria de Estância Velha no dia 10 de abril. São dois jovens, de 19 e 20 anos, moradores do Vale do Sinos. A Justiça já decretou a prisão preventiva por latrocínio. Eles ainda não foram encontrados e são considerados foragidos. As vítimas, Leomar Jacó Canova, de 55 anos, e Luis Fernando Canova, de 35, trabalhavam no estabelecimento. Havia outras funcionárias no local no momento do crime, que não se feriram. Suspeitos procurados Rafael Santos Domingues, 19 anos, da Vila Brás, em São Leopoldo Davi dos Santos Mello, 20 anos, da Vila Palmeira, em Novo Hamburgo "Os dois são coautores do crime e não se descarta da participação de um terceiro, como olheiro ou ajudante. Ainda não há prova nesse sentido. Tivemos testemunhas importantes. O Davi foi reconhecido pela própria mãe, ao o ver no vídeo. Esse elemento nos ajudou e foi muito importante", destaca o delegado regional Eduardo Hartz. Segundo a polícia, os dois são amigos. O mais velho já tem condenação por roubo e está em prisão domiciliar. O mais novo tem envolvimento com tráfico de drogas. Polícia divulga imagens de suspeitos de latrocínio em Estância Velha Lilian Lima/G1 Polícia divulga imagens de suspeitos de latrocínio em Estância Velha Lilian Lima/G1 A Polícia Civil recebeu mais de 100 informações e fotos de possíveis autores do fato durante a investigação. Disfarces Os dois apontados como autores do assalto pela polícia mudaram o visual antes de cometer o crime. O delegado Marcio Nunes da Silva, que também investiga o caso, chamou atenção para a diferença da cor de uma das mãos de Rafael [imagem acima]. "Uma das denúncias informou que o Rafael havia pintado a mão para esconder uma tatuagem." O delegado diz que as fotos mostradas para a imprensa foram retiradas das redes sociais dos suspeitos. As imagens foram apagadas dos perfis depois do crime. "Temos reconhecimento fotográfico de mais de uma testemunha e reconhecimento dos familiares", reitera. Foi levantada ainda uma suspeita de que os dois estariam com nariz falso no dia do assalto. "Estamos aguardando laudo nesse sentido", pontua o delegado Nunes. "Nós temos um depoimento de que ambos os indivíduos foram juntos a uma barbaria na Vila Brás e fizeram uma pigmentação da barba", acrescenta. "Eles foram até a barbaria três dias antes do crime", completa o delegado Hartz. Suspeitos de assalto com morte de pai e filho em Estância Velha no dia do assalto Câmera de segurança Carros e armas A polícia apreendeu dois veículos que teriam sido usados no assalto, mas ainda não confirma oficialmente a relação. Eles passam por perícia. São um Honda Fit e um Ford Focus. "O celular deixado no Focus está sendo periciado pelo setor de investigação", diz Hartz. "Há uma conexão de horários, mas não há nenhum elemento que ligue o Focus com o Honda Fit. Nós sabemos quem estava de titular do celular apreendido, mas isso não quer dizer que é suspeito do roubo praticado em Estância Velha. Não há elementos que liguem esse carro ao fato de estância velha", acrescenta. Ainda de acordo com a polícia, duas armas diferentes foram usadas pelos suspeitos, e ambas dispararam. Nenhuma foi encontrada ainda. Os suspeitos fugiram com jóias da relojoaria. "De concreto, não temos a informação de que as jóias estejam sendo vendidas, apenas há a possibilidade de que elas estejam sendo vendidas e financiem a fuga", diz o delegado Hartz. A chefe de Polícia Civil, Nadine Anflor, destacou na coletiva a integração de delegados do Vale do Sinos na investigação. "Necessidade de criar forças tarefas entre os municípios, uma união de esforços. Esse é o exemplo que fica para os outros municípios. Essa investigação nos traz outra forma de solucionar crimes. A regional do Vale do Sinos demonstra nessa investigação como é importante essa integração", pontua. Vídeo mostra assalto As imagens captadas pelas câmeras de segurança (assista abaixo) mostram um homem armado que obriga duas funcionárias a colocarem objetos dentro de uma sacola. Outro assaltante aparece em seguida, também armado, saindo dos fundos do estabelecimento, onde fica uma oficina de reparos. Logo atrás dele estão pai e filho, que são atingidos pelos disparos. O G1 editou o vídeo e congelou a imagem antes do o assaltante disparar contra as vítimas. A polícia diz que, pelos relatos das testemunhas, houve uma reação e, a partir disso, ocorreram os disparos. Os familiares atingidos estavam nos fundos da loja. A polícia tomou a iniciativa de divulgar as imagens dos suspeitos para que denúncias ajudem na localização deles. Imagens de câmeras registram assalto a relojoaria em Estância Velha
    Suspeito de matar homem a tiros na Cidade Baixa, em Porto Alegre, é indiciado por latrocínio

    Suspeito de matar homem a tiros na Cidade Baixa, em Porto Alegre, é indiciado por latrocínio


    Gabriel Pontes Fonseca, de 28 anos, foi assassinado na tarde do dia 26 de março. Suspeito de cometer o crime está preso preventivamente. Gabriel, morto a tiros na Cidade Baixa, era advogado e tinha 28 anos Reprodução/RBS TV A Polícia Civil...


    Gabriel Pontes Fonseca, de 28 anos, foi assassinado na tarde do dia 26 de março. Suspeito de cometer o crime está preso preventivamente. Gabriel, morto a tiros na Cidade Baixa, era advogado e tinha 28 anos Reprodução/RBS TV A Polícia Civil concluiu o inquérito que investigava a morte do advogado Gabriel Pontes Fonseca e indiciou um homem de 23 anos por latrocínio, que é o roubo seguido de morte. O crime aconteceu na tarde do dia 26 de março, no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre. O suspeito de atirar contra a vítima está preso preventivamente desde o dia 4 de abril. Ele foi encontrado no Morro da Cruz. Segundo a polícia, o homem foi identificado por meio de reconhecimento pessoal e fotográfico. O inquérito já está com o Ministério Público (MP), que ainda não ofereceu denúncia contra o suspeito. O prazo termina nesta semana. De acordo com o MP, o homem tem condenação por porte ilegal de arma de calibre restrito e responde por outros dois roubos à mão armada. O delegado Paulo Cesar Jardim afirma que a investigação ouviu de 15 a 20 testemunhas e chegou à conclusão sobre a intenção do assalto por meio de prova técnica, pericial e testemunhal. A polícia analisou 34 câmeras de segurança, e uma delas mostrava o suspeito fugindo de moto (veja no vídeo abaixo). O homem foi ouvido na delegacia, mas, segundo o delegado, preferiu falar em juízo. Homem é baleado na Lima e Silva, em Porto Alegre Gabriel tinha 28 anos e foi atingido por dois tiros no tórax por volta das 16h de uma terça-feira, na Rua Lima e Silva, um dos pontos mais movimentados da Cidade Baixa. O advogado carregava uma pasta com processos, um celular e R$ 800. Nada foi levado na ocasião. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. "Ele foi cercado pelo povo porque demorou muito tempo fazendo o assalto. Antes [de atirar no Gabriel], deu um tiro no chão, entraram em luta corporal e, depois, dois tiros. Segundo testemunhas, não teria dado tempo para ele pegar nada", explica o delegado.
    Polícia procura suspeito de assalto com homem baleado em Porto Alegre

    Polícia procura suspeito de assalto com homem baleado em Porto Alegre


    Delegado responsável pelo caso diz que ele foi reconhecido como autor dos disparos pela vítima, que segue internada no hospital em estado grave. Crime ocorreu na noite de 12 de abril. Homem foi baleado por volta das 19h. Polícia acredita que ele...


    Delegado responsável pelo caso diz que ele foi reconhecido como autor dos disparos pela vítima, que segue internada no hospital em estado grave. Crime ocorreu na noite de 12 de abril. Homem foi baleado por volta das 19h. Polícia acredita que ele tenha sido vítima de uma tentativa de assalto Estêvão Pires/RBS TV O suspeito de ter baleado um homem durante assalto no bairro Passo D'Areia, em Porto Alegre, na noite de 12 de abril, é procurado pela polícia. O delegado responsável pelo caso, Alexandre Vieira, da 9ª Delegacia de Polícia, diz que acredita ter elucidado o crime, investigado como latrocínio tentado. A vítima do disparo, de 33 anos, segue internada em estado grave em um hospital. De acordo com o delegado, foram realizadas diversas diligências e também foram obtidas imagens do suspeito, inclusive em locais onde foram realizados saques com os cartões da vítima. "[Câmeras de segurança registraram] ele retirando dinheiro do caixa eletrônico e ele passando no local do crime, com a mesma roupa", acrescenta. A prisão preventiva foi solicitada ao Poder Judiciário, e a polícia aguarda a resposta. O suspeito já é considerado foragido por outros crimes. Ele é morador de Canoas, na Região Metropolitana, e tem antecedentes por roubo, receptação, tráfico de drogas, entre outros. Segundo a polícia, foi através de uma denúncia anônima que o suspeito foi identificado. Depois, ele acabou sendo formalmente reconhecido pela vítima dos disparos e por uma testemunha do crime. O crime O assalto aconteceu por volta das 19h de 12 de abril, uma sexta-feira, perto do Viaduto Obirici, na Zona Norte da Capital. Testemunhas relataram que um suspeito armado atirou contra o homem e fugiu com uma mochila. Depois, o assaltante entrou em um carro. O homem ferido, sócio de uma empresa de turismo, levou um tiro no abdômen e foi levado em uma viatura da Brigada Militar ao Hospital Cristo Redentor, onde permanece. Homem é baleado em assalto na Zona Norte de Porto Alegre

    Caminhoneiros do RS compram laudos toxicológicos falsos para conseguir a CNH, aponta MP


    Investigação do Ministério Público de Santa Catarina apurou que laudos eram vendidos em laboratório de Criciúma a motoristas usuários de drogas. Diretor do Detran RS garantiu que vai bloquear CNH de caminhoneiros envolvidos na fraude....

    Investigação do Ministério Público de Santa Catarina apurou que laudos eram vendidos em laboratório de Criciúma a motoristas usuários de drogas. Diretor do Detran RS garantiu que vai bloquear CNH de caminhoneiros envolvidos na fraude. Caminhoneiros de seis cidades gaúchas compram laudos de exames toxicológicos falsos, apura MP Caminhoneiros de seis cidades do Rio Grande do Sul compravam laudos toxicológicos falsos para garantir o resultado negativo do exame, segundo investigação do Ministério Público de Santa Catarina. O exame antidrogas é obrigatório para tirar ou renovar a carteira de motorista de ônibus ou caminhão. No domingo, o Fantástico mostrou que isso se repete em outros estados. De acordo com o MP-SC, os caminhoneiros gaúchos identificados são de Alegrete, Flores da Cunha, Osório, São Sepé, Caxias do Sul e Três Cachoeiras. O promotor de Justiça responsável pela investigação, Gustavo Wiggers, diz que eles pagaram até R$ 1,2 mil em troca do resultado negativo. "Ao longo da investigação, constatamos que existia um laboratório em Criciúma [Santa Catarina] que estava promovendo a venda de exames com garantia de resultado negativo", explica Wiggers. Os clientes eram motoristas usuários de drogas. Um deles admite consumir a droga rebite e diz ter comprado o exame. "Precisava para cumprir os horários de carga que eu tinha que descarregar", justifica o motorista. Os caminhoneiros sequer entregavam o material para a análise. Sem saber que estava sendo gravada pela equipe da RBS TV, uma ex-funcionária do laboratório revela que coletava fios de cabelo em um salão de beleza que frequentava. "Era um cabelo que não fosse de pessoas drogadas, né?", explica a mulher. O valor mínimo cobrado por ela era de R$800. "O caminhoneiro entrava em contato com ela, encaminhava a ela apenas a foto do documento e realizava o pagamento", diz o promotor Wiggers. "Ela preenchia as guias de exame com os dados desses motoristas e, posteriormente, encaminhava material genético de outras pessoas ao laboratório para constatação ou não da presença de substância tóxica", completa o promotor. Detran promete bloqueio de CNH O diretor do Detran do Rio Grande do Sul diz que vai bloquear a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dos caminhoneiros envolvidos na fraude. "Nós estamos buscando junto ao Ministério Público de Santa Catarina uma cópia da denúncia para identificarmos os nomes dos motoristas gaúchos que estejam trafegando fora da lei. Em cima disso, nós vamos chamá-los para que, num prazo curto, façam um novo exame toxicológico e, em cima desse novo exame, poderemos cassar ou não essa carteira de motorista", garante Enio Bacci, diretor-geral do Detran/RS. O objetivo é evitar que motoristas usuários de drogas coloquem em risco a vida de milhares de pessoas nas estradas. "Eu usei tudo quanto foi tipo de droga. Rebite, cocaína, crack, álcool, principalmente, também, né? No momento em que eu me drogava, parecia que eu era um piloto, que eu queria acelerar, acelerar, acelerar", relata o ex-caminhoneiro Adalberto de Azambuja, que atualmente passa por um tratamento contra a dependência química numa fazenda de Gravataí. Estudos mostram que diferentes drogas produzem consequências diferentes, mas não existe droga psicoativa que não produza algum efeito no processo de dirigir. "Todo o processo de direção que o motorista executa vai ficar afetado pelas diferentes substâncias que ele possa ter usado. A competência dele de fazer manobras, manter-se na linha, estimar distância, estimar a capacidade de fazer uma ultrapassagem, acelerar de forma correta, respeitar a distância de outro veículo fica bastante afetada pelas diferentes drogas", defende o psiquiatra diretor do Centro de Pesquisas em Álcool e Drogas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Flávio Pechansky.
    ONG Doutorzinhos está com inscrições abertas para novos voluntários em Porto Alegre

    ONG Doutorzinhos está com inscrições abertas para novos voluntários em Porto Alegre


    Candidatos devem se inscrever até quarta-feira (24), pela internet. Interessados devem ter 18 anos completos até o início do treinamento. ONG Doutorzinhos está com inscrições abertas para novos voluntários. Pedro Antonio...


    Candidatos devem se inscrever até quarta-feira (24), pela internet. Interessados devem ter 18 anos completos até o início do treinamento. ONG Doutorzinhos está com inscrições abertas para novos voluntários. Pedro Antonio Heinrich/Divulgação Conhecidos por levar alegria a pacientes internados em hospitais de Porto Alegre, os Doutorzinhos estão com inscrições abertas para o processo seletivo de novos voluntários até quarta-feira (24), às 15h. Os interessados devem ter 18 anos completos até o início do treinamento e preencher a ficha de inscrição disponível na página da ONG no Facebook. Não é necessário ser da área da saúde, ter experiência ou ser formado em artes cênicas para fazer parte. De acordo com a ONG, o processo seletivo é rigoroso, já o trabalho exige responsabilidade e qualidade. As entrevistas acontecem nos dias 25 de abril, das 9h às 12h e das 14h às 17h (dois turnos) e 30 de abril, das 18h30min às 21h30min. Os selecionados passam por um curso de formação de 72 horas durante todo o mês de maio, à noite, com aulas de desinibição, iniciação teatral e jogos de improviso. Após a formação, os voluntários são direcionados para a atuação semanal em uma das instituições parceiras da ONG. Sobre os Doutorzinhos: A ONG Doutorzinhos é uma organização sem fins lucrativos fundada há 13 anos que utiliza a figura do palhaço para levar alegria a pacientes, acompanhantes e equipes de saúde. Está presente em 13 hospitais de Porto Alegre e em 2018 realizou 1.275 visitas beneficiando aproximadamente 138.292 pessoas.
    VÍDEOS: Bom Dia Rio Grande de segunda-feira, 22 de abril

    VÍDEOS: Bom Dia Rio Grande de segunda-feira, 22 de abril


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Rio Grande do...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Rio Grande do Sul.
    Incêndio atinge fábrica de armas em São Leopoldo

    Incêndio atinge fábrica de armas em São Leopoldo


    Fogo começou por volta das 4h da madrugada desta segunda-feira (22) em um pavilhão e foi controlado duas horas depois, segundo o Corpo de Bombeiros. Incêndio atinge fábrica de armas em São Leopoldo Um incêndio atingiu um pavilhão do prédio da...


    Fogo começou por volta das 4h da madrugada desta segunda-feira (22) em um pavilhão e foi controlado duas horas depois, segundo o Corpo de Bombeiros. Incêndio atinge fábrica de armas em São Leopoldo Um incêndio atingiu um pavilhão do prédio da Taurus, fabricante de armas, na madrugada desta segunda-feira (22), em São Leopoldo, no Vale do Sinos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 4h e só foi controlado duas horas depois. Foi preciso chamar reforço das unidades de Novo Hamburgo e Sapucaia do Sul para conter as chamas. Fernando Silva dos Passos, que passava pelo local na hora do incêndio, disse para a RBS TV que as chamas atingiram o pavilhão onde fica a central de resíduos da fábrica. Incêndio atinge fábrica de armas em São Leopoldo Ronaldo Bernardi/Agência RBS Não há informações de feridos. No local, estavam apenas os seguranças. Os bombeiros suspeitam que o incêndio tenha ocorrido por causa de uma pane elétrica, ainda aguardam o resultado da perícia para confirma a causa. Em nota, a assessoria de imprensa da Taurus Armas, informou que aconteceram apenas danos materiais e que as causas do incêndio estão sendo apuradas. Fogo atingiu depósito da fábrica de armas. Luan Lehmann/Arquivo Pessoal
    Vacinação contra a gripe se estende a demais grupos prioritários a partir desta segunda

    Vacinação contra a gripe se estende a demais grupos prioritários a partir desta segunda


    Campanha começou para crianças e gestantes em 10 de abril. No dia 23, será aberta oficialmente a vacinação a indígenas, com evento em Porto Alegre. Vacinação contra a gripe se estende a todos os grupos prioritários Secretaria Estadual da...


    Campanha começou para crianças e gestantes em 10 de abril. No dia 23, será aberta oficialmente a vacinação a indígenas, com evento em Porto Alegre. Vacinação contra a gripe se estende a todos os grupos prioritários Secretaria Estadual da Saúde/Arquivo/Divulgação A vacinação contra a gripe se estende aos demais grupos prioritários a partir desta segunda-feira (22). A campanha começou no dia 10 de abril para crianças e gestantes. No dia 23, em evento na aldeia Van Kã, em Porto Alegre, será marcado o início da aplicação das doses em comunidades indígenas. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é imunizar 90% de cada um dos grupos prioritários. A campanha segue até o dia 31 de abril em todo o país. Conforme dados do governo do Rio Grande do Sul, mais de 20 mil mulheres grávidas foram imunizadas até 18 de abril, o que representa 19%. No dia 16, foi divulgado que quase 75 mil crianças haviam recebido as doses, ou seja, 10%. Crianças e gestantes foram priorizadas este ano porque foram as que menos se vacinaram em 2018 - foram 67% das crianças e 72% das gestantes. Em Porto Alegre, são 134 salas de vacinação. O atendimento é feito em dias úteis, de segunda a sexta-feira. O horário varia: unidades de saúde atendem das 8h às 17h; a Clínica da Família, na Restinga, das 8h às 20h; e a US Rubem Berta, no bairro Rubem Berta, Zona Norte, atende das 7h às 22h. As quatro unidades de saúde com horário estendido (São Carlos, Ramos, Tristeza e Modelo) atendem das 8h às 22h. O 'Dia D' de vacinação está marcado para 4 de maio, um sábado. A vacina protege contra três tipos de vírus Influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B. A dose deste ano foi atualizada com subtipos diferentes nas cepas H3N2 e B, por isso deve ser repetida mesmo por quem já se protegeu na temporada passada. Grupos que podem receber a vacina a partir de 22 de abril Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias) Gestantes (em qualquer tempo gestacional) Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) Pessoas com 60 anos ou mais Povos indígenas aldeados Trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados Presos e funcionários do sistema prisional Professores de escolas públicas e privadas Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais* *Doenças crônicas: respiratórias, cardíacas, renais, neurológicas ou hepática; diabetes; imunossupressão; obesidade; transplantados ou pessoas com trissomias. Comunidades indígenas A solenidade de abertura dos povos indígenas vai acontecer na aldeia Van Kã, em Porto Alegre, na terça-feira (23). Conforme a Secretaria Estadual da Saúde, trata-se de uma estratégia da Organização Panamericana de Saúde (Opas) para intensificar e melhorar a cobertura vacinal desta população, além de aumentar a vigilância epidemiológica de doenças que podem ser evitadas por intermédio de vacinação. Ao todo, serão 26 aldeias inseridas no Polo Base de Porto Alegre, de um total de 140 existentes no Rio Grande do Sul. As demais serão vacinadas conforme calendários dos municípios e das equipes multidisciplinares de saúde indígena. São aproximadamente 23 mil aldeados no estado, distribuídas em 65 municípios. Durante 10 dias serão realizadas, além da vacinação, atividades de vermifugação, avaliação da saúde bucal, do estado nutricional e do crescimento e desenvolvimento das crianças menores de cinco anos, acompanhamento de idosos e deficientes, triagem de doenças crônicas nos adultos, rodas de conversa para orientações específicas, entre outras ações.
    Acidente na BR-285 em Vitória das Missões deixa três pessoas mortas

    Acidente na BR-285 em Vitória das Missões deixa três pessoas mortas


    Vítimas estavam num Sandero que saiu de São Borja e seguia em direção a Curitiba, no Paraná. Veículo teria perdido o controle invadido pista contrária e batido de frente num Ford Ka. Acidente deixa duas pesosas mortas e uma ferida gravemente na...


    Vítimas estavam num Sandero que saiu de São Borja e seguia em direção a Curitiba, no Paraná. Veículo teria perdido o controle invadido pista contrária e batido de frente num Ford Ka. Acidente deixa duas pesosas mortas e uma ferida gravemente na BR-285 em Vitória das MIssões PRF/Divulgação Três pessoas morrem em uma colisão frontal na BR-285 em Vitórias da Missões, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul. O acidente ocorreu por volta das 10h30 deste domingo. De acordo com a polícia Rodoviária Federal, pouco antes da ponte do rio Urubucaru o motorista do Sandero com placas de Belo Horizonte teria perdido o controle e saído para o acostamento. Na sequência teria invadido a pista contrária e batido de frente num Ford Ka com placas de Santo Ângelo. Morreram dois ocupantes do Sandero que seguia de São Borja em direção a Curitiba, no Paraná. No local morreu um menino de 11 anos que era irmão do motorista. Uma jovem, de 30 anos, que era namorada do condutor, chegou a ser socorrida mas já chegou sem vida ao hospital. O motorista o Ford Ka, de 89 anos, morreu no início da noite no Hospital de Santo Ângelo. O outro condutor está internado no mesmo hospital e passa por exames. O Sandero chegou a cair no barranco que fica ao lado da rodovia. A Polícia Civil de Vitória das Missões será responsável pelo inquérito policial. Colisão foi tão violenta que o Sandero chegou a cair num barranco. PRF/Divulgação Acidente aconteceu por volta das 10h30 na BR_285 logo depois da ponte sobre o Rio Urubucaru PRF/Divulgação
    Globo exibe reportagem sobre bonecas inclusivas de Bagé

    Globo exibe reportagem sobre bonecas inclusivas de Bagé


    Projeto de menina de 10 anos contou pontos para Ciranda de Prendas, que acontece em Lajeado, em maio. Jojô faz bonecas "inclusivas" em Bagé Arquivo pessoal Tá faltando espaço no peito pra guardar tanto orgulho da nossa cultura e da nossa...


    Projeto de menina de 10 anos contou pontos para Ciranda de Prendas, que acontece em Lajeado, em maio. Jojô faz bonecas "inclusivas" em Bagé Arquivo pessoal Tá faltando espaço no peito pra guardar tanto orgulho da nossa cultura e da nossa prendinha Giovana, a Jojô, lá de Bagé!! Lembram quando contamos a história dela aqui no blog? Ela criou bonecas inclusivas durante o concurso que a escolheu como prenda mirim da 18a Região Tradicionalista. Depois de ser mostrada pelo Jornal do Almoço, essa iniciava foi parar num programa da Globo, o Como Será, apresentado na manhã deste sábado!! E as bonecas ainda fizeram companhia, no estúdio, para a Sandra Annenberg! Entre os dias 16 e 18 de maio, farão parte de uma mostra, na Ciranda Estadual de Prendas, que vai escolher as novas prendas do estado, em Lajeado. Parabéns, Jojô!! Assista: Menina de dez anos cria bonecas inclusivas
    Sucesso na internet, Alan Moreira estreia em novo grupo musical

    Sucesso na internet, Alan Moreira estreia em novo grupo musical


    Com ex-integrantes dos Serranos, 'Som do Sul' estreou em baile para 3 mil pessoas em Ponta Grossa (PR). Alan Moreira Arquivo pessoal O cantor, gaiteiro e compositor Alan Moreira iniciou, ontem, uma nova fase na carreira. Ao lado do ex-vocalista Kiko,...


    Com ex-integrantes dos Serranos, 'Som do Sul' estreou em baile para 3 mil pessoas em Ponta Grossa (PR). Alan Moreira Arquivo pessoal O cantor, gaiteiro e compositor Alan Moreira iniciou, ontem, uma nova fase na carreira. Ao lado do ex-vocalista Kiko, dos Serranos, é a principal estrela do grupo Som do Sul, que estreou animando um baile para 3 mil pessoas em Ponta Grossa, no Paraná. Na terça-feira, 30, será atração na Sociedade Gaúcha de Lomba Grande, em Novo Hamburgo e essa semana, grava o Galpão Crioulo. Com a carreira iniciada ao 12 anos, tocando violão, conheceu a "paixão" pela gaita ao ser convidado para dançar em uma invernada de danças. Não parou mais. O primeiro vídeo viral, no qual imita o cantor Baitaca, já tem 4,5 milhões de visualizações. Mas a quantidade de pessoas que o assistiram é muito maior, pois foi reproduzido também por outras páginas. Alan Moreira já cantou e tocou com grandes grupos, como Os Mirins, Os Serranos e João Luiz Corrêa. Em todos eles, tinha um estilo próprio. O dom de imitar cantores famosos o tornou ainda mais popular: um vídeo no qual canta Baitaca, Mano Lima e João de Almeida Neto já soma mais de 3,5 milhões de acessos. No final de março, aproveitei a presença do gaiteiro numa reunião de preparativos para Cavalgada dos Aparados da Serra, em Morro Reuter, pra gravar alguns vídeos: um mix de bugios, uma música do rodeio de Vacaria e outra canção, muito divertida, do Bruno Neher. Postei na página do Repórer Farroupilha no Facebook, em dias intercalados. O resultado não poderia ter sido diferente. Foram 24 mil compartilhamentos e 1 milhão de visualizações, em menos de 2 meses. Assista Alan Moreira cantando "Delegado de Polícia", de Bruno Neher. Initial plugin text
    Artista plástico Danúbio Gonçalves morre em Porto Alegre aos 94 anos

    Artista plástico Danúbio Gonçalves morre em Porto Alegre aos 94 anos


    Nascido em Bagé em 1925, é trineto do general Bento Gonçalves, um dos líderes da Revolução Farroupilha. Conforme uma das filhas, ele morreu de causas naturais neste domingo (21). Artista plástico Danúbio Gonçalves morre em Porto Alegre aos 94...


    Nascido em Bagé em 1925, é trineto do general Bento Gonçalves, um dos líderes da Revolução Farroupilha. Conforme uma das filhas, ele morreu de causas naturais neste domingo (21). Artista plástico Danúbio Gonçalves morre em Porto Alegre aos 94 anos O artista plástico gaúcho Danúbio Villamil Gonçalves morreu neste domingo (21), em Porto Alegre, aos 94 anos. Conforme uma das filhas dele, Sandra Gonçalves, foi de causas naturais. Ele vivia em uma clínica geriátrica. Trineto do general Bento Gonçalves, um dos líderes da Revolução Farroupilha no Rio Grande do Sul, Danúbio foi pintor, gravador, desenhista e professor. Ele foi sepultamento às 17h30 deste domingo, no Cemitério João XXIII, na Capital. O artista deixa três filhos. A esposa morreu há dois anos. Danúbio nasceu em Bagé, na Campanha do Rio Grande do Sul, em 30 de janeiro de 1925. Ainda criança passou a morar no Rio de Janeiro, onde ficou por 14 anos, e depois voltou ao estado gaúcho. Em 2006, quando era membro do Atelier de Arte de Porto Alegre, recebeu homenagem na Câmara Municipal. Danúbio Gonçalves foi homenageado em 2006 na Câmara Municipal de Porto Alegre Tonico Alvares/Arquivo/CMPA Conforme documento da Câmara, em 1943, Danúbio realizou sua primeira mostra individual, em Bagé. Em 1949, viajou para Paris, como bolsista do governo francês, ali permanecendo durante um ano e dois meses. Frequentou o curso livre da Academia Julien e conheceu os principais museus da Espanha, Portugal, Inglaterra, Bélgica, Holanda, Suíça, Itália, Alemanha e Áustria, em viagem de estudo. Conviveu em Paris com Cândido Portinari, José Moraes, Iberê Camargo, Carlos Scliar e outros renomados artistas do Brasil e do mundo. No período entre 1969 e 1971, foi professor do Instituto de Artes da UFRGS. Segundo registro da universidade, no inicio da década de 60, estudou litografia com Marcelo Grassmann e Edmundo Brasil em Porto Alegre. Ainda conforme a UFRGS, em 2000 foi publicado o livro "Danúbio Gonçalves: caminhos e vivências" com apoio do Fumproarte. Em 2005 ele fez um mural na rótula da Avenida Carlos Gomes, em Porto Alegre. De acordo com a Fundação Iberê Camargo, a obra de Danúbio está presente em acervos como o do Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Pinacoteca Aplub (Porto Alegre), Museu Nacional de Belas Artes (RJ), Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea da USP, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Xilogravura 'Pescador de São Francisco', 1954 Acervo UFRGS/Divulgação Litogravura 'Apagão', 2001 Acervo UFRGS/Divulgação
    Carro sai da pista e três pessoas morrem na BR-386 em Seberi

    Carro sai da pista e três pessoas morrem na BR-386 em Seberi


    Acidente ocorreu na manhã deste domingo (21). Duas pessoas morreram na hora, e a terceira chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo aquaplanou. Carro saiu da pista e bateu em árvores na BR-386 em...


    Acidente ocorreu na manhã deste domingo (21). Duas pessoas morreram na hora, e a terceira chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo aquaplanou. Carro saiu da pista e bateu em árvores na BR-386 em Seberi PRF/Divulgação Duas pessoas morreram em acidente na BR-386,em Seberi, no Norte do Rio Grande do Sul, na manhã deste domingo (21). Conforme a Polícia Rodoviária Federal, o veículo em que as vítimas estavam aquaplanou. Uma terceira pessoa, que estava no banco de trás, teve fratura exposta, foi retirada das ferragens por bombeiros e morreu no hospital, totalizando três vítimas. Ainda segundo a PRF, o acidente ocorreu por volta das 7h40. O carro saiu da pista e bateu em árvores em uma área de vegetação às margens da rodovia. O veículo, com placas de Brasília, trafegava no sentido Iraí-Porto Alegre. Morreram no local o motorista e o passageiro, dois homens. A mulher que ficou ferida foi encaminhada a um hospital em Seberi, onde não resistiu aos ferimentos. As identidades não foram divulgadas. Os corpos foram encaminhados ao IML de Frederico Westphalen e o carro foi removido para um depósito.
    Presos voltam a passar dias algemados em viaturas em frente a delegacias de Porto Alegre

    Presos voltam a passar dias algemados em viaturas em frente a delegacias de Porto Alegre


    No Palácio da Polícia, ao menos três relataram que estão nessa situação há cinco dias. Susepe diz que tenta vagas em presídios. Presos ficam locados dentro de viaturas em frente ao Palácio da Polícia, em Porto Alegre As delegacias de...


    No Palácio da Polícia, ao menos três relataram que estão nessa situação há cinco dias. Susepe diz que tenta vagas em presídios. Presos ficam locados dentro de viaturas em frente ao Palácio da Polícia, em Porto Alegre As delegacias de plantão de Porto Alegre voltam a acumular presos em viaturas. Na noite deste domingo (21), até as 18h30, eram 12 detentos em carros policiais em frente ao Palácio da Polícia, onde fica a 2ª Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA). Ao menos três deles relataram estar nessa situação há cinco dias. Nas celas do prédio, estavam outros nove presos. Na 3ª DPPA, que fica no bairro Navegantes, na Zona Norte da Capital, havia outros 12 detentos em viaturas, além dos cinco detidos em celas da delegacia. Presos estão algemados em viaturas por falta de vagas em presídios de Porto Alegre Policiais militares monitoram os presos e acabam deixando de fazer o policiamento nas ruas. Em frente ao Palácio da Polícia, havia cinco PMs pela manhã. Na 3ª DPPA eram quatro. Pouco depois das 9h30, os presos receberam pães para o café da manhã. Um dos detentos tem tuberculose. Os policiais também os acompanham nas idas ao banheiro. Presos recebem pão no café da manhã Josmar Leite/RBS TV A Superintendência de Serviços Penitenciários diz que tenta vagas no sistema prisional. No fim da manhã, a capitã Martha Richter, oficial de serviço do Comando de Policiamento da Capital (CPC), esteve no Palácio da Polícia. Ela levou um mapeamento das vagas disponíveis para tentar providenciar os encaminhamentos. Conforme o governo estadual, o déficit no sistema prisional do Rio Grande do Sul supera 13 mil vagas. De acordo com a capitã, 13 PMs estão envolvidos em custódias nesta manhã de domingo, com cinco ou seis guarnições a menos nas ruas. "Esta não é uma situação nova, ela se repete há alguns anos e traz prejuízos não só à BM [Brigada Militar], mas também à PC [Polícia Civil] e à Susepe. Acabamos nos envolvendo em funções que não são nossas. Mas fazemos num sentido de parceria para tentar amenizar o problema", diz. Policiais monitoram presos em viaturas em frente ao Palácio da Polícia, em Porto Alegre Josmar Leite/RBS TV Vans da BM com presos na 3ª DPPA Josmar Leite/RBS TV Presos em delegacias na Região Metropolitana no domingo DPPA de Canoas 13 presos DPPA de Novo Hamburgo 8 presos DPPA de São Leopoldo 10 presos DPPA de Alvorada 10 na presos DPPA de Viamão 7 presos DPPA de Gravataí 9 presos

    Mulher é baleada durante assalto na Zona Leste de Porto Alegre


    Conforme a Brigada Militar, ela estava de carro e foi rendida por dois homens. Eles atiraram, fugiram com o veículo e, depois, o abandonaram. Polícia procura por suspeitos de assaltar e balear mulher na Zona Leste de Porto Alegre Uma mulher de 36 anos...

    Conforme a Brigada Militar, ela estava de carro e foi rendida por dois homens. Eles atiraram, fugiram com o veículo e, depois, o abandonaram. Polícia procura por suspeitos de assaltar e balear mulher na Zona Leste de Porto Alegre Uma mulher de 36 anos foi baleada no rosto durante assalto na Zona Leste de Porto Alegre, na noite de sábado (20). Conforme a polícia, ela estava em um carro quando foi rendida por dois homens. Eles atiraram contra ela e fugiram com o veículo, que depois foi abandonado. Ainda de acordo com a polícia, a mulher foi levada ao Hospital de Pronto-Socorro, onde foi constatado que a bala ficou alojada no rosto dela. Apesar do susto, ela passa bem. O caso será investigado pela 11ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre. Uma perícia será realizada no carro da mulher, que foi localizado após ser abandonado, para tentar encontrar possíveis vestígios dos suspeitos.
    Mulher morre em acidente entre carro e caminhão na BR-285

    Mulher morre em acidente entre carro e caminhão na BR-285


    Conforme a PRF, colisão foi frontal e ocorreu na madrugada deste domingo (21) em São Luiz Gonzaga. Mulher morre em acidente na BR-285 PRF/Divulgação Uma mulher de 36 anos morreu em acidente entre o carro que ela dirigia e um caminhão, na...


    Conforme a PRF, colisão foi frontal e ocorreu na madrugada deste domingo (21) em São Luiz Gonzaga. Mulher morre em acidente na BR-285 PRF/Divulgação Uma mulher de 36 anos morreu em acidente entre o carro que ela dirigia e um caminhão, na madrugada deste domingo (21) em São Luiz Gonzaga, Região Noroeste do Rio Grande do Sul. Conforme a Polícia Rodoviária Federal, a colisão foi frontal e ocorreu na BR-285. Ainda de acordo com a PRF, o carro da vítima tinha placas de São Luís Gonzaga. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O motorista do caminhão, com placas de Santo Antônio das Missões, não se feriu. Os veículos foram removidos ao depósito e passarão por perícia. A Polícia Civil de São Luís Gonzaga será responsável pela investigação. Motorista do caminhão não se feriu no acidente PRF/Divulgação

    Assista a todos os vídeos do Compartilhe RS deste domingo (21)


    Programa contou histórias que carregam e distribuem arte, leitura e empatia. Compartilhe RS - 21/04/2019 Neste domingo (21) de Páscoa o Compartilhe RS, da RBS TV, destacou histórias em que a empatia e a crença no poder transformador das diversas...

    Programa contou histórias que carregam e distribuem arte, leitura e empatia. Compartilhe RS - 21/04/2019 Neste domingo (21) de Páscoa o Compartilhe RS, da RBS TV, destacou histórias em que a empatia e a crença no poder transformador das diversas formas de arte são essenciais. No bairro Lomba do Pinheiro, Zona Leste de Porto Alegre, uma biblioteca comunitária aproxima a literatura de crianças e adolescentes. Mas durante uma chuva que atingiu a região, boa parte do acervo de livros foi destruído. Agora, para manter o trabalho feito na Biblioteca Comunitária do Arvoredo, eles contam com doações da comunidade. Biblioteca comunitária na Lomba do Pinheiro precisa de doações de livros infantis Unindo a empatia ao conhecimento e tecnologia, surgiu o aplicativo Civida. A ferramenta tem como objetivo facilitar o acesso aos equipamentos de saúde, que podem ser emprestados ou doados pela população em geral ou empresas. São compartilhados, por exemplo, objetos como cadeira de rodas, muletas e aparelhos auditivos. Unindo empatia e conhecimento, gaúcho cria app para o compartilhamento de aparelhos médico Já o Grupo Levanta Favela aposta no compartilhamento da arte. Há 11 anos o projeto atua na Vila Planetário, em Porto Alegre, levando teatro de rua, teatro de vivência, intervenções cênicas e oficinas de teatro. Grupo 'Levanta Favela' promove e leva arte para Vila Planetário, em Porto Alegre A arte, em forma de música, também garantiu seu espaço no palco do Compartilhe. As musicistas do projeto Três Marias compõem e apresentam canções ao mesmo tempo em que promovem um movimento de resistência, fortalecimento e do protagonismo feminino. Musicistas do projeto Três Marias se apresentam no Compartilhe RS Mensagem deste domingo Confira a mensagem do Compartilhe RS deste domingo (21)
    VÍDEOS: RBS Notícias de sábado, 20 de abril

    VÍDEOS: RBS Notícias de sábado, 20 de abril


    Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do...


    Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul.

    Polícia fecha postos de plantão em dois hospitais de Porto Alegre a partir de segunda-feira


    Cristo Redentor e Pronto-Socorro deixam de ter plantão por decisão da chefia de polícia, que aponta que terá oito policiais a mais para atuar nas delegacias. Policiais deixam de fazer plantão em hospitais de Porto Alegre A partir de segunda-feira...

    Cristo Redentor e Pronto-Socorro deixam de ter plantão por decisão da chefia de polícia, que aponta que terá oito policiais a mais para atuar nas delegacias. Policiais deixam de fazer plantão em hospitais de Porto Alegre A partir de segunda-feira (22), o Hospital Cristo Redentor e o Hospital de Pronto-Socorro de Porto Alegre vão deixar de ter policiais civis de plantão. A determinação é da chefia de polícia, e motivou críticas pelos funcionários e população. A diretora do Departamento de Polícia Metropolitana, delegada Adriana Regina da Costa, diz que a mudança vai liberar oito policiais para reforçar o efetivo das delegacias e das equipes que atuam nas ruas. Os hospitais passarão a ser atendidos por cinco equipes volantes. "A ideia é que a equipe atenda com maior agilidade, quando chamada, e não só quando chamada. A ideia é que ela circule nos hospitais mesmo não sendo acionada", justifica. O Cristo Redentor e o HPS são referência no atendimento de acidentados graves, queimados e casos de violência. No Cristo, por exemplo, são 1,6 mil funcionários, e cerca de 300 atendimentos só na emergência. Entre os pacientes, estão pessoas baleadas, vítimas da guerra das quadrilha do tráfico de drogas na Zona Norte da Capital e também da Região Metropolitana de Porto Alegre. Quando isso acontece, os seguranças levam os dados para o posto policial e os investigadores checam a ficha da pessoa. Suspeitos já foram presos em razão dessa agilidade. Preocupação nos hospitais Representantes dos hospitais relatam preocupação com a insegurança. O supervisor administrativo do Cristo Redentor, Fábio Campos, menciona que já houve situações em que os policiais fizeram prisões em flagrante no hospital. "Quando tem alguma briga, alguma coisa de gangue, que os indivíduos acabam vindo para cá baleados, muitas vezes é foragido dizendo que é bala perdida, a nossa segurança entra em contato com o posto e consegue levantar se o indivíduo é foragido e tem ficha com criminalidade para a polícia poder agir", observa. A equipe volante não é a melhor solução, conforme o supervisor. "Na minha opinião, não é solução. A volante vai demorar para chegar aqui, e muitas vezes a situação é de emergência", diz. Posição do sindicato O presidente da Ugeirm, sindicato que representa os policiais, acrescenta que muitas vezes, informações importantes para esclarecer um crime são obtidas logo na primeira conversa com o envolvido ou testemunha durante o atendimento nos hospitais. "Quando chega uma pessoa baleada, ou [ferida por] acidente de trânsito, o policial vai in loco e procura saber o que aconteceu. Ele dá o primeiro atendimento policial às vítimas que chegam baleadas, feridas. Segundo a gente ouviu da chefia de polícia, vai ser a equipe de volante que vai dar esse atendimento. Não se sabe como é que vai funcionar. A gente não tem compreensão disso ainda", diz Isaac Ortis. Quem frequenta os hospitais, seja para ser atendido ou para acompanhar familiares, também demonstra preocupação. "Retirar [policiais] eu acho complicado, é uma medida muito extrema, vai fazer falta", diz a bancária Gabriela Machado Naibert. A motorista Valéria da Silva Rosa lembra que já ocorreram situações em que a polícia precisou intervir. "Vai que acontece, que nem já aconteceu, várias ocorrências na frente [do hospital], de tiroteio. Imagina até chamar o próximo, mais longe, mais distante, do pessoal da polícia", reclama.
    Lombadas desligadas em rodovias do  Rio Grande do Sul preocupam moradores

    Lombadas desligadas em rodovias do Rio Grande do Sul preocupam moradores


    Segundo Daer, lombadas ainda não foram aferidas pelo Inmetro, que mudou os parâmetros para aprovação dos equipamentos. Moradores do Norte do estado mostram preocupação com o excesso de velocidade. Instaladas há mais de um ano, lombadas...


    Segundo Daer, lombadas ainda não foram aferidas pelo Inmetro, que mudou os parâmetros para aprovação dos equipamentos. Moradores do Norte do estado mostram preocupação com o excesso de velocidade. Instaladas há mais de um ano, lombadas eletrônicas seguem sem funcionar no RS Lombadas eletrônicas instaladas em cinco rodovias estaduais estão desligadas, causando preocupação dos moradores das nove cidades no Norte do Rio Grande do Sul. O medo é de que a imprudência dos motoristas acabe causando acidentes. Estão desligadas as lombadas da: ERS-324, em Passo Fundo, Vila Maria, Nova Araçá e Nova Bassano ERS-126, em Sananduva ERS-129, em Encantado e Serafina Correa ERS-438, em Paraí ERS-453, em Estrela Vinte e três lombadas não estão funcionando em cinco estradas estaduais do Norte do RS Reprodução/RBS TV Segundo o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Sul (Daer-RS), as lombadas ainda não foram aferidas pelo Inmetro. Isso porque o instituto mudou o sistema de aprovação durante a instalação do último lote de lombadas, em fevereiro do ano passado. O Daer informou que a empresa que venceu a licitação, Koop Tecnologia, pediu a aferição dos equipamentos e agora aguarda a homologação. Mas o Inmetro informa que a empresa não tem modelo de lombada aprovado de acordo com a nova portaria. E que assim que houver lombadas que atendam as novas exigências, será feita a inspeção. No total, são 23 lombadas que pertencem a um dos quatro lotes licitados pelo estado ainda no fim de 2017. Os moradores relatam que a falta de fiscalização faz com que motoristas passem correndo pelas rodovias. "Eles descem bastante corrido e sobem também, em alta velocidade mesmo", descreve o empresário Mauro Pegoretti. "Tem escola, bastante criança,essa movimentação é muito perigosa dá pra notar que cada vez eles tão desrespeitando mais e cada vez a velocidade é maior", diz. O agricultor Júlio César Pasini concorda. "A gente fica se perguntando por que tem isso aí na frente?Se não funciona, onde que foi nosso dinheiro que foi recolhido pra essa finalidade?", reclama.
    Sistema de monitoramento controla nível do Rio Uruguai e permite antecipar enchentes

    Sistema de monitoramento controla nível do Rio Uruguai e permite antecipar enchentes


    Mais de 200 km² do rio são monitorados pelo sistema instalado no rio, que percorre a região Noroeste do Rio Grande do Sul. Sistema de monitoramento controla nível do Rio Uruguai no Noroeste do RS Um sistema de monitoramento controla o nível do...


    Mais de 200 km² do rio são monitorados pelo sistema instalado no rio, que percorre a região Noroeste do Rio Grande do Sul. Sistema de monitoramento controla nível do Rio Uruguai no Noroeste do RS Um sistema de monitoramento controla o nível do Rio Uruguai, no Noroeste do estado, e pode ser consultado pela população, no site do Serviço Geológico do Brasil. Equipamentos instalados nas margens do rio são monitorados pela Defesa Civil, que recebe informações de hora em hora. É possível antecipar quanto o rio deve subir nas próximas horas. São mais de 200 mil km² de monitoramento, começando em Santa Catarina e seguindo até Quaraí, no Rio Grande do Sul. O equipamento começou a ser instalado no ano passado. Nessa semana, técnicos fizeram os últimos ajustes pra dar força ao monitoramento em toda a extensão do Rio Uruguai. "É um sensor tipo radar. E um sensor de chuva. Esses dados são coletados automaticamente a cada hora, compilados e transmitidos via satélite. A gente recebe eles no nosso escritório em Porto Alegre, processa e disponibiliza em tempo real esses dados na plataforma da CPRM", explica o engenheiro hidrólogo Franco Buffon. Os alertas contra as enchentes são repassados pela Defesa Civil pela internet. E as informações podem ser acessadas no celular, em qualquer lugar do estado. O objetivo é minimizar as perdas com as cheias, que só nesse ano, segundo o órgão, já causaram prejuízos de R$ 100 milhões no Rio Grande do Sul. O sub-chefe da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, tenente coronel Rodrigo Dutra, comemora a possibilidade de antever as cheias do Rio Uruguai. "Nos permite remover famílias, movimentar pessoas, preparar abrigos, enfim, antecipação é a palavra no que se refere aos sistemas de monitoramento hidrológico", observa. "O que nós podemos fazer então é a mitigação, a redução do dano e a preparação no caso de atingimento dessa região pra movimentação dessas famílias, dessas pessoas, enquanto durar o evento", completa. Para os moradores, o monitoramento representa alívio. O funcionário público Vilson Wickler vive em Porto Mauá e já encarou mais de 30 enchentes. Uma das maiores foi em 2014 e deixou quase toda a cidade debaixo d'água. "Vai ajudar mais rapidamente, porque esses sinais vão ser repassados direto nos celulares, nos computadores, por e-mail e nos sites para as pessoas se prevenirem do que vai acontecer. E se tu sabe que o nível vai chegar a tantos metros aí você já pode ir retirando os móveis de dentro das suas residências pra evitar os prejuízos", diz. Mapa mostra como está nível do rio Uruguai, com atualização de hora em hora, pela internet Reprodução/CRPM
    Homem é morto a tiros em Santo Cristo

    Homem é morto a tiros em Santo Cristo


    Corpo de José Pedro de Oliveira, de 39 anos, foi encontrado a cerca de 150 metros da casa onde ele morava, na manhã deste sábado (20). Esposa da vítima contou à polícia que, após terem atirado duas vezes na direção do marido, ele saiu de casa...


    Corpo de José Pedro de Oliveira, de 39 anos, foi encontrado a cerca de 150 metros da casa onde ele morava, na manhã deste sábado (20). Esposa da vítima contou à polícia que, após terem atirado duas vezes na direção do marido, ele saiu de casa para identificar o autor. No local do crime, polícia encontrou uma arma, munições e uma faca. Polícia Civil/Divulgação Um homem foi morto a tiros, na noite de sexta-feira (19), em Santo Cristo, na Região Noroeste do estado. De acordo com o delegado Tiago Tescke, a Polícia Civil encontrou o corpo de José Pedro de Oliveira, de 39 anos, na manhã deste sábado (20), a cerca de 150 metros da casa onde ele morava. O crime foi em uma estrada vicinal, no interior da cidade. No local, a polícia apreendeu uma arma de fogo, munições e uma faca. Aos policiais, esposa de José Pedro contou que, ao chegar em casa durante a noite, o marido disse que haviam efetuado dois disparos em sua direção, mas que não teriam conseguido acertá-lo. O homem teria saído de casa para tentar identificar o autor. Logo após, a mulher contou que escutou cerca de dez disparos de arma de fogo. Ela encontrou o marido morto no início da manhã. O autor do homicídio ainda não foi identificado pela polícia.
    VÍDEOS: Jornal do Almoço deste sábado, 20 de abril

    VÍDEOS: Jornal do Almoço deste sábado, 20 de abril


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Rio Grande do...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Rio Grande do Sul.
    Homem com prisão domiciliar por tentativa de homicídio, é suspeito de matar companheira em Lajeado

    Homem com prisão domiciliar por tentativa de homicídio, é suspeito de matar companheira em Lajeado


    Marcia Regina Schneider, de 39 anos, estava com o filho, de 7 anos, que passou mal após presenciar a morte da mãe. Mulher chegou a registrar várias ocorrências na polícia, contra as agressões do companheiro, mas retirou as acusações logo...


    Marcia Regina Schneider, de 39 anos, estava com o filho, de 7 anos, que passou mal após presenciar a morte da mãe. Mulher chegou a registrar várias ocorrências na polícia, contra as agressões do companheiro, mas retirou as acusações logo depois. Crime aconteceu no bairro Santo André, em Lajeado. Polícia Civil/Divulgação Uma mulher, de 39 anos, foi morta em frente ao filho de 7 anos, na noite de sexta-feira (19), em Lajeado, no Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul. De acordo com o delegado Augusto Cavalheiro, o suspeito é o companheiro, de 40 anos, que cumpria prisão domiciliar por tentativa de homicídio duplamente qualificado. "Em 2011, ele foi indiciado por tentativa de homicídio da ex-esposa. Uma ocorrência mais ou menos nos mesmos moldes dessa que aconteceu ontem. A diferença é que naquela ele não conseguiu produzir a morte da ex-esposa, ela sobreviveu. A de ontem, infelizmente, morreu. E na época não existia ainda o crime de feminicídio, foi uma alteração na lei depois. Se fosse hoje, aquele fato se enquadraria em feminicídio". O crime aconteceu por volta das 19h30, no bairro Santo André. Marcia Regina Schneider estava com o filho, de 7 anos, que presenciou a morte da mãe. O menino passou mal e teve que ser encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento para receber atendimento. A polícia foi chamada por vizinhos que ouviram a briga do casal. De acordo com o delegado, Márcia chegou a registrar várias ocorrências na polícia, contra as agressões do companheiro, mas retirou as acusações logo depois. "As agressões eram bem recorrentes, mas ela não tinha medida protetiva por opção. Não sabemos ainda a causa da morte, se foi por facada ou estrangulamento. Precisamos do laudo da perícia. Ele usou uma faca de cozinha. Ela tinha ferimentos muito pequenos. Fizemos diligências durante a madrugada, com a ajuda da Brigada Militar, mas não localizamos ele ainda. A polícia pediu a prisão preventiva do suspeito.
    Jovem é morta a facada ao tentar conter briga entre familiares em Alegrete

    Jovem é morta a facada ao tentar conter briga entre familiares em Alegrete


    Homem, de 31 anos, é suspeito do crime. Tacila Aquino Rosado, de 19 anos, foi encontrada ferida pela Brigada Militar, chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. Tacila Aquino Rosado chegou a ser socorria, mas morreu no hospital. Reprodução Uma...


    Homem, de 31 anos, é suspeito do crime. Tacila Aquino Rosado, de 19 anos, foi encontrada ferida pela Brigada Militar, chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. Tacila Aquino Rosado chegou a ser socorria, mas morreu no hospital. Reprodução Uma briga entre familiares terminou com a morte de uma mulher, em Alegrete, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, na noite de sexta-feira (19). De acordo com o delegado Valeriano Garcia Neto, Tacila Aquino Rosado, de 19 anos, foi morta com uma facada no abdômen ao tentar separar uma brigada, por volta das 19h30. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital duas horas depois. No boletim de ocorrência registrado na Brigada Militar, testemunhas disseram que cerca de 20 pessoas estavam na casa no momento do crime. A BM foi chamada por volta das 19h para atender uma denúncia de violência familiar. No registro, consta que irmãos estariam brigando. Ao chegar no local, os policiais foram avisados de que os desentendimentos haviam sido causados pela embriaguez dos envolvidos. A BM pediu que alguns familiares fossem embora do local. Cerca de meia hora depois, houve uma nova chamada, desta vez de que alguém teria sido ferido com uma faca. A polícia encontrou Tacila caída junto a um bueiro, num beco da Rua Ícaro Ferreira da Costa. O Samu foi chamado e a mulher levada ao hospital. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu por volta das 21h30. O suspeito, de 31 anos, fugiu. A polícia já identificou o autor da facada, mas não confirma o grau de parentesco com a vítima. O delegado faz buscas na cidade à procura do homem.
    VÍDEOS: RBS Notícias de sexta-feira, 19 de abril

    VÍDEOS: RBS Notícias de sexta-feira, 19 de abril


    Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do...


    Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do Rio Grande do Sul.

    Safra de pinhão no RS deve reduzir mais da metade neste ano, prevê Emater


    Polinização dos frutos foi prejudicada, o que deve impactar na safra. Quilo do produto já pode ser encontrado a cerca de R$ 10. Redução da safra de pinhão no RS chega até 60% A produção de pinhão no Rio Grande do Sul deve reduzir em até 60%...

    Polinização dos frutos foi prejudicada, o que deve impactar na safra. Quilo do produto já pode ser encontrado a cerca de R$ 10. Redução da safra de pinhão no RS chega até 60% A produção de pinhão no Rio Grande do Sul deve reduzir em até 60% neste ano em relação ao colhido no ano passado, conforme prevê a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do RS (Emater-RS) A colheita e a comercialização do pinhão no Rio Grande do Sul foram liberadas pela Polícia Ambiental do estado na última segunda-feira (15). Os preços já assustam os compradores: o quilo do produto pode chegar a R$ 10 em alguns comércios. "Quem tem, quem junta no mato e traz aqui para nós, a gente tem que pagar o preço que eles querem, porque tá todo mundo atrás do pinhão. Se o frio vier então, o preço tende a subir cada vez mais", diz o empresário Daniel Peres, que vende pinhão em seu estabelecimento. A previsão de queda na produção se deve ao fato de que a pinha demora dois anos para se formar. Em 2017, as araucárias sofreram com uma geada fora de época. A polinização dos frutos foi dificultada, e por isso há mais falhas do que pinhões dentro das plantas que se formaram. No ano passado, 800 toneladas foram comercializadas. "Nós viemos aí com safras normais no Rio Grande do Sul, e aí chega o momento que a árvore precisa descansar, e aliado a esse descanso fisiológico necessário da árvore, ocorreu esse fenômeno meteorológico climático, que levou a essa redução drástica para a safra de 2019", explica o engenheiro agrônomo da Emater, Ilvandro Barreto de Mello. O Rio Grande do Sul é o terceiro maior produtor de pinhão, com cultivo concentrado na Serra e no Norte do Rio Grande do Sul. Porém, os produtores estão enfrentando dificuldades. "Praticamente a gente não tá encontrando pinhão. Esses poucos que caem no chão, os bichos, os animais silvestres estão comendo ainda", reclama o agricultor Carlos Leandro Lacourt. A redução também afetou araucárias do Paraná e Santa Catarina, que abastecem o mercado gaúcho em épocas de escassez. Essa pode ser a menor safra dos últimos 20 anos.

    Celebrações da Sexta-Feira Santa no RS têm encenações, procissões e colheita da marcela


    Em Porto Alegre, Via Sacra do Morro da Cruz chegou à sua 60ª edição. Devotos também aproveitaram para visitar túmulo de Padre Réus, em São Leopoldo. No interior, procissões foram realizadas. Fiéis se reúnem em celebrações pelo RS nesta...

    Em Porto Alegre, Via Sacra do Morro da Cruz chegou à sua 60ª edição. Devotos também aproveitaram para visitar túmulo de Padre Réus, em São Leopoldo. No interior, procissões foram realizadas. Fiéis se reúnem em celebrações pelo RS nesta Sexta-feira Santa A encenação da Via Sacra no Morro da Cruz, em Porto Alegre, foi realizada nesta sexta-feira (19), completando 60 anos de demonstrações de fé católica no Santuário São José de Murialdo. Milhares de fiéis acompanharam a encenação, após a missa, em uma procissão de cerca de 1,5 km, até a Cruz, no topo do morro. A celebração terminou com a crucificação e ressurreição de Cristo. Francisco Silva participa da encenação como apóstolo. Foi uma promessa, pela saúde da filha. "Para mim, é uma emoção muito grande, porque eu vi a saúde da minha filha re-estabilizada. O intérprete de Jesus, Aldacir Oliboni, participa há 40 anos. "Se percebe que é um momento de muita força, dedicação, e esperança de dias melhores. Pode ver que grande parte dessas pessoas já passaram por dificuldades", analisa Aldacir. Marcela foi distribuída para curar os males do corpo. A autônoma Janaína Beatriz foi uma das participantes que acompanhou a procissão até o alto do morro. "Muito cansada, mas vale a pena pagar as promessas que a gente tem", diz ela, que afirma participar da encenação desde que era criança. 50 mil fiéis visitam o Santuário de Padre Reus em São Leopoldo Fiéis visitam túmulo de Padre Reus Em São Leopoldo, no Vale do Sinos, ano após ano a fé em Padre Reus se renova e atrai uma multidão para o santuário. À tarde, na cerimônia da Sexta-feira da Paixão, o santuário ficou lotado. A história do padre que dedicou a vida aos pobres e doentes é motivo de admiração. "Representa milagres, trabalho, doação dele para os pobres, representa o momento que a gente vive na Semana Santa, de humildade", diz o advogado Joaquim Cavalheiro. Muitos fiéis consideram que João Batista Reus foi mais que um padre, um santo, apesar de não ser reconhecido assim pela igreja católica. Alemão, ele nasceu com o nome Johann Baptist Reus. Veio para o Rio Grande do Sul, onde morreu em 1947. Grandes filas se formaram para visitar o túmulo no santuário. Como lembrança, os fiéis levaram ramos da marcela colhida de madrugada. Procissão dos Passos reúne moradores e turistas em Gramado Procissões no interior Em Caxias do Sul, na Serra, milhares de pessoas participaram da procissão de Cristo Morto. Os fiéis acompanharam a imagem de Jesus Cristo e, em frente à Catedral, uma missa foi celebrada. A procissão do Cristo Morto também foi realizada em Santa Maria, na Região Central. A imagem de Jesus foi retirada da Basílica de Nossa Senhora Medianeira, a padroeira do estado. Em Erechim, no Noroeste do estado, a encenação da Paixão e Morte de Cristo já é tradicional no bairro São Vicente de Paula. Essa foi a 39ª edição da celebração. Em Três de Maio, na mesma região, mais de 1 mil pessoas participaram da procissão penitencial. Outros fiéis pegaram a estrada antes mesmo de o sol nascer. No caminho de 18 quilômetros até São José do Inhacorá, no Santuário São Francisco de Assis, os participantes fizeram orações, cantaram e acenderam velas. Muitos acordaram bem cedo, ainda na madrugada, para a colheita da marcela, ritual tradicional da data.